Clique aqui e veja as últimas notícias!

CULTURA

Festival On Line da Melhor Idade começa hoje e reúne casais de todo Estado

Dança de Salão foi a modalidade escolhida pela organização para entreter os idosos sul-mato-grossenses
16/11/2020 11:09 - Carol Alencar Cozzatti


Casais de 20 municípios de Mato Grosso do Sul disputarão, virtualmente, o Fertival On -Line da Melhor Idade – Dança de Salão.

A primeira fase tem início nesta segunda (16) e contará com júri popular. Os vídeos com as apresentações para votação serão disponibilizados na página da Funcação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) no Facebook e no canal do Youtube.

Os municípios inscritos são Alcinópolis, Amambai, Anastácio, Bataguassu, Caarapó, Camapuã, Dourados, Glória de Dourados, Inocência, Itaporã, Ivinhema, Jaraguari, Maracaju, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paranaíba, Selvíria, Sidrolândia, Três Lagoas e Vicentina.

A escolha da modalidade dança de salão foi pensada por ser uma atividade fácil de desenvolver no âmbito domiciliar, evitando possíveis aglomerações, em decorrência da Covid-19. 

A modalidade também faz parte dos tradicionais Jogos da Melhor Idade de Mato Grosso do Sul, criados em 2017, e migrados neste ano ao formato on-line, por serem direcionados a pessoas acima de 60 anos, um dos grupos mais suscetíveis às complicações do novo vírus.

“A Fundesporte teve de se reinventar nesse período tão complicado de pandemia em 2020 e não poderíamos, com todas as precauções, deixar de organizar um evento direcionado à população idosa, proporcionando qualidade de vida e bem-estar físico e psicológico”, destaca o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda.

Segundo a gerente-geral de Desenvolvimento de Atividades Desportivas (Gedel) da Fundesporte, Karina Pereira Quaini, os casais estão animados para a competição. “Sentimos que, tanto nas reuniões com os gestores esportivos de cada município, quanto por mensagens, eles estão se sentindo muito motivados e agradecidos por a Fundesporte lançar um evento, mesmo on-line, num momento de pandemia, pensando nas pessoas idosas”.

Como vai funcionar?

As disputas serão em casal. Cada cidade terá a participação de um, que fará sua apresentação em casa ou em local escolhido pela Prefeitura. As secretarias municipais de esporte ou assistência social, responsáveis pelas ações voltadas à terceira idade, deverão designar um interlocutor para acompanhar o casal participante e auxiliá-lo, seguindo protocolos rígidos de biossegurança.

Na primeira fase, cada interlocutor municipal enviou à organização do Festival (Gedel/Fundesporte) um vídeo da apresentação do casal, no estilo Forró. A apresentação tem duração aproximadamente três minutos. 

Para a escolha dos melhores vídeos, será utilizada votação popular, com o prazo de 24 horas, em enquete nas redes sociais da Fundesporte. Os vídeos serão postados no Facebook da Fundesporte sempre às 8 horas, de 16 a 20 de novembro.

Já a semifinal terá como ritmo a valsa e os casais estarão dispostos em dois grupos. As apresentações, com a mesma duração, serão ao vivo e disponibilizadas no canal oficial da Fundação no YouTube. Nesta fase, cada casal será avaliado por cinco membros do júri técnico (organização) e popular.

A final, com seis duplas, também será ao vivo e terá como gênero musical o Chamamé. O formato de avaliação dos participantes será o mesmo da semifinal. O júri técnico, composto por especialistas em dança de salão, vai avaliar os quesitos ritmo, sincronismo, criatividade e expressão. Os três primeiros casais receberão troféu. Além disso, todos os participantes vão ganhar placa de homenagem.