Clique aqui e veja as últimas notícias!

ARTE

Místicas, mandalas tem fama de acalmar a mente e harmonizar o ambiente

Daienny Gonçalves de Lima começou a pintar durante uma crise depressiva e não parou mais
28/09/2020 07:30 - Carol Alencar Cozzatti


Com fama de místicas, as mandalas são desenhos geométricos com um centro bem definido. Podem ser compreendidas como uma representação entre o universo e o cosmos, mas, independentemente da concepção, estão presentes há muito tempo no universo da arte. Além do caráter decorativo, a mandala tem o poder de prender quem a admira e de ser um calmante visual.  

Foi em busca da tranquilidade das mandalas que a designer de sobrancelhas Daienny Gonçalves de Lima, 30 anos, sentiu a necessidade de pintar as suas primeiras obras. Na época, ela passava por um momento difícil e lutava contra uma crise de depressão.  

“Eu comecei a rascunhar mandalas como passatempo mesmo e, logo depois, resolvi testar em uma blusa, com caneta para tecido. Postei a foto, e os amigos elogiaram. Foi então que rolou a primeira encomenda”, conta Daienny.

Mãe de dois filhos, Luiza, três anos, e Rafael, um ano e oito meses, a artesã precisou fazer repouso absoluto na gravidez do segundo filho. Foi nessa época que ela decidiu transitar do tecido para as telas.  

“Eu tinha de ficar semissentada e, nessa época, elas me salvaram de não enlouquecer, parada e presa em casa. Me aliviava muito, me acalmava, me desacelerava”, comenta.