Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

ENTREVISTA

Sabrina Sato apresenta o “Game dos Clones”, da Record e Amazon Prime Video

A apresentadora volta ao formato dos “realities” à frente do programa de namoro
30/10/2020 17:00 - Caroline Borges/TV Press


As gravações de “Game dos Clones” foram uma verdadeira viagem no tempo para Sabrina Sato. À frente do “reality show” da Record, a apresentadora também relembrou dos momentos, das emoções e das vivencias que teve quando participou da terceira temporada do “Big Brother Brasil”, da Globo. Não à toa, Sabrina garante que foi difícil manter um certo distanciamento das histórias amorosas que se desenrolaram durante os episódios do “reality show” de namoro, que também está disponível para os assinantes do Amazon Prime Video. “É uma produção que você lida com sentimentos o tempo todo. Eu já participei de um ‘reality’ e sei exatamente como é. A gente fica com as emoções afloradas. O ser humano fica fragilizado dentro daquele universo e, por isso, há uma entrega tão grande. No ‘Game dos Clones’ tem muito amor e muita treta”, explica. 

A relação de Sabrina com o programa é antiga. O primeiro contato da apresentadora com o formato foi há um ano durante a MipCom, em Cannes, na França. O evento é considerado a maior feira de formatos do mundo. “A Endemol me apresentou o formato e eu fiquei enlouquecida. Queria muito fazer e fiquei feliz quando surgiu essa parceria da Amazon com a Record. Acredito muito na união de forças”, valoriza Sabrina, que estava longe do vídeo desde o comando relâmpago do extinto “Domingo Show” e da condução do quadro “Made In Japão”. “Foi uma experiência única ficar à frente desse formato. O David (Feldon, diretor) me deixou muito à vontade na apresentação. Foi algo bem diferente do que eu já havia feito na tevê. Foi bom para sair da minha zona de conforto. Gosto de estar sempre em movimento. É um projeto muito inovador”, completa.

O “Game dos Clones” testa se realmente a atração por alguém se dá além da aparência. Como todos os candidatos a pretendentes têm aparência semelhante, o solteiro tem de procurar sua outra metade através da personalidade de cada um. Os participantes têm de escolher quais clones serão eliminados até que reste apenas um. “É um formato muito dinâmico. Toda hora acontecia alguma coisa diferente nas gravações. Se eu ficasse duas horas longe, quando eu voltava, precisava me atualizar totalmente. Passaram uns 70 clones e 10 solteiros pela casa. Todo mundo era muito único. São muitas eliminações ao longo dos episódios. Por isso, acho que fiquei craque em dar fora. Peguei até um trauma talvez (risos). Vou precisar de terapia”, brinca. 

As gravações do programa marcaram a retomada de Sabrina ao trabalho após o período de isolamento da pandemia do novo coronavírus. Seguindo protocolos de segurança e higiene no combate à Covid-19, os trabalhos do programa aconteceram em uma locação na Granja Viana, cerca de 30 quilômetros do centro de São Paulo. Para facilitar a logística das gravações, Sabrina alugou uma casa perto do “set”, onde ficou com o marido Duda Nagle e a filha Zoe, de um ano. “A gente seguiu protocolos muito bem estruturados e deu tudo certo. Honestamente? Não sei nem quantos testes de Covid eu fiz nesse curto período”, aponta. 

Clones em família

Ao longo das gravações de “Game dos Clones”, Sabrina lidou com diversas pessoas de enorme semelhança física. Mas ao ser questionada se gostaria de conviver com alguns clones do marido Duda Nagle, a apresentadora é categórica na resposta. “Um só já está muito bom. Se eu mostrar como fica o banheiro depois que ele toma banho... Não rolaria sete clones do Duda. Um só faz bagunça para caramba”, brinca.

Aos 39 anos, Sabrina também tem opiniões bem sólidas sobre se aventurar pela maternidade novamente. Ter um segundo filho, por enquanto, não está nos planos da apresentadora. “Se alguém me falasse que eu teria um segundo filho igual a Zoe, eu aceitaria. Mas engravidar sem saber como vai ser, eu prefiro ficar quieta por enquanto (risos)”, ressalta.

Instantâneas

# Com a iminente saída de Xuxa Meneghel da Record, Sabrina Sato é a principal cotada para comandar a próxima temporada do “Dancing Brasil”. 

# Sabrina faz uma participação na série “Reality Z”, da Netflix.

# A apresentadora reúne quase 30 milhões de seguidores no Instagram.

# Sabrina estreou na tevê como bailarina do programa “Domingão do Faustão”.

 
 

Felpuda


Tropas de choque ligadas a alguns vereadores estão agitadas que só nas redes sociais na tentativa de desbancar a concorrência das “chefias” que querem porque querem. Querem a cadeira maior da Câmara Municipal de Campo Grande. A da presidência.

Segundo políticos mais antenados, trata-se do “segundo turno” das eleições do dia 15 de novembro, só que com apenas 29 eleitores.