Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CRIATIVIDADE

Em podcast para crianças, anta vira personagem principal

Após filhos crescerem, jornalista e redatora lançou o projeto “Antacanta”, com histórias infantis
27/04/2020 07:00 - Naiane Mesquita


 

Não é de hoje que o protagonismo da anta tem circulado pelo país. De animal relacionado à ofensa a um dos mais inteligentes da nossa fauna, o maior mamífero da América do Sul merece ser inspiração para muitas histórias. No podcast da jornalista Ana Tereza Camargo, ela ganha status de protagonista, com direito a muitas reflexões, inclusive, sobre o isolamento social.  

Com o nome Antacanta, o podcast tem seis episódios lançados, sendo cada um com três minutos em média de duração. Ana, que reside há 30 anos em Campo Grande, explica que o desejo de contar histórias para crianças surgiu após o seu ninho ficar vazio. “Eu sou jornalista por formação e moro em Campo Grande há bastante tempo. Trabalho com redação publicitária e comecei a escrever textos próprios infantis há uns dois anos, quando meus filhos, já adultos, saíram de casa. Foi uma necessidade de resgatar meu lado maternal”, ressalta.

PODCAST

De início o projeto era mais abrangente, mas sem investimentos, Ana preferiu reduzir para o formato podcast. “O projeto das histórias infantis era maior, eu pretendia fazer animações, fui atrás de financiamento, mas não deu certo. Os podcasts bombaram, se tornou um formato prestigiado e uma produção mais viável, barata”, explica Ana.

A autora também é a narradora dos podcast. “Eu busquei um viés para as histórias que falasse um pouco sobre a aceitação das diferenças, da luta contra o bullying e para isso eu queria que fosse uma personagem inspirada na fauna local e que pudesse representar de alguma maneira essas questões. A anta combinou perfeitamente porque seu nome é utilizado de forma pejorativa, o que é uma injustiça. O primeiro episódio fala sobre isso”, indica.  

Os episódios são lançados semanalmente em diversos canais, entre eles, o Spotify. A última foi inspirada na história real de uma anta que apareceu na cidade, mais precisamente, passeando tranquilamente na Avenida Afonso Pena, próxima ao Parque das Nações Indígenas. A inspiração de ver animais passeando livremente durante o isolamento social fez nascer o episódio “Gente presa, bicho solto”, uma divertida alegoria sobre a atual situação da humanidade.  

Segundo Ana, as crianças aceitaram bem a proposta. O próximo passo é seguir pelo caminho da musicalização. “As melodias das canções serão feitas pela musicista Thamyres Tannous. Serão histórias rimadas no universo da Antacanta”, indica.  

Serviço - O podcast pode ser ouvido através de vários canais, entre eles, Spotify, Google Podcasts, Apple e Spreaker - https://www.spreaker.com/show/antacanta.

 

Felpuda


Candidato a prefeito de cidade do interior foi buscar “inspiração” para elaborar seu programa de governo.

Assim, não se fez de rogado em beber da fonte de prefeito que tenta a reeleição em município da Bahia.

O dito-cujo cá dessas bandas copiou as propostas e vinha as apresentando como sendo de sua autoria.

A população já descobriu o plágio e ainda aguarda uma explicação.

Se não houver, as urnas certamente a darão.