Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COLUNA CLOSE

Divisor de águas

Campeã da 13ª edição do “Big Brother Brasil”, Fernanda Keulla participa pela terceira vez como repórter do programa
19/03/2020 10:58 - Caroline Borges/TV Press


 

O “Big Brother Brasil” e a vida de Fernanda Keulla andam lado a lado. Afinal, o “reality show” foi o grande responsável pela trajetória artística da apresentadora. Fernanda, que atualmente participa do programa como repórter, foi a vencedora da 13ª edição. Graças ao prêmio e à repercussão da produção, ela, que é formada em Direito, teve a oportunidade de investir em sua carreira diante das câmeras. “Sempre quis trabalhar com tevê e com comunicação. Mas eu era de uma cidade muito pequena e, quando eu tive a chance de fazer uma faculdade, a minha família sempre me direcionou a fazer um curso mais tradicional. Quando eu venci o ‘BBB’, ajudei a minha família e isso me liberou para estudar outros temas e me dedicar às minhas paixões”, explica Fernanda, que segue se aprimorando cada vez mais. “Hoje, eu continuo estudando com grande prazer em estar fazendo o que eu mais amo e usando tudo que eu aprendi como advogada para administrar a minha carreira”, completa.

É a terceira participação de Fernanda no “Big Brother Brasil” como repórter. Ao lado de Ana Clara e Nivy Estephan, ela é responsável pelos “flashes” nas ruas do Rio de Janeiro, repercutindo os acontecimentos do confinamento. Além disso, ela também comanda os programas e as mesas redondas que vão ao ar no site Gshow, no Globoplay e nas redes sociais do “reality show”. Com uma vivência prévia do “game”, Fernanda usa sua experiência para ser mais empática com os atuais participantes. “Eu sei o que eles estão vivendo. De certa maneira, já passei por tudo aquilo e, por mais que cada ano seja uma viagem mais louca ainda, eu sei de muito do que se trata o jogo, a convivência. Posso levar a minha experiência como participante, o entrosamento que eu fiz com a minha equipe durante esses últimos anos e a voz das ruas”, valoriza.

Campeã do “BBB”, Fernanda sabe como a exposição do programa pode afetar a vida do participante. Por isso, ela acredita que, quem se inscreve no “reality show”, deve estar preparado para a intensa repercussão. “A minha principal dica, hoje, para quem decide entrar no ‘BBB’, é que a pessoa esteja preparada para os julgamentos, que ela não se importe e não se preocupe lá dentro com as coisas aqui de fora e que ela não estude o programa porque cada edição é uma edição nova, um elenco novo, um formato com elementos novos. Não existem fórmulas prontas, existe apenas a sua personalidade”, avalia.

Além do “Big Brother Brasil”, Fernanda também chegou a integrar o elenco do “Vídeo Show” em sua fase derradeira. A experiência de pouco menos de um ano ajudou Fernanda a ganhar novos conhecimentos sobre televisão. “Eu tratava diretamente com colegas de trabalho, com pessoas que estão no mundo da televisão há muito tempo e com o público nas ruas. Tinha um volume de matérias enorme e a bancada ao vivo. Além do mais, no ‘Vídeo Show’ eu tinha uma liberdade muito grande de criar as matérias, de trabalhar junto com os produtores e roteiristas e trabalhar com elementos como a cenografia. Pude vivenciar várias áreas junto com os profissionais que eu admiro e convivo até hoje”, valoriza.

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.