Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CARNAVAL 2020

Espetáculo de luzes marcou abertura do Carnaval no Rio; veja vídeo

Tradicional baile de carnaval acontece todos os anos no Copacabana Palace
24/02/2020 20:00 - Da Redação


 

Aconteceu na noite deste sábado, 22, o tão esperado e bombado Baile do Copa. O agito contou, claro, com presenças de fashionistas e celebridades como Vitoria Strada, Leticia Lima, Glamour Garcia, Renata Kuerten, entre outros. Na edição 2020, a tradicional festa, que acontece no hotel do Rio de Janeiro desde 1994, teve como tema "Abra Suas Asas", que enalteceu a liberdade, conforme publicação da revista Glamour.

“Nada mais atual do que falar de diversidade, uma das principais bandeiras da atualidade. Ao escolher este tema, procuramos incentivar a integração, o respeito e a igualdade. Aqui, todos podem ser o que quiserem”, conta a diretora-geral do hotel, Andréa Natal. 

Confira o vídeo do show de luzes na fachada do Copacabana Palace:

 
Show de luzes no Copacabana Palace - WhatsApp/ Correio do Estado
 

Este ano, a coroa de rainha do Baile do Copa foi entregue para Camila Queiroz, a paulista de Ribeirão Preto, reconhecida por seu papel como Angel na premiada série "Verdades Secretas", da Rede Globo. O título já pertenceu a Ísis Valverde, Sabrina Sato, Marina Ruy Barbosa, Luiza Brunet, Luana Piovani, Guilhermina Guinle, Deborah Secco, Grazi Massafera, entre outras celebridades. 

A decoração da noite foi desenvolvida por Daniel Cruz, que transformou os salões quase centenários do hotel em uma verdadeira floresta contemporânea. “Foi utilizado muito revestimento em animal print, além de figuras humanas representando os animais de uma maneira não óbvia”, conta Daniel. DJ Papagaio, o tradicional Cordão da Bola Preta e Serjão Loroza agitaram a noite com muita música.

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.