Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RAIO-X

No elenco da série “Homens?”, do Comedy Central, a atriz investe em seu lado cômico

Lua Blanco compõe o elenco da série Homens. A atriz investe em seu lado cômico
01/05/2020 06:00 - Caroline Borges/TV Press


Lua Blanco é bastante observadora quanto aos seus passos profissionais

A atriz de 33 anos acompanhava atentamente a trajetória de Fábio Porchat no humor há bastante tempo. 

Tanto que, há alguns anos, os dois planejavam uma parceria diante do vídeo. 

A oportunidade 

Surgiu durante a segunda temporada da série “Homens?”, em que Lua vive a descolada Maria. “A série era um prato cheio para me atrair. Sempre tive muita vontade de trabalhar mais com humor e sou muito grata por ter tido essa chance. Estou feliz que essa parceria com o Fábio finalmente rolou”, explica. 

Na série exibida pelo Comedy Central, Maria é uma antiga colega de escola de Alexandre, papel de Porchat. 

Os dois acabam se reencontrando durante um teste que ele presencia. “A Maria é um novo interesse amoroso na vida do Alexandre. O ‘affair’ deles é divertido e leve, mas a temporada termina com uma surpresa”, despista.

O lado artístico de Lua é familiar. 

A atriz é filha do músico Billy Blanco Junior e neta do cantor Billy Blanco. 

Ela, no entanto, ganhou projeção nacional ao protagonizar a novela “Rebelde”, da Record, em que viveu a intensa Roberta. 

“Foi um trabalho fundador muito especial que juntou música e atuação. Além disso, ainda construiu minha base de fãs que tanto amo”, valoriza Lua, que está passando o período da quarentena ao lado do namorado, Leandro Soares. 

“Estou bem tranquila e com a cabeça boa, embora eu esteja caindo em vícios como o Instagram, ‘Big Brother Brasil 20’ e séries. Tenho cuidado bastante da casa, cozinhado, feito faxina, lavado roupa e fazendo companhia ao Leandro, meu namorado e parceiro de confinamento. Também estou preparando uma surpresa para lançar para os meus fãs”, promete.

Nome: Lua Maria Blanco.

Nascimento: Em 5 de março de 1987, em São Paulo.

Atuação inesquecível: “Meus fãs não parecem esquecer da Roberta que fiz em ‘Rebelde’, então deixo eles falarem por mim”.

Interpretação memorável: Leonardo DiCaprio no filme “A Origem”, de Christopher Nolan.

Momento marcante: “Quando dividi o camarim com Lília Cabral”.

O que falta na televisão: “Apesar de estarmos caminhando, acho que ainda falta diversidade”.

O que sobra na televisão: “Sensacionalismo barato”.

Com quem gostaria de contracenar: Tatá Werneck.

Se não fosse atriz, o que seria: “Tradutora, que é minha formação”.

Ator preferido: Leonardo DiCaprio.

Atriz preferida: Julia Roberts

Novela: “Terra Nostra”, da Globo, de 1999.

Vilão marcante: Carminha, vivida por Adriana Esteves em “Avenida Brasil”, da Globo, de 2012.

Que novela gostaria que fosse reprisada: “Verdades Secretas”, da Globo, de 2015.

Que papel gostaria de representar: “O papel de uma mulher forte”.

Filme: “Titanic”, de James Cameron.

Autor predileto: Leandro Soares.

Diretor favorito: Quentin Tarantino.

Uma mania: “Falar em inglês”.  

Um medo: “De não me realizar”.  

Projeto: “Quero gravar algumas músicas do meu avô”.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!