Correio B

MERCADO DE TRABALHO

Veja profissões em alta em tempo de crise econômica

Especialistas não esperam aumento de oportunidades ou de salários

Continue lendo...

ano de 2015 não foi fácil para quem estava atrás de um emprego. Com a crise econômica, algumas empresas buscaram equilibrar as contas cortando despesas e até mesmo funcionários. Até novembro do ano passado, 945,363 postos com carteira assinada foram fechados, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Com um cenário tão difícil, o que os profissionais podem esperar o ano que começa agora? Segundo especialistas ouvidos pelo G1, as empresas estarão ainda mais exigentes na hora de contratar, já que o orçamento enxuto exige trabalhadores que realmente resolvam problemas, reduzam custos e tragam bons resultados.

"Para 2016, a tendência é de que as empresas sigam os ajustes e sejam cada vez mais exigentes nas contratações. Não haverá um movimento significativo de expansão de posições e os salários tendem a ficar estáticos", afirma Fernando Mantovani, diretor de operações da Robert Half no Brasil.

Segundo Henrique Bessa, diretor da Michael Page, as empresas vão priorizar profissionais que consigam agregar valor e eficiência ao negócio. "Quem entender este momento e se colocar à disposição para absorver uma nova função ou dar apoio em mais de uma área, pode se destacar facilmente dentro da companhia". O perfil inovador e a capacidade de obter resultados em situações adversas serão características ainda mais valorizadas em 2016.

"Com um cenário econômico mais retraído, as palavras de ordem são resultado e produtividade. Os profissionais precisam oferecer mais produtividade, sem deixar de lado a qualidade. As áreas de tecnologia, compliance e financeira são as que devem gerar maior demanda pela busca de alternativas para driblar a crise", diz Paulo Dias, diretor de recrutamento da Stato, consultoria especializada em recrutamento e transição de executivos.

Veja 13 profissões que estarão em alta em 2016, segundo especialistas:

1) Gerente/ coordenador de infraestrutura

Perfil: Profissional com formação em sistemas ou ciências da informação. É responsável pela gestão de infraestrutura de TI – telecomunicações, suporte e data center.

Por que estará em alta: Infraestrutura de TI afeta diretamente a eficiência operacional da empresa, além de trazer reduções de custos. Eficiência e custos são os dois dos principais objetivos das companhias.

2) Gerente/ coordenador de plataformas mobile e web

Perfil: Para web é necessário ter conhecimento no desenvolvimento em Java, Groovy, DevOps. Para mobile, conhecimentos IOS e Android. Lidera equipe de desenvolvedores de aplicativos, ferramentas web, visa aproximar o usuário da marca/empresa.

Por que estará em alta: Existe uma tendência na maioria dos setores da economia (incluindo financeiro, varejo, bens consumo, entre outros) da migração do ponto de venda e do relacionamento com clientes para plataformas on-line e de e-commerce.

3) Gerente tributário

Perfil: Formação em contábeis ou direito com especializações em direito tributário e bom domínio de inglês. Tem o papel de garantir que a empresa esteja em dia com as obrigações fiscais. Busca reduzir a carga tributária e aumentar a eficiência do negócio.

Por que estará em alta: Com a possibilidade de aumento de impostos, somado as frequentes alterações na legislação brasileira e novos projetos em fase de implementação (ex: e-Social), a área deve continuar no radar das empresas.

4) Controller

Perfil: Formação em ciências contábeis, administração ou economia. Acompanha a operação da empresa sob o ponto de vista financeiro, cria relatórios e indicadores, além de liderar os relatórios dos números para a matriz e/ou acionistas.

Por que estará em alta: O cenário incerto da economia demandará maior precisão de informações e fará com que as matrizes (ou acionistas) fiquem mais próximas às operações em no país.

5) Gerente de tesouraria com foco em operações estruturadas

Perfil: Formação em ciências contábeis, administração, economia ou engenharia, com MBA em finanças corporativas ou investments. Responsável pela gestão e controle da estrutura de capital das empresas. Possui ampla bagagem de relacionamento bancário de médio/longo prazo, e de projeção e controle do fluxo de caixa das organizações.

Por que estará em alta: É um profissional que poderá baratear o “custo de captação”, melhorar o nível de relacionamento bancário, trazer operações mais engenhosas. Com o novo cenário de câmbio poderá proteger a organização de exposições indevidas, além de poder facilitar ou melhorar negócios em âmbito internacional.

6) Head do departamento jurídico

Perfil: Profissional generalista, com foco em consultivo. Perfil de liderança para exercer boa gestão de sua equipe. É o responsável por toda e qualquer demanda jurídica da empresa. Atua tanto no consultivo como na gestão do contencioso, em todas as frentes. Será responsável também pelo orçamento da área e gestão de equipe.

Por que estará em alta: No cenário atual, as empresas têm cortado os custos e pessoal. Com isso, profissionais em cargos executivos com alto custo, além de profissionais muito especializados, tem sido substituídos, dando espaço para profissionais com menos experiência, com menor custo, e mais generalistas, concentrando todas as demandas em um único profissional.

7) Gerente de contencioso de volume

Perfil: Profissional deve ter perfil híbrido para conciliar técnica com habilidade administrativo-financeira para gerir um grande volume de processos. Faz a gestão da contingência processual, analisando e administrando os riscos de cada carteira, traça estratégias para melhor rentabilidade e também faz gestão de equipes.

Por que estará em alta: Com a atual conjuntura político-econômica, o volume de processos aumentou. O foco está na área cível, ações de recuperação de créditos e indenizatórias; também a área trabalhista será bastante demanda, em vista do alto volume de demissões/rescisões que ocorreram neste último ano.

8) Advogado sênior/ gerente na área de M&A (mergers e aquisitions, em português: fusões e aquisições)

Perfil: Habilidade técnica e experiência em execução de fusões. É responsável pela elaboração desde atos societários, que compõem as operações de M&A.

Por que estará em alta: A tendência é de que investidores estrangeiros façam aquisições de empresas nacionais que estão desvalorizadas. Assim, a expectativa do profissional desta área deve ser positiva tendo em vista o alto volume de M&A esperado.

9) Gerente de inteligência de mercado
Perfil: Profissional analítico, com grande capacidade de raciocínio lógico, atualizado em relação a tendências, inovações e práticas do mercado. Gerencia as atividades de inteligência de mercado, envolvendo análise de dados sobre concorrência, consumidores, tendências e cenários, para definir políticas e processos.

Por que estará em alta: As empresas têm uma demanda cada vez maior por profissionais sêniores para valorizar a área de business inteligence, avaliando as mudanças dos hábitos dos consumidores e os impactos financeiros. Áreas como inteligência de mercado e customer insight devem crescer em 2016.

10)  Gerente de marketing digital

Perfil: Profissionais com conhecimento em usabilidade e experiência do usuário e compra de mídia online. Realiza a gestão da estratégia digital, atua com prospecção de leads e vendas, faz análise de mercados e tendências além do suporte consultivo gerencial, identifica as novas oportunidades de produtos, serviços, informações e soluções através do digital.

Por que estará em alta: O digital ganhou bastante espaço no mercado, o profissional de marketing com conhecimento em online se destaca por conhecer os processos e ferramentas para esse tipo de público.

11) Gerente de logística
Perfil: Formação em engenharia de produção com especialização em logística. O profissional controla, organiza e garante a integridade do estoque, faz a gestão de toda a equipe operacional, contrata serviço de manutenção e operação.

Por que estará em alta: Em momento de reestruturações nas empresas, a área de logística ganha destaque por ter um grande custo concentrado nela. Ter o profissional correto liderando esse departamento, traz para empresas redução de custos e garantia de qualidade em todos os elos da cadeia logística.

12) Desenvolvedor de aplicativos para smartphones

Perfil: Profissional apaixonado por tecnologia, com cursos na área e conhecedor da linguagem de programação em diversas plataformas. Ele é responsável por traduzir uma ideia em um aplicativo amigável e convidativo para o público em geral.

Por que estará em alta: O mercado tem buscado alternativas diante da crise e muitas soluções criativas vêm de startups e aplicativos que visam diminuir custos, encurtar distâncias, compartilhar produtos e conhecimentos. As empresas que já perceberam isso vão necessitar desses profissionais para operacionalizarem suas estratégias.

13) Analista/ gerente de crédito e risco

Perfil: Profissional responsável por analisar a saúde financeira de uma empresa a fim de conceder um crédito direto para financiamento de algum investimento ou ainda para entender se essa possível empresa cliente será uma boa pagadora. Formação em administração, economia, contabilidade ou direito com facilidade para lidar com números e contratos.

Por que estará em alta: A maioria das empresas enfrenta dificuldades financeira e necessitam de crédito para sair dessa situação. Por outro lado, ninguém quer ter risco desnecessário e é exatamente esse profissional que pode contribuir com análises mais aprofundadas e evitar que uma empresa conceda crédito a quem não tem condições de arcar com as dívidas.

Mudanças na carreira

Pesquisa da Robert Half mostrou que 87% dos profissionais pensam em procurar um novo emprego em 2016. Os profissionais também estão mais confiantes em relações às próprias perspectivas de emprego (89%) em comparação com o último ano. A busca por um trabalho novo nos próximos meses é muito provável para 49% e um pouco provável para 38%.

Para os profissionais que miram uma nova oportunidade, o principal critério para aceitar uma proposta é o crescimento na carreira (60%), seguido por salário superior (54%), melhor equilíbrio entre vida pessoal e profissional/ flexibilidade de horário ou home office (43%), localização (38%), ambiente de trabalho (34%), reputação da empresa (30%), setor/ indústria (23%), e melhores bônus e benefícios (18%).

superstição

Santo Antônio: Veja dicas de dez superstições para celebrar o "Casamenteiro"

Na quinta-feira (13) fieis celebram o Padroeiro de Campo Grande que possui histórico de unir casais; veja dicas

11/06/2024 18h15

Divulgação Pinterest

Continue Lendo...

Com o dia do padroeiro de Campo Grande, Santo Antônio avizinhando, algumas pessoas que costumam religiosamente fazer suas simpatias, certamente já colocaram a imagem na água que é uma das mais comuns para quem procura casamento.

Afinal de contas não existe limite para o amor. Campo-gransense que deseja um enlace romântico, certamente tentou uma coisinha ou outra. 

O dia de Santo Antônio, padroeiro da Cidade Morena, é nesta quinta-feira (13), um dia depois do Dia dos Namorados, então tem muita gente aguardando o tão esperado pedido. 

Uma das tradições que movimenta populares, é o famoso bolo distribuído, na Catedral de Santo Antônio, neste ano serão 2 mil alianças e tem gente que jura de dedinho que funciona. 

Para reforçar o pedido ao Santo selecionamos dez superstições que costumam ser feitas com a proximidade da data. 


Superstições do Santo Casamenteiro

  • Pegar um pequeno papel com o nome de Santo Antônio e colocá-lo debaixo do travesseiro na noite anterior ao dia 13 de junho, acredita-se que isso ajude a encontrar um amor verdadeiro;

  • Participar das simpatias, como amarrar uma fita vermelha na imagem do santo ou acender uma vela em sua homenagem, pedindo por um relacionamento amoroso;

  • Realizar uma novena em honra a Santo Antônio, rezando diariamente durante nove dias seguidos para alcançar ajuda em assuntos amorosos;

  • Jogar uma moeda na fonte ou no poço do santo, fazendo um pedido para encontrar um parceiro ou para ter sucesso no amor;

  • Fazer uma promessa para Santo Antônio, como realizar uma boa ação em troca de ajuda para encontrar um amor.

  • Visitar uma igreja ou santuário dedicado a Santo Antônio no dia 13 de junho, para fazer uma oração especial pedindo sua intercessão nos assuntos do coração;

  • Colocar um vaso de lírios brancos ou rosas vermelhas perto da imagem de Santo Antônio, acreditando que isso trará sorte no amor;

  • Carregar uma imagem pequena de Santo Antônio consigo durante o dia 13 de junho, para atrair energias positivas e proteção em questões amorosas;

  • Ler a vida e os milagres de Santo Antônio no dia de sua festa, buscando inspiração e fortalecimento espiritual para lidar com os desafios amorosos;

  • Fazer uma súplica para Santo Antônio, pedindo sua ajuda para superar obstáculos nos relacionamentos e encontrar a felicidade amorosa;

Afinal, quem é Santo Antônio?

Filho único de uma proeminente família nobre, Santo Antônio de Pádua nasceu em meados do século XII, nas imediações de Lisboa, Portugal. Contudo, sua jornada terrena tomou um rumo celestial quando, ainda jovem, sentiu o chamado para a vida religiosa.

Aos 19 anos, ingressou nos Clérigos Regulares de Santo Agostinho, onde recebeu sua ordenação sacerdotal em 1220. Sua busca pela transcendência o levou a uma encontro providencial com São Francisco de Assis, fundador da Ordem Franciscana, marcando o início de sua caminhada espiritual.

 

Santo Casamenteiro

Santo Antônio, um dos santos mais venerados na tradição católica, é carinhosamente conhecido como o "santo casamenteiro". Ao longo dos séculos, lendas e tradições se entrelaçaram em torno de sua figura, reforçando sua reputação como intercessor em questões do coração.

Segundo uma das histórias mais difundidas, durante sua juventude, Santo Antônio teria realizado um milagre que se tornou emblemático: ajudou uma jovem pobre a conseguir um dote para seu casamento. Desprovida de recursos, a jovem havia perdido a esperança de encontrar um esposo, até que Santo Antônio interveio em seu favor. O relato narra que um homem rico se apaixonou por ela e ofereceu o dote necessário para concretizar o matrimônio.

Desde então, essa narrativa e outras como ela têm inspirado a devoção dos fiéis, que invocam Santo Antônio em suas buscas por amor e felicidade conjugal. Sua imagem é frequentemente associada a rituais e práticas que buscam sua intercessão em assuntos relacionados ao casamento e aos relacionamentos amorosos.

 

Assine o Correio do Estado

Série

Bridgerton: Trailer da segunda parte dá sentido à divisão da temporada

Parte 2 da terceira temporada será lançada na próxima quinta (13)

11/06/2024 18h00

Penelo Featherington e Colin Bridgerton

Penelo Featherington e Colin Bridgerton Reprodução

Continue Lendo...

A Netflix divulgou na última semana o trailer da segunda parte da terceira temporada de Bridgerton, a série mais queridinha do momento. Os episódios finais, que focam no casal "Polin" (Penelope Featherington e Colin Bridgerton), serão disponibilizados na próxima quinta-feira (13).

A Netflix vem adotando há um tempo a divisão de temporadas em algumas de suas séries, o que gera certa revolta nos usuários (afinal, ninguém quer ter sua maratona pausada). Mas, aparentemente, a "dona" Netflix planejou bem o roteiro de Bridgerton para a divisão fazer sentido.

A primeira parte da temporada focou no fortalecimento de Penelope e Colin e no desabrochar do romance do casal. Já o trailer da continuação aponta que a ruptura não ocorreu apenas na divisão dos episódios mas também no clima leve da primeira parte. Confira:

Por que temporadas são divididas?

Dentre as experimentações de lançamento da Netflix há reality shows que foram lançados semanalmente e sitcoms lançadas em lotes. Mas ultimamente a plataforma tem apostado mais em temporadas divididas e com os episódios sendo lançados com alguns meses de diferença.

Apesar de esse comportamento não ser novo, se tornou comum em 2024 devido ao problema de abastecimento causado pelas greves históricas de Hollywood no ano passado, que fizeram os roteiristas e atores deixarem os trabalhos de lado. Além disso, a produção de conteúdos da plataforma já havia sido impactada negativamente pela Covid-19 entre 2020 e 2022.

Claro que também há marketing envolvido no novo modelo de postagem. Com a divisão das temporadas ao longo de meses, o streaming consegue garantir que os assinantes permaneçam fiéis à plataforma para terminarem a temporada. E também, ficam engajados no assunto por mais tempo.

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).