Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CULTURA

Pela primeira vez, Semana Nacional dos Museus será virtual

Com pandemia, organizadores pedem que museus estejam mais presentes na internet
16/05/2020 11:20 - Naiane Mesquita


A pandemia da Covid-19 mudou praticamente todas as programações culturais do país.  A 18ª Semana Nacional de Museus entrou na onda e fará toda a sua programação pela internet. Com o tema "Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão", a programação começa na segunda-feira (18) e segue até o dia 25, com eventos transmitidos ao vivo pelas redes sociais da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. 

 A Semana Nacional de Museus é um evento idealizado pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) e ocorre no mesmo período previsto para antes da pandemia, com várias ações simultâneas em museus, instituições públicas e privadas do Estado, entre elas, Arquivo Público Estadual de MS; Museu da Imagem e do Som – MIS; Museu de Arte Contemporânea – MARCO; Museu de Arqueologia – MuArq/UFMS; Museu das Culturas Dom Bosco – MCDB/UCDB; Museu José Antônio Pereira; Subsecretaria de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial – SubRacial/MS; Subsecretaria de Políticas Públicas para a População Indígena – SPPPI/MS; Subsecretaria de Políticas Públicas LGBT – SubLGBT/MS; Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD e Fertel. 

Dia internacional de Museus

A Semana Nacional acontece em celebração ao Dia Internacional de Museus, instituído desde 1977, em 18 de maio. Em 2019, cerca de 37 mil museus, de 150 países participaram da iniciativa, que este ano, convida os envolvidos a refletir sobre as desigualdades presentes na sociedade contemporânea e a participação construtiva que os museus podem ter no tecido social.

Os desafios lançados pelo Ibram este ano são para que os museus olhem seus acervos procurando a representatividade da população, intensificando sua articulação em redes, disseminando conhecimento e soluções, apoiando o desenvolvimento e as ações dos demais, de modo a diminuir a desigualdade no tratamento e perspectivas oferecidas aos públicos.

Serviço - A programação, que inclui conferências e vídeo-exposições, pode ser acessada aqui. 

 

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido