Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

AGENDA CULTURAL

Lives de cantores sul-mato-grossenses e da dupla Jorge e Mateus são destaques deste fim de semana

Maria Cecília e Rodolfo fazem live no sábado para arrecadar doações
01/05/2020 07:00 - Naiane Mesquita


 

O fim de semana em Campo Grande será animado, com programação musical pela internet.  

Amanhã, a dupla Maria Cecília e Rodolfo farão uma live no programa #SescEmCasa. A iniciativa une cultura e solidariedade com o incentivo de doações de alimentos para o Mesa Brasil Sesc, um programa criado em 1994 que combate a fome e o desperdício de alimentos. A live começa às 20h30min, no canal da dupla no YouTube.

O projeto continuará durante o mês com outros artistas: Banda Sampri, no dia 8; Chicão Castro e Fabinho, no dia 15; Filho dos Livres, no dia 22; e, finalizando, O Bando do Velho Jack, dia 29 de maio.

Nacional

Já no cenário nacional, as lives continuam a todo vapor, principalmente no setor sertanejo. A programação começa hoje: às 14h, Thaeme e Thiago; às 16h, Naiara Azevedo; também às 16h, Xande de Pilares; e às 18h, Edson Gomes, Jonas Esticado e Murilo Huff.

O destaque vai para o Cabaré do Leonardo, às 20h. Às 21h ocorrerá o encontro de Harmonia do Samba, Léo Santana e Parangolé.  

Sábado  

Quem promete movimentar a internet novamente é a segunda live da dupla Jorge e Mateus, às 17h.  

Quem também dá as caras é Lulu Santos, às 21h. 

 
 

Netflix

Neste fim de semana tem estreias na plataforma de streaming Netflix. Como em todo início de mês, a programação é recheada de novos títulos.  

Entre os destaques está a trilogia de Batman, assinada pelo diretor Christopher Nolan.

Na lista de suspenses, o filme “Ilha do Medo” é a grande contribuição. A história cheia de reviravoltas conta com o ator Leonardo DiCaprio no papel principal.  

O terror também terá vez neste mês, com a chegada de “Annabelle”, “Sobrenatural – A Origem” e o clássico “Psicose”, de Alfred Hitchcock.  

Séries

Entre as séries o destaque vai para a estreia da nova série da Netflix, “Hollywood”, de Ryan Murphy. A produção acompanha um grupo de atores e produtores que tentam tudo para alcançar o sucesso na Hollywood pós-Segunda Guerra Mundial.

Em sequência tem a quarta temporada de “Outlander” e o segundo ano de “Disque Amiga para Matar”.  

Amazon

Outro serviço de streaming de filmes e séries, o catálogo da Amazon foca nas estreias mais recentes. Por isso, “Frozen 2” já está disponível para assistir, além de vários outros lançamentos da Disney, como os live-actions que estrearam no cinema em 2019. Além da nova temporada da premiada série “Homecoming”, o público também tem disponível a saga Star Wars.

Outro destaque para o público infantil é o filme “Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica”. A história conta a trajetória de dois jovens irmãos elfos que embarcam em uma extraordinária jornada para tentar redescobrir a magia do mundo ao seu redor e trazer seu pai de volta por um dia. O filme estreou em 2020 no cinema, bem no início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), e muita gente não conseguiu conferir a produção em cartaz. Uma ótima oportunidade de colocar os filmes do estúdio em dia.  

Livros

Para quem quer dar um tempo da televisão, os livros podem ser uma saída interessante, que auxilia até no cuidado da saúde mental.  

Quem gosta de “Grey’s Anatomy” pode investir no livro “O Ano em que Disse Sim”, de Shonda Rhimes.  

O livro foi escrito pela aclamada e premiada criadora e produtora-executiva dos sucessos televisivos “Grey’s Anatomy”, “Private Practice” e “Scandal”, e produtora-executiva de “How to Get Away with Murder”. Você nunca diz sim para nada. Foram essas seis palavras, ditas pela irmã de Shonda durante uma ceia de Ação de Graças, que levaram a autora a repensar a maneira como estava levando sua vida. O livro custa em média R$ 30 nas livrarias digitais.

 
 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...