Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIÊNCIA

Infectologista Ho Yeh Li é homenageada pela Turma da Mônica

Pesquisadora foi a responsável por acompanhar os brasileiros que voltaram da China, no início da pandemia
07/05/2020 12:36 - Naiane Mesquita


A Turma da Mônica continua com o projeto de homenagear mulheres que desempenham um papel importante para a ciência brasileira. Dessa vez, a escolhida foi a coordenadora da UTI de infectologia do Hospital das Clínicas em São Paulo, Ho Yeh Li, responsável por liderar a missão de resgatar os 34 brasileiros que estavam na cidade chinesa Wuhan, na época o epicentro do novo coronavírus. Única infectologista a participar da operação do Ministério da Saúde, Ho está no topo da lista dos mais conceituados especialistas do país nesta área, sendo, também, a maior referência no tratamento da febre amarela. Nascida em Taiwan, a médica veio para o Brasil em 1983, onde se naturalizou e cursou medicina na Universidade de São Paulo.

Devido a tamanha importância na ciência e na saúde brasileira, a doutora Ho ingressa ao hall do Donas da Rua da História. Ela é a primeira de uma série de mulheres da área da saúde que serão homenageadas pelo Maurício de Sousa Produções, responsável pela Turma da Mônica. A personagem escolhida para interpretar a infectologista foi Keika. A homenagem faz parte do projeto que busca inspirar as meninas a ganharem mais espaço e ocuparem seu lugar em qualquer campo do saber.

Mulheres na saúde

As mulheres são a principal força de trabalho da saúde, segundo dados baseados no Censo do IBGE, respondendo por 65% dos mais de seis milhões de profissionais ocupados no setor público e privado, tanto nas atividades diretas de assistência em hospitais, quanto na Atenção Básica. 

O projeto pode ser conferido no site: http://turmadamonica.uol.com.br/donasdarua/ddr-da-historia.ph. Vale lembrar que Mato Grosso do Sul já apareceu na lista de Donas da Rua, com Neiva Guedes, do Instituto Arara Azul, que luta pela conservação da espécie ameaçada de extinção. 

 

 

Felpuda


Questão de família acabou descambando para o lado da política, e a confusão já é do conhecimento público. 

A queda de braço tem como foco a troca de apoio político que, de um, foi para outro. Sem contar as ameaças de denúncia da figura central do imbróglio. 

A continuar assim, há quem diga que nenhum dos dois candidatos a vereador envolvidos na história conseguirá ser eleito. Barraco é pouco!