Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CULTURA

Dia do Cinema brasileiro terá estreia de cinema drive-in

Programação especial terá participação de diversos realizadores do Estado e terá também programação de lives
15/06/2020 07:00 - Naiane Mesquita


No Dia do Cinema Brasileiro, celebrado neste dia 19, o Museu da Imagem e do Som de Mato Grosso do Sul (MIS-MS) realizará uma programação especial com a participação de diversos realizadores do Estado.  

CINEMA DRIVE-IN

O cinema drive-in do Shopping Bosque dos Ipês será realizado do dia 17 a 21, com sessões duplas, mas sem produções inéditas.

Inspirado em projetos ao redor do mundo, a atração é uma opção de cinema na qual se assiste ao filme de dentro do carro. A moda voltou com as medidas de contenção ao novo coronavírus (Covid-19).  

Os filmes serão exibidos no estacionamento do shopping, e o local onde cada veículo estará estacionado será determinado pela ordem de chegada. 

No que diz respeito ao áudio, deve os carros tenham rádio FM, uma vez que o som será transmitido através de frequência. 

Também podem ser utilizados celulares com rádio FM. Para poder curtir melhor a experiência em termos de imagem e som, a recomendação é de até duas pessoas por carro, mas podem ser até quatro pessoas por veículo.

A programação começa no dia 17, com “John Wick: Um Novo Dia para Matar”, às 21h10min. No dia 18, “La La Land”, em duas sessões, às 17h30min e 21h10min.  

No dia 19, é a vez de “Até Que a Morte nos Separe 3”, às 17h30min e 21h10min.

Já no dia 20, o filme “Rock Dog: No Faro do Sucesso”, às 17h30min, e “A Maldição da Casa Winchester”, às 21h10min. 

Para finalizar, no dia 21 será novamente exibido “Rock Dog: No Faro do Sucesso”, às 17h30min, e “A Maldição da Casa Winchester”, às 21h10min

A programação do evento, denominado Cine Mato, começa hoje e será composta por lives no Facebook na página da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS). 

“Todos os anos realizamos uma mostra no museu alusivo ao Dia do Cinema Brasileiro, com exibição de filmes e debates. 

A proposta é mostrar um pouco do cinema brasileiro, da história, da memória e também das produções contemporâneas”, explica Marinete Pinheiro, coordenadora do MIS-MS.  

No primeiro dia da mostra, uma conversa entre Kézia Miranda e Larissa Anzoategui, produtora, editora e diretora da Astaroth, produtora independente de MS que já realizou seis curtas e um longa-metragem.

“Também realizamos uma parceria com o cineclube Cine Café – que está há cinco anos em funcionamento no museu –, o curso de Audiovisual da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e a TV Educativa”, ressalta Marinete.  

A programação continua amanhã, com bate-papo cujo tema é “O Imaginário, o Folclore e o Cinema”, conduzido por Julio Bezerra, professor do curso de Audiovisual da UFMS, e Andriolli Costa, jornalista, narrador e pesquisador de folclore e imaginário brasileiro.

No dia 17 é a vez do Cinema Documentário em MS, com Marinete Pinheiro, jornalista, cineasta e documentarista, e Lu Bigatão, documentarista, produtora e apresentadora do programa Cult, da TVE Cultura.

No dia 18, os filmes de bangue-bangue serão a atração do diálogo, com a participação de Carlos Diehl, roteirista e produtor executivo na TVE Cultura, e Alexandre Couto, cineasta independente que dirigiu filmes de longa-metragem em Campo Grande.  

Outro destaque é a conversa do dia 19, “Documentário de Invenção e Poesia”, com o cineasta Joel Pizzini, autor de ensaios documentários premiados internacionalmente, como “Caramujo-Flor” e “500 Almas”. Acompanha Pizzini, Marinete Pinheiro.  

Para finalizar, a última roda de conversa será sobre

 “Roteiro e Produção Criativa”, com Kézia Miranda e Mariana Tesch, mestre em Roteiro pela Northwestern University (com bolsa Capes e Fulbright). Tesch roteirizou os curtas-metragens “NY, MG” (2017), vencedor do Festival de Curtas TNT, com estreia no canal TNT Brasil, e “Nervo” (2019), com exibições em diversos festivais pelo Brasil. 

Seus trabalhos mais recentes como roteirista são as séries “Clube da Anittinha” (Gloob), “Coisa Mais Linda” (Netflix) e “Oswaldo” (Cartoon Network). 

ALIMENTAÇÃO

O cliente poderá consumir produtos da praça de alimentação do shopping, que serão entregues no carro.

Os ingressos podem ser adquiridos pelo hotsit 

A partir da compra, o cliente receberá um QR Code que deverá ser apresentado para acesso à sessão. 

VALOR DOS INGRESSOS

Os ingressos custam R$ 60 (valor integral) por pessoa. Quem preferir pode aderir à meia-entrada social, ou seja, mediante doação de 1 kg de alimento não perecível, a entrada passa a custar R$ 30. 

Crianças até 7 anos não pagam. 

O estacionamento é gratuito.

 
 

Felpuda


Candidato a prefeito de cidade do interior foi buscar “inspiração” para elaborar seu programa de governo.

Assim, não se fez de rogado em beber da fonte de prefeito que tenta a reeleição em município da Bahia.

O dito-cujo cá dessas bandas copiou as propostas e vinha as apresentando como sendo de sua autoria.

A população já descobriu o plágio e ainda aguarda uma explicação.

Se não houver, as urnas certamente a darão.