Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

É DE GRAÇA!

Museu exibe filme baseado em livro de Jô Soares

Obra traz o detetive Sherlock Holmes para investigar um crime do Rio de Janeiro imperial
29/02/2020 17:47 - Adriel Mattos


 

O Museu da Imagem e do Som (MIS), em Campo Grande, exibe na próxima terça-feira (03.03) o filme “O Xangô de Baker Street”, do diretor Miguel Faria Júnior. Em parceria com o Cineclube Marginália, a  exibição acontece a partir das 19 horas, com entrada gratuita.

No filme, baseado no livro homônimo de Jô Soares, a atriz francesa Sarah Bernhardt (Maria de Medeiros) tem uma apresentação marcada no Brasil. Seu talento e graça encantam o imperador D. Pedro II (Cláudio Marzo), que, fascinado, conta para ela sobre o sumiço de um valioso violino Stradivarius, um presente dado por ele à baronesa Maria Luíza (Cláudia Abreu). Intrigada, Sarah sugere que o imperador convide o famoso detetive Sherlock Holmes (Joaquim de Almeida) para investigar o caso.

Depois da exibição, haverá um bate-papo entre os colaboradores do Marginália. A duração do filme é de duas horas e quatro minutos e a classificação é de 14 anos. O MIS fica no 3º andar do Memorial da Cultura e Cidadania Apolônio de Carvalho, localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, Centro. Informações podem ser obtidas pelo telefone 3316-9178.

O LIVRO

Publicado em 1995, a história se passa em 1886. Jô Soares traz para o Rio de Janeiro, capital do então Império do Brasil, o icônico personagem de Arthur Conan Doyle Sherlock Holmes e seu inseparável parceiro Watson.

O próprio imperador D. Pedro II convida a dupla para vir ao Brasil investigar o misterioso sumiço de um violino Stradivarius, que pertence à atriz francesa Sarah Bernhardt, que se apresenta na então capital do país. Com a ajuda do  delegado Mello Pimenta. Holmes e Watson percorrem as ruas da Cidade Maravilhosa atrás de pistas do paradeiro do violino e também encontrar o autor de uma série de crimes que estão chocando a cidade.

 

Felpuda


Embora embalada por vários “ex”, pré-candidatura a prefeito de esforçada figura não deslancha. É claro que ninguém ousa falar em voz alta que o apoio, em vez de alavancar os índices com o eleitorado, está é puxando para baixo. Uns dizem que o título do filme “Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado” retrata bem a situação. Outros complementam: “... na primavera, no outono, no inverno...”. Como diria vovó: “Aqui você planta, aqui você colhe!”.