Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TELEVISÃO

Flexibilização no ar imposto pelo coronavírus

Programas se adaptam ao “novo normal” para retomarem suas produções
19/06/2020 10:25 - Márcio Maio/TV Press


 

Desde que foi declarada a pandemia do novo coronavírus, fala-se muito no tal “novo normal”. Em todos os campos profissionais, são muitas as dúvidas sobre como tudo vai seguir diante da possibilidade iminente de um aumento no número de contaminações. Na tevê, além do compromisso com a informação, há também a necessidade de se enquadrar nesses novos padrões de segurança, para que a saúde das equipes envolvidas não seja colocada em risco. Alguns programas de auditório, por exemplo, como o “Encontro com Fátima Bernardes”, da Globo, já voltaram ao ar. No entanto, sem auditório, reduzindo a quantidade de pessoas no cenário e abusando da tecnologia para garantir o isolamento adequado.

Ao contrário do “Encontro”, o “Mais Você”, também da Globo, ainda não tem data para voltar. Ana Maria Braga, como todos os profissionais com mais de 60 anos na Globo, está trabalhando em “home office”, com um pequeno espaço dentro do programa da colega. Atuar remotamente também foi a solução adotada por Pedro Bial para o “Conversa com Bial”. A Globo, inclusive, lançou um novo talk show, mas no Globoplay, o “Sterblitch Não Tem Um Talk Show: O Talk Show”, que Eduardo Sterblitch comanda também remotamente.  

A falta de plateia, pelo menos por um bom tempo, será uma constante nessas produções. O “The Noite com Danilo Gentili”, do SBT, entrou nesse esquema, assim como o “Programa da Maísa” e “Passa ou Repassa”, entre outros da emissora de Silvio Santos, que já estão com os trabalhos retomados. Em alguns deles, o álcool em gel chega a aparecer. O “Bake Off Brasil - A Cereja do Bolo” já foi produzido no período pós-pandemia e, ali, as garrafas do líquido higienizador são tão grandes que é impossível não notar. Planos mais abertos também chamam atenção – aliás, isso em quase todos os programas que estão sendo produzidos atualmente e envolvem mais de uma pessoa no ar. É que se torna necessário mostrar o distanciamento físico entre os apresentadores e/ou convidados – até para dar o exemplo a quem assiste. No “Bake Off”, a distância é tanta que, às vezes, Nadja Haddad e Beca Milano ficam “pequenininhas” no vídeo.

Um dos gêneros que parece ser complicado de se retomar em meio à pandemia do novo coronavírus é o de reality shows. Mesmo assim, a Record já tem planos para produzir, em breve, uma próxima edição de “A Fazenda”. E a Globo já gravava a segunda edição do “Mestre do Sabor” quando a pandemia foi declarada. Correu para finalizar os trabalhos, faltando apenas a grande final, prevista para ser exibida no dia 23 de julho. Até aí, nada fora do previsto, já que as competições gastronômicas costumam mesmo ter o último episódio transmitido ao vivo, evitando “spoilers” a respeito do resultado final. Resta agora saber como isso será feito. A emissora tem pelo menos mais um mês para decidir.

 

Felpuda


Pré-candidatos que em outras eras cumpriram mandato e hoje sonham em voltar a ter uma cadeira para chamar de sua estão se esmerando em apresentar suas folhas de trabalho. O esforço é grande para mostrar os serviços prestados, mas estão se esquecendo que a cidade cresceu, os problemas aumentaram e aquilo que já foi tido como grande benefício hoje não passa da mais simples obrigação diante do progresso e das novas exigências legais. Assim sendo...