Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TELEVISÃO

Destaques das séries e conteúdo "on demand"

Confira o que acontece de 5 a 11 de julho
04/07/2020 16:32 - Geraldo Bessa/TV Press


Vidas abusadas

(Globoplay, dom, dia 5)

Série documental original da Globoplay, "Em nome de Deus" acompanha a história do médium João de Deus desde sua infância em Itapaci, em Goiás, até sua prisão por crimes sexuais. Em seis episódios, a série mostra o trabalho realizado ao longo de 18 meses e aborda os crimes e a dualidade do curandeiro – um homem que inspira fascínio e repulsa. Com condução de Pedro Bial e da roteirista Camila Appel, a série traz, como ponto de partida, as investigações que levaram às primeiras denúncias feitas, com exclusividade, no programa "Conversa com Bial", em 2018. Mulheres revelaram que, ao buscar tratamento espiritual, foram abusadas sexualmente pelo médium João Teixeira de Faria, o João de Deus. Os dias que se seguiram à exibição do programa foram tomados por grande repercussão e perplexidade, enquanto centenas de outros casos começaram a vir à tona. Em questão de dias, João de Deus foi indiciado e, posteriormente, condenado a 40 anos de prisão. Das primeiras suspeitas da roteirista Camila Appel até a concessão de prisão domiciliar a João de Deus, em março deste ano, o documentário revela a vida paralela do líder espiritual, a sua ampla rede de proteção e denúncias de crimes graves. Uma das celebridades mais próximas de João de Deus, a apresentadora Xuxa Meneghel dá um depoimento contundente sobre sua decepção com o médium.

De olho nas pistas

(Starzplay, seg, dia 6)

Os fãs de "The Missing" têm um encontro marcado com o detetive Julien Baptiste (Tcheky Karyo) e o novo caso em que ele está trabalhando. "Spin-off" da série de suspense de sucesso, "Baptiste" traz o investigador francês tentando desvendar um desaparecimento em Amsterdã. De férias com a família após retirar um tumor cerebral, Baptiste é convencido por uma ex-namorada e chefe de polícia da cidade a ajudar Edward Stratton (Tom Hollande) a achar sua sobrinha, uma profissional do sexo que sumiu no distrito da luz vermelha. Mergulhando no caso, ele simpatiza com as mulheres forçadas a se prostituir na área e acaba perturbando homens perigosos que tentarão machucá-lo da maneira mais devastadora. Com apenas seis episódios em sua primeira temporada, todos disponíveis na Starzplay, o drama criminal promete uma reviravolta que vai chocar o público.

Guerra Santa

(Netflix, ter, dia 7)

Criada por Simon Barry e inspirada em um HQ, "Warrior Nun" é a nova série da Netflix. A produção acompanha a saga de uma jovem de 19 anos que acorda em um necrotério com um artefato divino alojado nas costas e se torna parte de uma antiga ordem com a missão de combater demônios na Terra. Para piorar, ela é perseguida por forças poderosas do bem e do mal que tentam controlá-la a todo custo. Com 10 episódios recheados de ação e fantasia, a série tem a fórmula perfeita para agradar o público que ama produções sobre adolescentes que enfrentam demônios, na mesma linha de "Supernatural" e "Buffy - A Caça-Vampiros". O elenco conta com a portuguesa Alba Baptista no papel da protagonista Ava, além de Tristán Ulloa (Padre Vincent), Kristina Tonteri-Young (Irmã Beatrice), Lorena Andrea (Irmã Lilith), Toya Turner (Shotgun Mary) e Thekla Reuten (Jillian Salvius).

Rede de influência

(HBO Go, qua, dia 8)

Novidade na HBO Go, "Trackers" entrelaça histórias sobre o crime organizado, o contrabando de diamantes e de rinocerontes negros, a segurança de Estado, a CIA e um complô terrorista internacional que está prestes a explodir na Cidade do Cabo. A série é uma adaptação de Robert Thorogood do romance de Deon Meyer, com roteiro de Jozua Malherbe, Amy Jephta e Kelsey Egan e direção de Jyri Kähönen. Ambientada na Zona Rural de Loxton, África do Sul, a série acompanha  a entrada de Lemmer (James Gracie) em uma operação sombria de contrabando. Enquanto isso, o Gabinete Presidencial de Inteligência da Cidade do Cabo lança uma investigação secreta de alto risco sobre um plano terrorista, depois de um informante da polícia ter rastreado uma reunião entre extremistas islâmicos locais e Suleiman Daoud (Emmanuel Castis), um agente sênior da Al Qaeda. Enquanto a chefe do GPI, Janina Mentz (Sandi Schultz) coordena o caso cautelosamente, o agente especial Quinn (Thapelo Mokoena) está ansioso para entrar em campo e mostrar seu potencial de destruição.

Sol quadrado

(Amazon, sex, dia 10)

Os presidiários de "Xilindró" estão de volta ao Multishow Play em episódios inéditos. A nova temporada, além de muitas confusões e reviravoltas, trará uma nova personagem - a diretora do presídio, que será interpretada por Gustavo Mendes - e participações especiais de Marcio Kieling e Ary França. Caíke Luna, Lindsay Paulino, Simone Gutierrez, Luciana Fregolente, Juliana Guimarães, Oscar Filho, Robson Nunes, Paulinho Serra e Ataíde Arcoverde seguem no elenco fixo da atração, que terá 15 episódios, todos com direção geral de Marcio Trigo e produção da Formata. Na nova temporada, Lázara Camburão (Gustavo Mendes) assume o cargo de diretora do presídio, substituindo Sandra (Luciana Fregolente). Ela se diverte às custas do sofrimento dos presos, provocando intrigas entre eles. Enquanto isso, Amadeus - também interpretado por Gustavo - perde 50 quilos após passar um ano na cela solitária, aos cuidados da enfermeira Brioco (Caíke Luna), que gosta de infernizar a vida dos detentos. Já Sandra se torna a faxineira do local e presta serviços aos detentos que ela maltratou nos últimos anos. Marcão (Juliana Guimarães), a espiã Marcinha disfarçada de detenta, é promovido a carcereiro, mas continua amigo dos presos. E Regininha (Simone Gutierrez), o braço-direito da direção do Xilindró, permanece aliada dos detentos.

Sociedade sem perdão

(Fox App, sab, dia 11)

Com argumento de Gael García Bernal, a nova temporada de "Aqui na Terra", série original feita em conjunto com a produtora La Corriente del Golfo, é um dos destaque de julho na Fox Premium. A trama gira em torno dos crimes e segredos de uma das famílias mais influentes do México e explora a complexidade das relações humanas por meio de personagens repletos de contradições e de ambição, que vivem em um mundo do qual ninguém se atreve a falar. A série relata a história de dois jovens vindos de pontos distintos da sociedade e cujos caminhos se cruzaram na infância. Um deles, Carlos (Dosal), nasceu em uma família poderosa, rodeado de luxos e privilégios. O outro, Adán (Huerta), é de origem humilde, filho do chefe de segurança da família de Carlos e cresceu cercado de um grande poder político e de uma grande fortuna, mas sempre como observador e nunca como parte dos processos.  Ambos vivem em um mundo de excessos e de impunidade que os colocará no lado mais obscuro da política e das lutas pelo poder. Composta por oito episódios de uma hora cada, a segunda temporada de "Aqui na Terra", segue desvendando a outra face da trama social do México e encontra Carlos descobrindo alguns fatos sobre a morte de seu pai, Orlando, enquanto Adán continuará ascendendo política e socialmente a partir de seu jogo duplo no conflito de San Marcos. A temporada se passa em diversos cenários na região da Cidade do México e ganha beleza com cenas filmadas na Patagônia argentina.

 
 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.