Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FOLIA E QUARENTENA

Escolas de samba já discutem possível adiamento do Carnaval em 2021

Os sambistas já cogitam passar os desfiles para março, maio ou até junho do ano que vem
21/06/2020 08:37 - Da Redação


Se é verdade que “na folia o povo esquece a amargura”, como diz um samba do Salgueiro, a revanche na Sapucaí contra esses tempos tão difíceis pode demorar, devido à situação provocada pela crise do novo coronavírus que já se arrasta por meses. 

A necessidade de adiar os desfiles de carnaval no Brasil — um espetáculo com aglomeração por natureza, na pista e na plateia — está cada vez mais em debate entre dirigentes e artistas das escolas, segundo informou o jornal Extra. 

Entre eles, ecoa a opinião de que a festa só acontecerá na data original, em fevereiro de 2021, se, até lá, houver uma vacina contra o coronavírus ou, no mínimo, um medicamento eficaz e o contágio quase zerado no Brasil.

Os sambistas já cogitam passar os desfiles para março, maio ou até mesmo para o feriado de Corpus Christi, em junho. Jorge Castanheira, presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), afirma que nos próximos dias convocará uma reunião para debater os rumos do carnaval.

Até lá a festa de cores mais famosa do Brasil ainda passa por incerteza no que diz respeito a sua data de origem.

 

Felpuda


Conversas muito, mas muito reservadas mesmo tratam de possível mudança, e não pelo desejo do “inquilino”.

Por enquanto, e em razão de ser um assunto melindroso, os colóquios estão sendo com base em metáforas.

Até quando, não se sabe, pois o que hoje é considerado tabu poderá se tornar assunto em rodinhas de conversas.

Como dizia o célebre Barão de Itararé: “Há mais coisas no ar, além dos aviões de carreira”. Só!