Clique aqui e veja as últimas notícias!

COMPORTAMENTO

Curta-metragem conta a trajetória e a importância das araras em Mato Grosso do Sul

Curta-metragem aborda o impacto do desmatamento, a migração e a vida das aves nos centros urbanos
22/12/2020 07:30 - Naiane Mesquita


Parte do charme de Campo Grande, as araras são as protagonistas de um curta-metragem que percorre os pontos mais significativos para a espécie no centro urbano. Com direção de Lú e Rosiney Bigatão, o projeto Campo Grande das Araras ainda está em fase de gravação das cenas, que ocorre tanto na Capital quanto no Pantanal sul-mato-grossense.  

“Nessa fase, nós gravamos aqui em Campo Grande. Percorremos os ninhos, acompanhamos as araras, os biólogos e o pessoal do Instituto Arara Azul em diversos trabalhos de campo. Entrevistamos, além disso, artistas e fotógrafos”, explica Lú Bigatão.

De acordo com a diretora, ainda ocorrerá uma captação de imagens no Pantanal. “Está faltando agora em janeiro a gente fazer uma captação de imagens no Pantanal. Contamos um pouco a história da arara lá e como ela vem parar na cidade, abordando o desmatamento e as queimadas. A gravação está programada para janeiro, se der tudo certo em relação à pandemia, na região de Miranda”, ressalta.  

O projeto foi contemplado no Fundo Municipal de Cultura/2019 (FMIC/Sectur/Prefeitura de Campo Grande) e busca desenvolver uma narrativa híbrida, mesclando a linguagem do documentário e a ficção. O filme pretende lançar um novo olhar sobre a presença das araras no meio urbano e a relação que as pessoas têm com as aves e todo o meio ambiente.