Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

EVENTO BENEFICENTE

Luan Santana fará live direto do Pantanal neste domingo para ajudar bioma contra as chamas

Às 16h, o cantor estará ao vivo a bordo de um barco no meio do Rio Paraguai, próximo à Serra do Amolar
22/11/2020 09:32 - Gabrielle Tavares


O cantor sul-mato-grossense Luan Santana fará uma live neste domingo (22), a partir das 16h a bordo de um barco no meio do Rio Paraguai, próximo à Serra do Amolar, um dos lugares mais afetados pelas queimadas no Pantanal de Mato Grosso do Sul este ano.  

Todas as doações e a verba arrecadada no show online serão destinadas às ações de recuperação da região. Com apoio do National Geographic, a live será transmitida pelo canal oficial do cantor no YouTube e no @natgeobrasil.

No dia 11 de novembro, Luan Santana visitou o Pantanal sul-mato-grossense para ver de perto a situação do bioma atingido pelas chamas. “Fiquei tão impactado em me deparar com aquele paraíso assim, todo cinza, como uma cena de filme de guerra”, disse.

Foi então que ele criou o 'Movimento Pantanal Chama', com apoio do poder público, sociedade civil e instituições sem fins lucrativos para ajudar na recuperação do bioma, das comunidades ribeirinhas, indígenas, quilombolas e dos animais. O objetivo é alcançar R$ 8 milhões para o projeto.

“Eu até entendo que a gente mora longe e se sinta pouco afetado por tudo isso que está acontecendo. Sabemos que bichos morreram, que área gigantesca foi devastada, mas, às vezes, a gente não entende como isso pode afetar a vida da gente. A minha visita hoje é para descobrir essas respostas. E lutar para que muitos possam me ajudar”, ressaltou o cantor.

Serão usadas as hashtags #opantanalchama, #movimentoopantanalchama, #sospantanal e #uniaopantanal. Também será mantida uma plataforma com um QR CODE e um número gratuito para que o público contribua com o projeto.

A captação de recursos para a proteção ambiental será centralizada no Instituto SOS Pantanal que vai repassar os valores para instituições e ONGs que já estão atuando no combate aos incêndios, no resgate de animais e recuperação do bioma.

Queimadas

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam que os focos de incêndio voltaram a crescer a partir deste mês.

Com as fortes queimadas que atingiram o Pantanal em setembro e outubro, durante o ano foram identificados 21.375 mil focos de incêndio no bioma, com aumento de 131% em relação ao mesmo período de 2019, de acordo com o Inpe.

Segundo dados do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Lasa-UFRJ), 28% do bioma foi consumido pelo fogo, tanto em Mato Grosso, quanto no Estado.

 
 

Felpuda


Ex-petista de quatro costados, que acabou se aboletando em outro partido já há algum tempo, decidiu se submeter mais uma vez às urnas na tentativa de voltar a comandar cidade do interior de Mato Grosso do Sul. O eleitorado não botou fé e decidiu reeleger o atual prefeito.

Agora, há quem diga que o dito-cujo, que é fã de Carnaval, já pode ir preparando sua fantasia: “palhaço das perdidas ilusões”. Ô maldade!