Clique aqui e veja as últimas notícias!

LITERATURA

Livro gratuito “O Pequeno Macedônio” aborda filosofia, bullying e a amizade na infância

Gratuito, "O Pequeno Macedônio" foi escrito por Henrique Komatsu e ilustrado por Fábio Quill
25/03/2021 13:15 - Naiane Mesquita


Um menino forasteiro que encontra dificuldades em se encaixar na nova terra. O livro infantil “O Pequeno Macedônio” tem um enredo que faz eco em muitas situações vividas ao longo da história humana e que continuam em alta durante o século 21, como as recentes migrações. Escrito por Henrique Komatsu, finalista do Prêmio Jabuti no ano passado, e ilustrado pelo artista visual Fábio Quill, indicado ao prêmio HQMIX em 2020, o livro recebeu investimentos do Edital Morena Cultura e Cidadania, com recursos da Lei Aldir Blanc e apoio da Prefeitura Municipal de Campo Grande, e está disponível gratuitamente no formato e-book.  

De forma mais específica, a trama aborda Sasko, um menino que veio da Macedônia e encontra dificuldades em se encaixar em sua nova terra, sobretudo com as outras crianças. No decorrer da história, um misto de emoções traz a expectativa da amizade, a necessidade do afeto e as razões que movem as pessoas no mundo.  

O livro, o terceiro infantil de Komatsu, segue novamente o caminho da filosofia, uma das formações do escritor, que também se formou em Direito. “Essa coisa de querer escrever filosofia para criança é uma questão que surgiu desde a época que eu acabei a faculdade. Tinha uma discussão na faculdade que era: é possível escrever filosofia para crianças? Eu não acompanho mais essas discussões, mas na época a conclusão a que se chegou foi: não. Não é possível, porque o pensamento filosófico pressupõe algumas coisas. Ele pressupõe uma experiência reflexiva, que a criança refletiu sobre aquilo, que ela vivenciou. Essa reflexão e abstração que vão ser o material da filosofia, e enquanto a criança não tiver isso não é possível fazer filosofia”, conta Henrique.

Apesar das conclusões acadêmicas, o escritor acredita que é possível abordar as experiências reflexivas em livros infantis. “A partir daí eu comecei a escrever alguns livros infantis, e ‘O Pequeno Macedônio’ é o terceiro deles que tem essa temática, ‘o que é estar no lugar do outro?’, ‘será que a criança consegue pensar desta forma?’. Em cima disso, eu escrevi o livro”, explica.  

Henrique se inspirou em épicos como “Odisseia” e “Ilíada”, de Homero, e também em personagens da mitologia grega. “Acredito que ‘O Pequeno Macedônio’ traga também vários debates e temas que podem ser trabalhados, como o bullying, por exemplo. O fato de Sasko se sentir deslocado e a maneira como é recebido por seus colegas pode servir para debater as motivações com as crianças”, sugere.

Além das inspirações literárias, um pouco de sua trajetória pessoal está presente no livro. “Quando eu trabalhei em um navio, conheci um cara da Macedônia e tinha dificuldade de entender o que ele pensava. Por isso eu puxei o ‘Pequeno Macedônio’”, explica o autor.