Correio B

DANÇA

De MS para os palcos da Espanha

De MS para os palcos da Espanha

CRISTINA MEDEIROS

08/01/2011 - 00h00
Continue lendo...

Campo-grandense da gema, há cinco anos a bailarina e bisneta de espanhóis Lucyanna Pettengill decidiu trocar Campo Grande pela maior cidade da Espanha, Madrid. Foram vários anos contribuindo para a evolução da dança em Mato Grosso do Sul – esteve à frente da Coopeativa do Bem e do grupo Street Beat, entre outros trabalhos – mas em 2005 achou que era hora de trocar os palcos madrilenhos. Em visita à família em Campo Grande, por conta das festas de fim de ano, a bailarina falou sobre as recentes conquistas e os novos projetos.
“Quando fui embora, a intenção era me reciclar, ficar um ano fora e voltar. Eu estava há sete anos trabalhando aqui com a Cooperativa do Bem em hospitais, dando aula em três universidades, mas queria mais”, explica Lucyanna, que dirige a Bambúdanza, escola de dança que abriu em Madrid e que em novembro último foi ampliada.

É neste espaço que a bailarina coloca em prática todo o aprendizado acumulado durante anos de estudo na Universidade Pontifícia Católica do Paraná – com Teatro Guaíra – onde se formou em 1993, especializando-se em coreografia pela Universidade Federal da Bahia, e, mais recentemente, o mestrado em Artes Cênicas na Espanha. “Foi justamente por ter passado no mestrado que acabei ficando por lá, e para sobreviver dava aulas de dança em várias escolas até poder montar a minha”.

Mas engana-se quem pensa que Lucyanna tem o universo da dança ligado ao ritmo mais conhecido daquele país, o flamenco. “Eu trabalhei muito com o flamenco em Curitiba, cheguei a fazer aula na Espanha, onde também participei de uma produção artística que coreografei. Mas meu foco enquanto bailarina e professora é outro”.

A Bambúdanza, instalada no coração de Madrid – “perto da Porta do Sol” – é um centro de artes e movimento como ela sempre sonhou: “A escola não promove apenas a dança, mas a arte em geral. Na dança, a base é a afro-contemporânea e a afro-brasileira, próprios de minha raiz que bebe na percussão, que me influenciou muito, e a minha linguagem de corpo, muito particular. As aulas  são frequentadas por pessoas comuns que visam manter o equilíbrio entre mente e corpo”. No espaço ainda são desenvolvidos projetos ligados à divulgação da música brasileira, desenvolvimento artístico infantil e aperfeiçoamento de alunos no quesito coreografia.

Projetos
Para um futuro bem próximo, a intenção é, paralelamente ao ensino, fazer a seleção para a montagem de uma companhia de dança e remontar um espetáculo assinado por ela e já apresentado em 2007, intitulado “Mosaico”. “O roteiro é meu e fala de um menino que vivia no Nordeste brasileiro e sonhava que além daquele lugar havia um mundo de cores. É onde eu coloco o universo rítmico do Brasil”, explica Lucyanna, que elogiou a iniciativa do lançamento do livro “Vozes da dança”, em 2009, na Capital, mas estranhou a não citação de sua contribuição para o Estado: “Tenho consciência da minha contribuição como bailarina, coreógrafa e pedagoga para Mato Grosso do Sul”.

Streaming

Netflix celebra o Dia do Cinema Nacional com coleção especial

Seleção reúne vasta gama de produções nacionais, desde clássicos aclamados pela crítica até documentários renomados e filmes populares

19/06/2024 15h30

Clássico do cinema nacional,

Clássico do cinema nacional, "Central do Brasil" está no catálogo da Netflix Reprodução

Continue Lendo...

Em comemoração ao Dia do Cinema Nacional, celebrado nesta quarta-feira, 19 de junho, a Netflix lançou a coleção especial ‘Simplesmente Cinema Brasileiro’. A seleção reúne uma vasta gama de produções nacionais, desde clássicos aclamados pela crítica até documentários renomados e filmes populares.

A coleção ‘Simplesmente Cinema Brasileiro’ está disponível para todos os assinantes da plataforma e pode ser acessada em qualquer dispositivo. Entre os destaques estão longas como "Cidade de Deus" e "Aquarius", e documentários como "Diálogos com Ruth de Souza".

Lista Completa de Filmes

Confira a lista completa dos títulos disponíveis na coleção especial:

  • Sem Coração (2023, dir. Nara Normande, Tião)
  • Diálogos com Ruth de Souza (2024, dir. Juliana Vicente)
  • São Paulo, Sociedade Anônima (1965, dir. Luís Sérgio Person)
  • Central do Brasil (1998, dir. Walter Salles)
  • Rio, 40 Graus (1955, dir. Nelson Pereira dos Santos)
  • Vidas Secas (1963, dir. Nelson Pereira dos Santos)
  • Jogo de Cena (2007, dir. Eduardo Coutinho)
  • Terra Estrangeira (1995, dir. Daniela Thomas, Walter Salles)
  • Mutum (2007, dir. Sandra Kogut)
  • Apaixonada (2023, dir. Natalia Warth)
  • Santo Forte (1999, dir. Eduardo Coutinho)
  • A Luz do Tom (2013, dir. Nelson Pereira dos Santos)
  • Uma Noite em 67 (2010, dir. Renato Terra, Ricardo Calil)
  • A Ostra e o Vento (1997, dir. Walter Lima Jr.)
  • As Canções (2011, dir. Eduardo Coutinho)
  • Últimas Conversas (2015, dir. Eduardo Coutinho)
  • Pacarrete (2020, dir. Allan Deberton)
  • Aquarius (2016, dir. Kleber Mendonça Filho)
  • Filhos de João: O Admirável Mundo Novo Baiano (2009, dir. Henrique Dantas)
  • Mamonas Pra Sempre (2009, dir. Cláudio Kahns)
  • No Intenso Agora (2017, dir. João Moreira Salles)
  • A Dama do Lotação (1978, dir. Neville d’Almeida) - disponível em 20 de junho

Novas Produções em Andamento

Além da coleção, a Netflix anunciou o desenvolvimento de novos projetos brasileiros, incluindo o filme "Vicentina Pede Desculpas". Outros dois filmes em produção são "Caramelo", que terá um cachorro caramelo como protagonista, e a adaptação do livro "O Diário de Um Mago", de Paulo Coelho.

Gabriel Gurman, diretor de filmes da Netflix no Brasil, reforçou o compromisso da plataforma com o cinema brasileiro: “Aspiramos ser o lar de uma variedade de filmes brasileiros de qualidade para as mais diversas audiências. Nossa oferta deve representar todo o potencial criativo, riqueza e diversidade do cinema nacional e contribuir para a formação de um público apreciador de filmes feitos no Brasil”.

*Com informações de Estadão Conteúdo

Assine o Correio do Estado

Correio B

Campo Grande recebe Festival de Ioga no próximo domingo (23)

Aulas serão realizadas no Parque das Nações Indígenas, a partir das 9h

19/06/2024 12h30

Divulgação

Continue Lendo...

Acontece neste domingo (23), no Parque das Nações Indígenas, o Festival de Ioga - Vida Saudável, uma ação do Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Esporte e Cultura (Setesc) e Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), em parceria com diversas instituições.

O evento é gratuito e ocorre em comemoração ao Dia Internacional do Ioga, celebrado em 21 de junho. O festival começará às 7 horas com uma caminhada e, posteriormente, às 9 horas, serão conduzidas aulas pelos professores da Associação dos Professores de Ioga e da Associação Ioga para Todos CG.

Aulas especiais de ioga para as crianças também serão oferecidas. Os participantes são incentivados a trazer seus próprios tapetes. Outras atrações disponíveis são o espaço kids, projeto Quick Massage, avaliação de bioimpedância e o Projeto 60+ do Sesi-MS (Serviço Social da Indústria de Mato Grosso do Sul), que visa auxiliar a inclusão digital para idosos.

De acordo com Naigel Hairan, um dos professores responsáveis pelo aulão, as  atividades de ioga podem melhorar o estado mental dos praticantes.

“Por meio da respiração nós conectamos o corpo e a mente, ficamos completamente mais conscientes. Consciente dos nossos valores, do respeito interior e exterior. Muda completamente a realidade, a nossa volta, começando por dentro, que é onde reflete tudo. Então há uma importância muito grande para o homem moderno fazer ioga, até pelo aumento que tem tido de ansiedade e depressão”.

“O Festival de Ioga é um investimento em bem-estar comunitário. É essencial que a Fundesporte estabeleça também atividades de lazer como essa. Esperamos que toda a família aproveite a manhã no parque no nosso festival”, frisa o diretor-presidente da Fundesporte, Paulo Ricardo Nuñez. 

Assine o Correio do Estado. 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).