Correio B

Viva 2015

Safadão comemora seu melhor ano e surpreende: ‘Sou tímido’

Cantor tem vontade de cortar cabelo, mas quer ser conhecido antes

Continue lendo...

"Sem dúvida foi o melhor ano da minha vida”, diz Wesley Safadão. Não é exagero do cantor cearanse de 27 anos. Com música estourada (“Camarote” é uma delas) e agenda lotada (só em dezembro serão um total de 26 shows), ele prendeu o cabelão, virou meme na internet, provocou gritinhos do público pode onde passou, e, finalmente, alcançou o sucesso do Norte ao... Bem, Safadão diz que ainda precisa conquistar o Sul (uma apresentação já foi acertada no Paraná), e essa é só uma de suas metas para 2016.

Coincidência ou não, foi só você abandonar o antigo visual, com aquele cabelão solto, para estourar nacionalmente. Foi uma estratégia?

O artista depende da música e é a isso que dou valor. Se eu tivesse ficado careca, o resultado seria o mesmo. A gente se preocupa muito com o repertório. A história do cabelo foi por acaso. No fim do ano passado, fui fazer uma formatura no Rio Grande do Norte. Cheguei cansado no hotel e perdi a hora. Acordei atrasado e, sem paciência, prendi o cabelo. Fiz o show marcado para as 3h da manhã assim e deu certo, as pessoas gostaram. Mas sempre usei o cabelo preso em casa.

Foram muitos shows em 2015, com muitas viagens. É difícil aguentar essa rotina pesada?

Nem conto o número de shows que faço. Mas não fico mais de dois dias longe de casa, meu empresário já sabe disso. Tenho que ver minha família, dormir na minha cama. Preciso só de cinco horas de sono. Não sei se isso vai me custar um preço alto no futuro, mas vou indo.

Ter comprado um jatinho ajuda nessa maratona, não é?

Foi uma conquista importante. Não é um luxo. Você não tem mais aquele desgaste de aeroporto. Sempre quando ficava sentado horas, com a costela naquela cadeira gelada, esperando o voo, ligava para minha mãe dizendo que ia desistir dessa vida de cantor.

Aconteceu um acidente grave com o ônibus da sua banda na estrada este ano. Você não fica com medo?

Costumo dizer que não tenho medo, tenho fé. Se o tempo não está bom, a gente não decola. Não adianta arriscar. Se estou num carro em alta velocidade na estrada, estou buscando algo que não é bom para mim. Tomo cuidado, faço minhas orações e rezo sempre quando saio de casa.

Você virou meme na internet para todas as situações. Isso te incomoda ou dá para achar graça?

Levo na maior esportiva. Se é de política, falam meu nome. Se é de cinema, falam meu nome também. Algumas são bem agressivas, tento não me incomodar, mas no geral me divirto.

Por que você acha que virou alvo dessas brincadeiras? Por causa do seu nome artístico?

Sempre gostei de Safadão. Já me disseram para trocar, que era pejorativo, mas não quis. Mas essa safadeza toda não existe. Já cantei canções apelativas, mas não canto mais hoje. Hoje, subo no palco, canto minhas músicas e faço minha dancinha para arrancar os gritos das fãs. Mas sou um cara envergonhado, tímido.

Você é mesmo um cara envergonhado?

Sim, às vezes olho as coisas que faço em cima do palco e acho que não sou eu. Não sei dançar, na verdade. Eu tento.

É impossível andar hoje sem segurança?

Minha mãe não deixa eu andar sem segurança (risos). Ando sim, mas nem quero saber onde eles estão. Prefiro que eles fiquem de longe. Antes do Natal, fui a um shopping aqui em Fortaleza com minha mulher comprar os presentes. As pessoas vêm falar, atendo todo mundo na boa. Consigo ir aos lugares, não me sinto uma estrela. Trabalhei e trabalho muito para ter esse reconhecimento. Tomo certos cuidados, como na hora de almoçar escolher uma mesa mais no cantinho, mas sempre tem quem encontre a gente e pede para tirar foto.

O assédio feminino é muito grande em cima de você?

Faz parte. Esses dias, no fim de um show em Campina Grande (Paraíba), uma fã driblou os seguranças e correu na minha direção. Pedi que os seguranças não fizessem nada. Ela me abraçou forte, agarrou tanto meu pescoço que eu fui ficando vermelho e engasguei. Algumas vão além mesmo.

Você marcou um golaço recentemente num jogo beneficente com jogadores profissionais. É mesmo bom de bola?

Meu sonho era ser jogador de futebol. Virei cantor por acaso. Nos meus dias de folga, gosto de jogar com os amigos e acho que sou bom de bola. Pelo menos, é o que sempre me dizem.

É daquele tipo de pessoa que faz lista com as metas para o ano que vem?

Algumas já estão no bloco de notas do meu celular. Foco nelas. Quero gravar um DVD num resort só com músicas inéditas. Posso falar que minha música chega em todo o Brasil, mas eu, não. Ainda falta conquistar alguns lugares, como a região Sul do país. E também uma música na novela. Achei que em 2014 aconteceria, mas é um fator que não depende só de mim.

Você já tem um menino de 5 anos e uma menina de 1 com sua mulher, a modelo Thyane Dantas. Entre os planos pessoais, está o de ter mais um filho?

A gente toma cuidado demais. Queremos, mas não para agora. Minha escadinha é de três em três anos. Antes de falar com você, estava na rua com o mais velho na “carcunda” e a caçula nos braços. Sou muito apegado a eles. Gosto da casa cheia e as crianças são sinônimos de alegria para mim.

Cortar o cabelo está entre os planos de 2016?

Tenho a maior vontade de cortar, mas quero que todo mundo me conheça assim antes. Quero criar essa expectativa.

Correio B+

Gastronomia B+: Receita argentina com ovos para a saúde e bons hábitos

Aproveite os benefícios do ovo para saúde e faça uma refeição nutritiva e deliciosa para começar todos os dias

16/06/2024 11h00

Continue Lendo...

O ovo é um ingrediente versátil e nutritivo, conhecido por seus benefícios para a memória e a concentração. A nutricionista Lúcia Endriukaite, do Instituto Ovos Brasil, destaca que os ovos são uma excelente fonte de proteínas e gorduras saudáveis, além de conter vitaminas e minerais essenciais para a saúde.

"Os ovos são ricos em vitaminas A, D, E, K, vitaminas do complexo B em especial a colina, vital para transmissão do impulso nervoso, além de minerais como ferro, zinco, fósforo e selênio. Eles também possuem luteína e zeaxantina, antioxidantes que contribuem para a saúde dos olhos,", afirma Lúcia.

O ovo é um ingrediente fácil de encontrar em qualquer mercado, além de ter um custo-benefício que quase nenhum outro alimento possui nos dias atuais. Seja em receitas doces ou salgadas, os ovos de galinha são essenciais no preparo de diversos pratos deliciosos. 

Neste domingo a gastronomia do Correio B+ ensina auma receita com ovos, a famosa Medialuna Argentina.
O medialuna é um tipo de pãozinho muito popular na Argentina e em outros países da América Latina. Trata-se de um pão em forma de meia lua, feito geralmente de massa folhada, que pode ser recheado com doce de leite, doce de marmelo ou simplesmente açúcar e canela. Podem ser croissants de manteiga ou de gordura.

Confira a receita!

Medialuna Argentina*

Ingredientes:

  • 1 ovo
  • 1/2 xícara de água
  • 1/3 de xícara de açúcar
  • 250 gramas de farinha
  • 1 colher de chá de sal
  • Raspas de 1 limão
  • 50 gramas de manteiga
  • 2 colheres de chá de fermento para pão

Para pincelar:

  • 1 gema de ovo com um pouco de água
  • Manteiga
  • 60 ml de água
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 1 colher de chá de amido de milho

Preparo  (1 hora e meia):

Comece preparando a esponja. Para isso misture 1/4 de xícara da água, o fermento, 1 colher de sopa do açúcar e 2 colheres de sopa de farinha de trigo.

Deixe descansar por 10 minutos.

Em uma segunda tigela, misture o que restou da farinha, o açúcar, o sal e as raspas de limão.

Em seguida, coloque também o ovo, a manteiga, o restante da água e a esponja.

Quando ficar homogêneo, deixe descansar por mais 10 minutos.

Enfarinhe uma superfície e sove a massa por 10 minutos.

Deixe descansar até que dobre de volume.

Abra a massa em um círculo e pincele manteiga.

Corte como se fossem pedaços de pizza.

Depois enrole a massa, da ponta mais larga para a mais fina e aperte bem as pontas para uni-las.

Unte uma assadeira e espalhe as medialunas, depois deixe descansar por 1h.

Pincele as medialunas com a mistura de gema de ovo e água.

Asse em forno preaquecido a 200 °C até dourar.

Enquanto isso, misture a água, o açúcar e o amido de milho em uma panela e mexa até ferver e reserve.

Para finalizar, pincele a mistura nas medialunas frias e já pode servir.

Correio B+

Moda B+: Se você usa essas peças depois dos 50 anos, você está fora de moda... É mesmo?

A consultora de imagem e estilo Letícia Rodrigues fala sobre moda e suas ditaduras com exclusividade para o Correio B+

15/06/2024 19h30

Letícia Rodrigues é consultora de imagem e estilo

Letícia Rodrigues é consultora de imagem e estilo Foto: Divulgação

Continue Lendo...

Caro leitor (a), caso você tenha se interessado por esse assunto pensando em uma lista com peças ditando o que você pode ou não usar, está enganado.

Afinal, preciso dizer algo... Se você ainda pensa nesse tipo desse lista que funcionam como regras e ditaduras referente a moda, pode ser que quem esteja fora de moda, (deixa pra lá)... Risos...

A verdade é que muito se fala em moda disruptiva e para todos, no entanto, se de um lado temos uma parcela pensando em quebra de barreiras e preconceitos de outro, temos uma que vai na contramão, ditando o que se deve ou não fazer, e ainda existe aquela parcela que se diz disruptiva, porém mais ditando regras que todos os outros juntos.

O que existe é um grande número de mulheres com receio de usar roupas e serem julgadas como impróprias, indevidas e serem rotuladas como cafonas ou fora de moda?

Parte da culpa? A própria mídia! Não tem como negar que ela tem grande responsabilidade nisso, seja por influenciadores, programas de TV e até mesmo pelo próprio mercado de varejo que se retém em grande número de roupas para uma minoria.

A outra parte? Aqui eu não diria culpa, mas sim, desinformação. E tudo começa com a falta de conhecimento sobre você mesma. Perguntas como: Quem sou eu? Como quero me sentir? O que tenho vontade? Como quero me expressar? O que me representa? Qual é o meu estilo?

Essas e tantas outras caíram em desuso, foram esquecidas e com isso todos começaram a seguir a manada, a correria, as ditaduras, regras, e ter que se manter numa caixa para se sentirem pertencentes e estar adequada aos padrões impostos, ou seja, a sua parte em se ouvir mais e “fechar” os ouvidos para tanta informação desinformada.

Não existem peças que você não possa usar, a menos claro, que você não queira. A moda pode e deve ser uma grande ferramenta e aliada para representar que você é e te ajudar na mais linda forma de se expressar.

Meu conselho pra você como consultora de imagem é: Deixe de lado os pensamentos: “isso não é pra mim”, “já passei da idade”, para “o que eu tenho vontade?” “quais são meus desejos”, “como quero me sentir?”. Você não imagina a realização e alegria de se permitir ser quem é!

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).