Clique aqui e veja as últimas notícias!

NOVELA

“Além da Ilusão” marca a estreia de Larissa Manoela nas novelas da Globo

Com trama de época e romântica, a trama fará uma viagem pelo Brasil das décadas de 1930 e 1940
10/01/2022 15:50 - Caroline Borges/TV Press


A trama de “Além da Ilusão”, próxima novela das seis, fará uma viagem pelo Brasil das décadas de 1930 e 1940. 

O folhetim, por tanto, não contará com nenhuma menção à pandemia de Covid-19. Os bastidores da obra, porém, não passaram ilesos do novo coronavírus. 

Inicialmente prevista para setembro de 2020, a primeira produção protagonizada por Larissa Manoela na Globo chega ao vídeo no início de fevereiro, quase dois anos depois da data prevista. 

Com uma trama bucólica e romântica, a autora Alessandra Poggi espera levar ao público um enredo que passe longe das notícias catastróficas dos últimos tempos. 

“Espero que a novela emocione e faça as pessoas suspirarem de amor e se apaixonarem junto com os personagens. O objetivo é alegrar, dar esperança e lembrar que a vida também é isso”, ressalta Alessandra, que assinou a macrossérie “Os Dias Eram Assim” e faz sua estreia como autora solo.

Ambientada em Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, e dividida em duas fases, entre 1934 e 1944, “Além da Ilusão” começa com o fascínio de Isadora, papel de Sofia Budke/Larissa Manoela, ainda criança, pelas mágicas do jovem Davi, de Rafael Vitti. 

De férias na cidade, a pequena Dora, filha do influente Juiz Matias e de Violeta, interpretados por Antonio Calloni e Malu Galli, vive a expectativa da festa de aniversário de 18 anos de sua irmã, a sonhadora Elisa, também vivida por Larissa Manoela.

A jovem Elisa acaba se apaixonando por Davi. Matias, no entanto, não aceita a situação entre os dois e arma para separar o mágico de sua filha, por quem nutre verdadeira devoção. Em uma trágica reviravolta, Elisa morre e Davi é condenado a 20 anos de prisão por um crime que não cometeu. 

“Davi tem esse sonho de ser um grande mágico. É muito talentoso e generoso, uma pessoa bondosa, de bom coração, que sofre uma grande injustiça, mas não perde as esperanças, sabe? Ele é uma pessoa que acredita e é um personagem muito forte. Vai ser bem interessante dar vida a ele”, valoriza Rafael.