Clique aqui e veja as últimas notícias!

LUTO NA MÚSICA

Morte do músico Maurício Barros Almeida, o Lampião rende singelas homenagens nas redes sociais

Conhecido no meio cultural, músico Lampião era personalidade icônica de MS
02/10/2020 07:51 - Carol Alencar Cozzatti


Quando alguém querido se vai, as redes sociais viram palcos de homenagens de quem fica. Considerado uma personalidade icônica, Maurício Barros Almeida, mais conhecido como Lampião, 68 anos, teve um infarto e morreu nesta quinta-feira (1º) em sua chácara, a ‘Sagarana’, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. 

Deixou amigos do meio cultural órfão e com um sentimento de saudade.“Hoje mais um amigo nos deixa. Seu coração parou, quem sabe de tanta emoção pelas mensagens pelo seu aniversário.... Maurício Barros Almeida, o Maurício da Batatinha, o Lampião, primeiro parceiro do Almir Sater na dupla Lupe e Lampião, quando eu o conheci em 1976. Depois foram anos de convivência cantando juntos no Expresso Arrasta-Pé, quando eu comecei a fazer parte do grupo em 1986. Muitas viagens, shows pelo Brasil, no MS, projetos... Muita história. Que seja alegre esse retorno ao plano espiritual e nosso carinho possa confortar a família, principalmente a Batatinha, o Zegui e o Majorzinho”, publicou a artista plástica Miska Thomé.

O artista plástico Dago também estendeu um voto carinhoso: “Hoje o Lampião se apagou na Terra para iluminar o Céu. Até um dia, querido Maurício, grato por tudo”.

Maurício é esposo da famosa Batatinha. Os dois tiveram grande influência em reunir músicos, artistas, poetas e adeptos em seu restaurante na década de 90. "Mato Grosso do Sul e o Brasil perdem um artista sensível e talentoso, um ser de luz e uma pessoa serena e cheia de esperança de que dias melhores virão. Eu perdi um grande e amado amigo da vida inteira.. Nem sei..  parece que ainda não acordei.. Tá difícil”, homenageou a produtora cultural Malu Morenah.