Correio B

Busca por fama

Scheila Carvalho gravou vídeo pornô com o marido, Tony Salles

'Ligamos a câmera e deixamos rolar', contou ela durante o ensaio do Paparazzo

Continue lendo...

Empregada doméstica com direito a espanador na mão; sexo no camarim quando integravam o "É o Tchan"- ele como vocalista e ela como dançarina; sexo dentro do banheiro de um avião...

Não falta criatividade na vida sexual de Scheila Carvalho e Tony Salles. Durante o ensaio para o Paparazzo, o líder do Parangolê já contou inclusive que entre eles rolou sexo até em uma ilha deserta com direito a moto aquática destruída. E a mineira Scheila também não faz segredo e meio tímida vai revelando as peripécias do casal.

Para dar uma aquecida no relacionamento de 13 anos, é preciso ter criatividade e deixar de lado o preconceito. Em uma ocasião, Scheila lembra que ela e Tony gravaram um vídeo pornô deles mesmos.

Para se assegurarem que não havia o risco de verem as imagens circulando na internet, a obra cinematográfica foi filmada em uma câmera. O vídeo está devidamente guardado a sete chaves. "Ligamos a câmera e deixamos rodando. O engraçado é que depois eu fico rindo. Na hora não, a gente até esqueceu da câmera", lembrou Scheila.

Quando se conheceram no "É o Tchan", Tony tinha então 21 anos e estava no auge de sua energia sexual. Com aquela atração irresistível do início de qualquer relacionamento, o cantor não nega que era inconsequente na hora de saciar o desejo que sentia por Scheila.

Na ânsia de se relacionar com ela, chegou até a transar com a ex-dançarina no camarim de um programa de TV. "Ela estava se arrumando num camarim daqueles que não tem nem parede, sabe. São tapumes finos. Mas não quis nem saber! Tranquei a porta e rasguei a roupa dela todinha!", contou ele.

No auge do tesão, nem o ônibus que transportava o grupo, formado na época por Jacaré, Sheila Mello e Renatinho da Bahia, era obstáculo para deixarem de transarem. Tony disse que quando todos dormiam, lá ia ele a procura de Scheila. "A gente ficava embaixo da coberta e mandava ver."

A ideia de transar dentro de um banheiro de avião foi de Scheila. Essa era uma fantasia antiga que, depois de saciada, a decepcionou. "O banheiro era muito pequenininho e apertado e o Tony muito grande! Não foi confortável", diz ela aos risos.

Com a chegada da filha, Giulia, 5 anos, Tony reconhece que as aventuras diminuíram. Mas sempre quando a menina não está em casa, Scheila procura não deixar o relacionamento cair na rotina. "Um dia me fantasiei de empregada doméstica para ele. Usava até um espanador de pó. Quando Tony chegou, se surpreendeu", conta ela. "Era um misto de risada com tesão. Fiquei louco quando a vi com aquele uniforme curtinho!", lembrou ele.

Felpuda

Confira a coluna Diálogo na íntegra, desta sexta-feira, 21 de junho de 2024

Por Ester Figueiredo ([email protected])

21/06/2024 00h01

Diálogo

Diálogo Foto: Arquivo / Correio do Estado

Continue Lendo...

Chico Buarque escritor brasileiro

"Ouça um bom conselho que eu lhe dou de graça: inútil dormir que a dor não passa”.

FELPUDA

Em Campo Grande, como será uma disputa acirrada pela prefeitura, a previsão é de que haverá choro e ranger de dentes durante todo o período em que será realizada a campanha eleitoral. Há quem afirme que será uma batalha no estilo conto de fadas: de um lado, interessados em conquistar a cobiçada cadeira querendo ser Alice, enquanto, do outro, alguém estará desejando continuar no que acha que é o País das Maravilhas, correndo longe de ser a Gata Borralheira e ver o Paço Municipal se transformar em uma abóbora.

Só conversa

A pré-candidata Rose Modesto, tudo indica, deverá lançar chapa pura, pois até o momento não conta com nenhum partido no seu time. Há quem diga que existe a possibilidade de fechar com o PDT, que deverá ter o ex-prefeito Marcos Trad como um dos candidatos a vereador.

Mais

Vale lembrar que Marcos Trad foi seu adversário e derrotou Rose em 2016 na disputa pela Prefeitura de Campo Grande. Mas, se a cúpula nacional pedetista determinar apoio ao PT, ele terá de apoiar a pré-candidata do PT, que já estaria com o PV e o PCdoB.

Maju TrindadeMaju Trindade
Barbara Rosa Queiroz e Mari CoppollaBarbara Rosa Queiroz e Mari Coppolla

Sob controle

Nos bastidores políticos, a informação é que no PL de Campo Grande e Dourados a fase é de “passeio de bicho-preguiça”, pois ninguém mais está correndo para tentar ser pré-candidato a prefeito. Tudo está sendo conduzido diretamente pelo ex-presidente Jair Bolsonaro e o dirigente nacional da sigla, Valdemar Costa Neto. Dizem que tem ainda alguns pequenos focos de resistência, mas que estão sendo chamados de fogo de palha.

Encrencado

Quem está em palpos de aranha é o prefeito Marcelo Iunes, de Corumbá. O Tribunal Regional Eleitoral de MS aceitou denúncia de suposta compra de votos em 2020, que ia de pagamento em dinheiro até fornecimento de remédios. Embora do PSDB, ele anunciou que apoiará seu ex-secretário, que é filiado ao PP. O problema é que em ano eleitoral, essas situações afetam a imagem dos “pupilos”. E em 2026 Iunes quer ser candidato a deputado estadual.

Dindim

No dia 25, às 14h30min, o governador Eduardo Riedel vai liberar R$ 72 milhões de emendas parlamentares, em ato que acontecerá no saguão da Assembleia Legislativa de MS. O secretário da Casa Civil, Eduardo Rocha, e sua equipe cumpriram a meta de deixar “tudo nos trinques” para que isso acontecesse ainda neste semestre. Diversas instituições serão beneficiadas com os recursos estabelecidos em 925 indicações dos deputados. São R$ 3 milhões para cada um deles, e 60% do montante total são destinados à área da saúde.

Aniversariantes

  • Andréa Peron Vinholi,
  • Marisa Joaquina Monteiro Serrano,
  • Lenilde da Silva Ramos,
  • Silvana Gasparini Pereira,
  • Joel Dibo Filho,
  • Albino Pereira,
  • Maria Victal Alves,
  • Humberto Tomigawa,
  • Ranulfo Afonso Teles,
  • José de Melo,
  • Ricardo Werner Zocolaro,
  • João Marcelo Correia Sanches,
  • Maria Luiza Miller,
  • Ricardo Luiz da Silva Travassos,
  • Domingas Roca de Oliveira,
  • Rosivaldo João Batista,
  • Guilherme Alcântara de Carvalho,
  • Eunice Donizetti Dias,
  • Ilnete Maciel Maegawa,
  • Alice Kamiya Honda.
  • Rosangela Yule Queiroz,
  • Regina Akira Otsubo,
  • Carlos Roberto da Silva Gonçalves,
  • Thaís Quintanilha Nogueira Coelho,
  • Dra. Aline Doreto de Souza,
  • João Rezek Neto,
  • Lúcia Jane Scaff,
  • João Batista Minervini,
  • Anaisa Garcia Bueno,
  • Angela Maria Tsutomu Kayano,
  • Rafael Hernando Arguelho Montania,
  • Rosângela Aparecida Silva,
  • Maria Dilza Pereira,
  • Rafael Medeiros Arena da Costa,
  • Sidney Rodrigues Rocha,
  • Mari Emyr Arevále,
  • Antônio Carlos Gonçalves
  • dos Santos,
  • Francisco Eduardo Fialho
  • de Oliveira,
  • Lorena Siqueira Sorgatto,
  • Carlos Nince,
  • Ana Severina Mourão,
  • Eurindo de Arruda Leite,
  • Maria Auxiliadora Arruda Burigato,
  • Dr. Sérgio Seiko Yonamine,
  • Raul Kazuyuki Saito,
  • Priscila Aparecida da Costa Villasboas,
  • Patrícia Marques,
  • Antônio José Serra Marzabal,
  • Hélio Pereira Quirino,
  • Marli Moraes Destro,
  • Liosmar Macedo de Almeida,
  • Regina Gaúna de Oliveira,
  • Maria Aida Cavalheiro Rosa,
  • Lianey Medeiros,
  • Dione Assunção Nascimento Ojeda,
  • Darci Santiago Marques,
  • Antônio Pereira Dias,
  • José Pereira de Jesus Filho,
  • Márcio Rodrigues de Souza,
  • Rosana Serejo Martins de Aráujo,
  • Salviano Ribeiro,
  • Valdeci Moura da Nobrega,
  • Gabriel Araújo do Carmo,
  • Rodrigo Augusto Cunha,
  • César Mesojedovas,
  • Dr. João Carlos de Salles,
  • Carlos Eduardo Godoy,
  • Hermes Chamorro,
  • Maria de Lourdes Barbosa Fabiano,
  • Franceliza Aparecida Botaro Rugoni,
  • Ivete Fagundes de Araripe,
  • Izamita Alves Leite,
  • Luiz Cézar Escobar Xavier,
  • Brasilino Tsutomu Kayano,
  • João Bosco Pereira Ortiz,
  • Maristella Aparecida Colla Bogdanovicz,
  • Ealcides Xavier,
  • Luiz de Oliveira,
  • Roberto Marcon,
  • Angela Maria Rocha Sozzo,
  • Wilson de Oliveira Godoy,
  • Sandro Venialgo Siqueira,
  • Jorge Luiz dos Santos Pereira,
  • Daniela Bernardi,
  • Ângela Leticia Oliveira Bitencourt,
  • Morenise Puperi,
  • Dr. Marco Aurélio Bulhões Pereira, Luiz José da Silva,
  • José de Assis Pereira,
  • Márcio Montibeller Luz,
  • Aurélio Martins de Araújo,
  • Carlos Luiz Ramos de Mendonça,
  • Cristiano Ronchi Lobo,
  • Luiz Peccini,
  • Nara Rejane Santos Pereira,
  • José de Vampol Guedes,
  • Lázaro Wagner de Lima,
  • Gisele Fernanda Bastazini Ornelas,
  • Maria Inês Pontes Maroquio
  • de Nadai,
  • Adriana Martins de Quevedo,
  • Plínio Antonio Aranha Júnior,
  • Alexandre Romani Patussi,
  • Laudelino Bernardes,
  • André Socha Rejani,
  • Luiza Helena Fontoura Jeha.

MS AO VIVO

Diogo Nogueira faz show de graça em Campo Grande no dia 14 de julho

Cantor será a atração do MS ao Vivo, a partir das 17h, no Parque das Nações Indígenas

20/06/2024 16h14

Diogo Nogueira se apresenta em Campo Grande no dia 14 de julho

Diogo Nogueira se apresenta em Campo Grande no dia 14 de julho Foto: Divulgação

Continue Lendo...

O cantor Diogo Nogueira será a atração do mês de julho no MS ao Vivo, em Campo Grande. Com entrada gratuita, o evento será no dia 14, a partir das 17h, no Parque das Nações Indígenas. A abertura ficará por conta do músico Ton Alves.

Com 15 anos de carreira, Diogo Nogueira apresenta seu novo show. Além de novas leituras para os sucessos de sua carreira, como “Pé na Areia”, “Alma Boêmia”, “Clareou” e “Sou Eu”, Diogo traz o samba de roda da Bahia para o palco.

Já Ton Alves apresenta um apanhada de MPB, Pop e Black Music, estilos que o inspiraram a criar o EP "Bad in House", que foi um sucesso e o fez dividir o palco com grandes nomes da música, como Milton Nascimento e Silva, por exemplo.

O projeto MS ao Vivo é uma realização do Sesc-MS, Setesc, Fundação de Cultura e Governo de Mato Grosso do Sul.

No mês passado, se apresentaram Zeca Baleiro e Chico César. Também já passaram pelo palco do projeto neste ano o grupo Falamansa e Toni Garrido.

Para os próximos meses, ainda sem data definida, já foram anunciados os nomes de Alcione, Jota Quest e Marina Sena.

Diogo Nogueira

Diogo Nogueira é cantor, compositor, instrumentista e também personalidade da TV e do rádio. Foi indicado ao Grammy Latino por todos os seus álbuns e foi vencedor na categoria “Melhor Álbum de Samba” e “melhor canção brasileira” em diferentes anos.

Sua discografia rendeu mais de dois milhões de álbuns vendidos, sendo seis CDs de Ouro, três DVDs de Ouro, dois DVDs de Platina e um de Platina Dupla.

O repertório do novo show de Diogo Nogueira aproxima o público da diversidade dos estilos musicais e sonoridades brasileiras.

O artista traz homenagens a mestres da música brasileira com novos arranjos para “Espelho” (João Nogueira e Paulo Cesar Pinheiro), “O Meu Lugar” (Arlindo Cruz e Mauro Diniz), “Primavera” (Cassiano e Silvio Rochael), “Andança” (Danilo Caymmi, Paulinho Tapajós e Edmundo Souto) e “Aquele Abraço” (Gilberto Gil), entre outras.

Também estarão presentes as canções de seu recente lançamento, o álbum de inéditas “Sagrado”, resgatando as raízes do samba e do cantor.

No show, a dança também será celebrada com coreografias inéditas do balé da companhia de dança Leandro Azevedo – ator, dançarino, coreógrafo e professor. 

O show do MS ao Vivo ganhará ainda mais brilho com diversas surpresas que são reveladas durante a apresentação no painel de LED do cenário e com a banda formada por onze músicos:

  • Rafael dos Anjos (Violão e Direção Musical),
  • Henrique Garcia (Cavaco),
  • Julio Florindo (Contrabaixo),
  • Paulo Bonfim (Bateria),
  • Rafael Delgado (Banjo e coro),
  • Gabi D’paula (Coro),
  • Alisson Maninho (Percussão),
  • Wilsinho Baltazar (Percussão),
  • J. Chiclete (Percussão),
  • Marechal (Percussão),
  • Fabiano Segalote (Trombone).

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).