Correio B

ESPAÇO

Plutão impressionam por geleiras similares com as da Terra

Fotos também mostram camadas finas de névoa na atmosfera de nitrogênio

Continue lendo...

Uma nova leva de imagens feita pela sonda New Horizons em sua passagem por Plutão chegou à agência espacial americana (Nasa) e impressionou os cientistas. Segundo a Nasa, o que chamou a atenção não foram apenas as paisagens, montanhas geladas e fluxos de nitrogênio congelado do planeta-anão, mas também uma aparência estranhamente familiar com a Antártica.

Combinadas com outras fotos recentes de Plutão, as novas imagens ajudam a evidenciar, segundo a Nasa, um ciclo “hidrológico” notavelmente parecido com o da Terra, mas com gelos exóticos, incluindo de nitrogênio, em vez de gelos de água.

Áreas brilhantes a lesta da vasta planície gelada - que lembra o formato de um coração e que foi informalmente chamada de Sputnik - parecem terem sido cobertas por esses gelos, que podem ter evaporado da superfície da Sputnik e, em seguida, terem sido redepositados ao leste.

Também é possível ver geleiras que fluem desta região coberta brilhante de volta para a Sputnik. Estas características, segundo os cientistas, são semelhantes a fluxos congelados nas margens de calotas de gelo da Groenlândia e da Antártica, na Terra.

Neblinas
As fotos também mostram novos detalhes de neblinas na tênue atmosfera de nitrogênio de Plutão. Nelas aparecem mais de uma dúzia de camadas finas de névoa que se estendem desde a superfície do planeta até pelo menos 100 km acima.

“Além de serem visualmente impressionantes, estas névoas baixas sugerem uma mudança no tempo a cada dia em Plutão, assim como ocorre na Terra”, diz Will Grundy, pesquisador do Observatório Lowell, no Arizona, na nota da Nasa.
 

INSCRIÇÕES ATÉ QUARTA-FEIRA

14ª Mostra Cinema e Direitos Humanos

Curtas-metragens e projetos de jovens curadores poderão participar gratuitamente da seleção, e as exibições, previstas para acontecerem ainda neste semestre, também terão entrada franca

15/07/2024 10h00

A 14ª Mostra Cinema e Direitos Humanos está com inscrições abertas até esta quarta-feira (17)

A 14ª Mostra Cinema e Direitos Humanos está com inscrições abertas até esta quarta-feira (17) Foto: Divulgação

Continue Lendo...

A 14ª Mostra Cinema e Direitos Humanos, promovida pelo Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC), em parceria com a Universidade Federal Fluminense (UFF), está com inscrições abertas até esta quarta-feira. Este ano, o evento apresenta uma novidade: além de curtas-metragens, também serão aceitos projetos de jovens curadores. 

Com o tema “Viver com dignidade”, a mostra será realizada ainda neste segundo semestre e exibirá os filmes selecionados em espaços de cinema dos 26 estados e do Distrito Federal. Os jovens interessados em participar devem ter entre 18 anos e 30 anos, apresentar um portfólio com trabalhos anteriores e enviar uma proposta de curadoria ou filme para exibição. 

India Mara Martins, coordenadora-geral da Mostra Cinema e Direitos Humanos, afirma que os jovens selecionados vão contribuir no debate cinematográfico.

“Estamos muito empolgados com a abertura deste edital, que busca descobrir e promover novos talentos no cinema brasileiro. A 14ª Mostra Cinema e Direitos Humanos é um espaço de diálogo e reflexão, e queremos que os jovens curadores e diretores tragam suas visões e contribuições únicas para enriquecer ainda mais nossa programação”, diz.

A MOSTRA

Há 14 edições, a Mostra Cinema e Direitos Humanos celebra o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas no dia 10 de dezembro de 1948.

Dedicada a apresentar filmes que abordam temas contemporâneos de direitos humanos, a mostra se destaca pela diversidade temática e a pluralidade na produção, com filmes provenientes de todas as regiões do País. 

A mostra tem como principal objetivo inserir o público situado fora dos grandes centros, e não habituado ao consumo de bens culturais, no debate sobre seus direitos, além de promover a ampliação da discussão sobre os direitos humanos, por meio da produção cinematográfica no Brasil.

A programação inclui uma seleção de filmes contemporâneos, selecionados desde 2008 por meio de chamada pública e por uma curadoria especializada. Além das exibições, o evento conta com homenagens e programas infantis.

CURTAS-METRAGENS

Para inscrever um curta-metragem, é necessário ler o regulamento, preencher um formulário eletrônico com dados da pessoa jurídica, disponibilizar o filme e fazer o upload dos anexos indicados. As obras devem ser enviadas por link de visualização não listado no YouTube ou no Vimeo. A inscrição é gratuita e restrita a pessoas jurídicas.

Podem ser inscritas obras documentais, ficcionais, experimentais, animações, entre outras, desde que atendam aos limites de tempo e tamanho e abordem aspectos relacionados aos direitos humanos. 

As produções devem ter até 20 minutos de duração, serem brasileiras, com classificação indicativa até 12 anos, finalizadas a partir de 2022 e tratar de temas como: direitos das pessoas com deficiência, população LGBTQIA+, crianças e adolescentes, idosos, pessoas em situação de rua, migrantes, refugiados, apátridas, pessoas privadas de liberdade e promoção da liberdade religiosa.

JOVENS CURADORES

A 14ª Mostra Cinema e Direitos Humanos traz uma novidade: a abertura para projetos inéditos de jovens curadores. O objetivo é incentivar a formação de jovens e estudantes na curadoria de filmes para mostras e festivais de cinema, trazendo novas perspectivas sobre direitos humanos na produção cinematográfica brasileira.

Os projetos devem refletir a diversidade no campo dos direitos humanos, a diversidade regional do Brasil e a diversidade de gênero e orientação sexual.

Lígia Morais, coordenadora-geral de Educação em Direitos Humanos e Mídias Digitais do MDHC, destaca a importância da iniciativa.

“Esperamos receber uma diversidade grande de filmes e propostas de curadoria, que reflitam as diferentes realidades e perspectivas do nosso país sobre o que é viver com dignidade no Brasil”, afirma.

RETOMADA

A 13ª edição da Mostra Cinema e Direitos Humanos, que ocorreu entre dezembro de 2023 e abril de 2024, marcou a retomada do evento, que teve um hiato de cinco anos. Essa edição teve como tema “Vencer o ódio, semear horizontes”, para discutir o papel do cinema na defesa dos direitos humanos em um cenário de reconstrução do País, em que as bandeiras dos movimentos sociais foram erguidas novamente e a criação artística voltou a florescer. 

Além da exibição de curtas-metragens, foram realizadas oficinas de formação de professores com a temática “cinema e educação”, utilizando a metodologia do projeto Inventar com a Diferença, desenvolvida pelo Laboratório de Pesquisa e Experimentação em Imagem e Som Kumã, do Instituto de Artes e Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense (IACS/UFF).

Os 18 filmes selecionados na 13ª edição foram divididos em seis programas, com inspiração na Árvore dos Sonhos, criada por Omama, o demiurgo dos yanomami, para que os humanos pudessem sonhar assim que suas flores desabrochassem. 

São eles:

Homenagem 1: “Nas Asas da Pan Am”, filme biográfico do cineasta Silvio Tendler;
Homenagem 2: “A Bolsa ou a Vida”, filme de Silvio Tendler, em que ele apresenta o futuro pós-pandemia da Covid-19;
Raízes: curtas e médias-metragens em que a pesquisa de memórias ancestrais é estratégia de criação;
Sementes: curtas que mostram que os sonhos podem se transformar em ação;
Frutos: “Um Filme de Verão”, curta para o público infantojuvenil;
Frutos 2: Curtas produzidos por crianças de São Paulo e da Paraíba.

Serviço - 14ª Mostra Cinema e Direitos Humanos

Inscrição de curtas-metragens e projetos de jovens curadores.
Prazo final de submissão: 17 de julho.
Anúncio dos selecionados: 22 de julho.
Regulamento e formulário de inscrição: https://mostracinemaedireitoshumanos.mdh.gov.br/.

Assine o Correio do Estado

DIÁLOGO

Confira a coluna Diálogo na íntegra, desta segunda, 15 de julho de 2024

Por Ester Figueiredo ([email protected])

15/07/2024 00h01

Diálogo

Diálogo Foto: Arquivo / Correio do Estado

Continue Lendo...

Mia Couto - Escritor Moçambicano
"Nunca o nosso mundo teve ao seu dispor tanta comunicação.
E nunca foi tão dramática a nossa solidão.
Nunca houve tanta estrada. E nunca nos visitamos tão pouco”.

FELPUDA 

Nas rodas de conversas, estão dizendo que político de língua solta, e por isso foi punido pela direção nacional, se assemelha à fábula do sapo que, pretensioso que só, foi à festa no céu, mas de carona no violão do urubu. 

Descoberto depois de se mostrar pelo salão, foi atirado lá de cima, esborrachando-se nas pedras. E ainda há quem complete a análise da situação, afirmando: 

“É bom já ir se acostumando com a trajetória política, que vai de mal a pior”. Sei não...

Diálogo

Por celular

O presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, informou que está sendo feita uma associação com Google Pay e Apple Pay para que seja possível fazer pagamentos com Pix por aproximação, usando o telefone celular, sem precisar acessar o aplicativo do banco.

Mais

“A ideia é que, em vez de colocar seu cartão de crédito, você possa simplesmente colocar o Pix lá”, disse Campos Neto.

“O Pix por aproximação será possível porque vamos conectá-lo ao banco. Nós estamos trabalhando nisso agora”, afirmou.

 Diálogo

Nely Braga/Arquivo Pesssoal

DiálogoBarbara Fialho/ LECA NOVO

Reajuste, não!

Grupo de trabalho formado por cinco deputados estaduais anunciou que entrará com ação civil pública para suspender reajuste na tarifa cobrada pela CCR MSVia na BR-163.

Está sendo pleiteada liminar para que não haja nenhum ajuste no preço do pedágio, incluindo o atual, cujo porcentual foi de 3,69%, até que haja decisão sobre a renovação do contrato de concessão da empresa.

Composição 

A aproximação do PSDB com o PL poderá não ficar restrita apenas à disputa pela Prefeitura de Campo Grande.

É possível que essa aliança seja estendida também para a futura eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, em fevereiro de 2025.

Já se fala que os dois partidos deverão fazer composição para os dois maiores cargos de importância: a presidência e a primeira secretaria.

Intensa 

A presidência do Legislativo estadual atualmente está nas mãos do PP, que é adversário do candidato do PSDB nas eleições deste ano.

A presidência poderá voltar às mãos dos tucanos, que têm um representante hoje ocupando a primeira secretaria, e essa contemplaria um parlamentar do PL ou vice-versa.

Há quem garanta que a movimentação nos bastidores estaria intensa entre alguns parlamentares interessados nos dois cargos.

Aniversariantes

  • Gisele de Almeida Serra Barbosa,
  • Maria de Fátima Meinberg Cheade,
  • Dr. Estevam Murillo Campos da Costa,
  • Mariel Selingardi Espíndola,
  • Loiva Heidecke Schiavo,
  • Walter Zaia,
  • Antonio Carlos Alves,
  • Luiz Pereira de Souza,
  • Sônia Maria Souza de Oliveira,
  • Daniel Reis,
  • Paula Andréia Fernandes,
  • Eder Nantes de Sousa,
  • Lucimara Vera Valente,
  • Nathalia Bueno Castro Campos,
  • Tuko Nakaodo,
  • Fabrício Brandão,
  • Luciano Ferreira da Silva,
  • Maria José de Araújo,
  • Luiz Adriano Metello,
  • Elisandra Cristina de Oliveira Domingos,
  • Etienett Rosa Possari,
  • Dr. Antônio Adonis Mourão Júnior,
  • Marcelo Scaliante Fogolin,
  • Dr. Sérgio Augusto Bentes Melo e Silva,
  • Ricardo Aoki,
  • Henrique Ovando Medina,
  • Suellen Bianca Peralta,
  • Jacqueline Barros,
  • Henrique Dedé,
  • Dione de Abreu,
  • Dr. Fernando Manoel Garcia Cruz,
  • Florisvaldo Barbosa Dias,
  • João Romário Zanuncio Sobrinho,
  • Marycleis Silveira Degaspari,
  • Sandra Mara Peralta Cabreira,
  • Pedro Galindo Passos,
  • Maria do Carmo Oliveira Costa,
  • Valdeir Pedro de Carvalho,
  • Nelly Hugueney Dal Farra,
  • Eunice de Oliveira e Silva,
  • Érica Passos da Silveira,
  • Kezer Mattioli Souza,
  • Luiz Augusto de Andrade,
  • Sabrina Baís Bertoni,
  • Danilo Tochikazu Menossi Sakamoto,
  • Luciana Brandão Alves Pereira,
  • Nady Esteves Alves,
  • Carlos Eduardo Muniz da Silva,
  • Osmar Campos de Oliveira,
  • Nelson Cardoso de Araújo,
  • Petronio Ribeiro Novaes Filho,
  • Gisela Lopes Siqueira Campos,
  • Pedro Tales Morettini,
  • Darci Alves Higa,
  • Rafael Ribeiro Reese,
  • Loacyr Sussi,
  • Carolina Yumie Jano,
  • Norberto Hideo Tateishi,
  • Deny Franco Taveiros Neto,
  • Vinício de Rosa Silva Dacal,
  • Emiliano Tibcherani,
  • Leonardo Arévalo Dias,
  • Olivia Rodrigues Telles,
  • Norma Uliana Yule,
  • Sílvio Carlos Martins,
  • Dra. Indiara Arruda de Almeida Serra,
  • Miriam Magaly França,
  • William Barbosa Gomes,
  • Márcia Mayumi Maki,
  • Renata Corrêa Silva,
  • João Pereira Ribeiro Miranda Carpes,
  • Maria Cecília Gomes Dias,
  • José Pires de Salles,
  • Ana Paula Alves Coelho,
  • Hosana Silva de Oliveira,
  • Silmara Dias Juscelino,
  • Marilene Vanderlei dos Santos Moreira,
  • Katsumi Kouchi,
  • Marcos Frederico de Santana Gomes,
  • Inês Aparecida dos Santos,
  • Sumara Sitta Guimarães,
  • Marcio Alves Benites,
  • Ruth Chaves Barbosa Adegbesan,
  • Marcos Rogério Fernandes,
  • Rafael Simczak Treuherz,
  • Ana Lidia Olivieri de Oliveira,
  • Valéria Mougenot Moraes,
  • Leandro Luis Castoldi,
  • Rui Nunes da Silva Junior,
  • Gilberto Picolotto Junior,
  • Ricardo Azambuja Almeida,
  • Leci de Souza Nogueira,
  • Paulo Massato Yano,
  • Carlos Alberto Chiappetta,
  • Michael Marion Davies Teixeira de Andrade,
  • Thelma Corral,
  • Fernando Leno Cardozo,
  • Hemerson Pistori,
  • Marta Thomé Baptista,
  • Pedro Luiz Gianoto,
  • Djalma Morilla Lima,
  • Rosana Yoko Naka,
  • Clélia da Luz Correa Pahl. 

Assine o Correio do Estado 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).