Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PROGRAMAÇÃO

Programas em destaques da semana

Confira o que acontece na tv entre os dias 3 a 8 de agosto
01/08/2020 14:37 - Caroline Borges/TV Press


Revelação final

(Band, seg, dia 3, às 8h)

Mariana Godoy estreia na programação da Band no comando do novo matinal da emissora. A produção criada por Zeca Camargo contará com a opinião do público. Os telespectadores irão escolher o nome do projeto. São quatro opções: “Vem com a Gente”, “Nossa Manhã”, “Bom Te Ver” e “Melhor Agora”. A decisão será revelada na estreia do matinal, que substituirá o extinto “Aqui na Band”.

Crime na cidade

(Globo, ter, dia 4, às 21h30)

Em “Cine Holliúdy”, Olegário provocará uma confusão na fictícia cidade de Pitombas. Para ganhar tempo e evitar uma greve geral, o prefeito tem uma ideia: armar um assalto no banco da cidade. Mas Francis, que só queria um empréstimo, vai se complicar nessa história. A série conta com Letícia Colin, Edmilson Filho, Heloísa Périssé e Matheus Nachtergaele.

Novo normal

(GNT, ter, dia 4, às 21h30)

Fábio Porchat reestreia a segunda temporada do “Que História é Essa, Porchat?”, do GNT. A produção havia interrompido os trabalhos por conta das medidas de isolamento social. Em virtude da pandemia do novo coronavírus, o programa volta ao ar de forma remota. Em novo cenário, o apresentador estará nos estúdios e os convidados participarão através de chamadas de vídeo. A temporada contará com as participações de Rodrigo Hilbert, Érico Brás, Emílio Dantas, Leandro Hassum, Fafá de Belém e Sandra Annenberg. 

Doce disputa

(Band, ter, dia 4, às 21h45)

A cozinha do “Masterchef Brasil” está recebendo os mais variados talentos ao longo da temporada. No novo episódio, oito concorrentes buscam ganhar o cobiçado troféu das mãos de Ana Paula Padrão. Os participantes terão de enfrentar a temida confeitaria durante a disputa da semana. Além disso, no desafio final, eles irão preparar um peixe para Érick Jacquin, Paola Carosella e Henrique Fogaça.

Fim das férias

(MTV, qui, dia 6, às 21h)

Após muitos namoros, polêmicas e confusões, a temporada do “De Férias com o Ex Brasil” chega ao fim. Com 12 episódios, a produção foi gravada em uma mansão em Jericoacoara, no Ceará. A emissora planeja uma nova edição para o próximo ano. O “reality show” é um projeto da MTV realizado pelo VIS (ViacomCBS International Studios) em parceria com o Amazon Prime Video e produzido pela Floresta Produções .

Vida brilhante

(Globo, qui, 6, às 21h30)

O público revisita a trajetória de Hebe Camargo no segundo episódio da série “Hebe”. Na trama, o desemprego preocupa Hebe em dois momentos de sua vida: em 1985, quando está fora da tevê, e nos anos 40, quando tenta a sorte e acaba virando cantora de uma boate. A série é protagonizada por Andrea Beltrão. Marco Ricca, Gabriel Braga Nunes, Danton Mello, Ângelo Antônio, Caio Horowicz, Flávio Migliaccio, Daniel de Oliveira e Emílio de Mello também integram o elenco.

Melhores risadas

(Globo, sab, dia 8, às 21h30)

Antes da estreia da nova temporada, o “Zorra” exibe um especial que reúne os melhores momentos do programa ao longo do ano passado. A edição especial terá a apresentação dos novos integrantes do humorístico: Marisa Orth, Diogo Vilela, Karina Ramil, Victor Lamoglia e Robson Nunes. O programa tem direção geral de Mauro Farias e redação final de Gabriela Amaral, Martha Mendonça e Nelito Fernandes.

Dança final

(SBT, sab, dia 8, às 21h30)

O SBT encerra a temporada de sete episódios do “Fábrica de Casamentos”. Com apresentação de Chris Flores e Carlos Bertolazzi, a produção realiza a missão de organizar cerimônias completas em apenas sete dias. Por conta do avanço da pandemia do novo coronavírus, o programa precisou interromper as gravações. A equipe de especialistas é composta pela decoradora Mari Dedivitis, o maquiador Junior Mendes, o cabeleireiro Robson Jassa, o estilista Lucas Anderi e a “chef” confeiteira Beca Milano

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!