Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

STREAMING

Raphael Logam é um dos indicados ao Emmy Internacional de Melhor Ator

O ator ganha prestígio na tevê com “Impuros” e já tem duas indicações ao Emmy no currículo
12/10/2020 18:44 - Márcio Maio/TV Press


No Brasil, durante muitos anos, as novelas foram as “meninas dos olhos” dos atores que queriam conquistar prestígio na tevê. Mas Raphael Logam sabe que os tempos são outros. Protagonista da série “Impuros”, do Globoplay, ele é um dos indicados ao Emmy Internacional de Melhor Ator pelo papel. E essa é a segunda vez que isso acontece: na última edição, o prêmio acabou ficando com o turco Haluk Bilginer. “É uma sensação única. Foi igual à primeira vez: mesma emoção, gritaria, choro”, conta ele, que sabia que havia a possibilidade de receber uma nova indicação, mas não esperava por ela. “Obviamente, depois da primeira vez, você entende que a possibilidade existe. Ainda mais, quando se trata do mesmo produto. Mas tomei o mesmo susto”, garante.

Na história, Evandro do Dendê é um jovem de uma favela do Rio de Janeiro que se tornou um dos maiores traficantes do país. Na segunda temporada, que estreou neste mês na plataforma de streaming da Globo, ele está de volta, depois de fugir da prisão. E precisa matar seus inimigos para recuperar as rotas do narcotráfico internacional, além de se entender com sua mãe. “Evandro é um sobrevivente, é a realidade de muita gente de comunidade. Um cara que, por muitas vezes, é impedido de seguir uma vida normal e acaba sendo sugado para vida do crime”, define o intérprete.

O grande afeto e cuidado que Evandro tem com sua própria família chegou a fazer com que Raphael o enxergasse como uma espécie de herói na trama. “Por ele ser muito leal à família, amá-la e defendê-la muito, e por ser muito fiel aos amigos”, defende o ator. Mas, infelizmente, é inegável que o caminho trilhado pelo personagem o tira do posto de mocinho. “Evandro foi puxado pra essa vida do crime pela falta de oportunidades, como vemos todos os dias”, lamenta o ator, que também é contramestre de capoeira. 

Com uma experiência que envolve mais de 20 anos de teatro, Raphael até entrou em “Amor de Mãe”, folhetim da Globo, na pele de um professor. Mas ainda não chegou a participar de uma novela inteira. “Se pintar um convite para um personagem bacana em novela, claro que vou querer fazer. Mas quero fazer algo que fuja do estereótipo”, afirma. 

De qualquer forma, essa não parece ser uma preocupação para o ator. “Amo fazer bons personagens, não importa o formato. Na minha carreira, dei a sorte de fazer ótimos trabalhos em série. Nossas séries estão começando a ser reconhecidas no mesmo patamar que as novelas brasileiras”, pontua. E não esconde que “Impuros” ocupa um espaço de divisor de águas em sua carreira. “Fazer um protagonista desse tamanho traz a possibilidade de aprender mais e mais. E isso engloba tudo: concentração, estudo, dedicação”, valoriza.

 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...