Correio B

games

Videogame ganha espaço nas lojas e deve ter alta nas vendas

As vendas de computadores devem cair 29% neste ano em relação a 2014

folhapress

13/10/2015 - 15h08
Continue lendo...

Na contramão da economia e também de outros produtos de tecnologia, como os computadores, os videogames devem ter alta de venda neste ano no Brasil.

Os consoles estão, inclusive, avançando sobre o terreno das câmeras digitais e dos PCs nas prateleiras, segundo executivos do setor.

"Esses aparelhos ocupavam espaço no varejo. Tanto físico nas lojas quanto em termos de negócios. E videogame uma categoria que tem funcionado. A gente está bem otimista para esse final do ano, apesar do cenário econômico bastante complicado", diz Anderson Gracias, diretor do Playstation (videogame da Sony) para a América Latina.

De acordo com a empresa de consultoria IDC Brasil, as vendas de computadores devem cair 29% neste ano em relação a 2014, para 7,4 milhões unidades.

Enquanto isso, o executivo da Sony espera crescimento de 15% a 20% na comercialização de games em 2015, com títulos importantes como "Assassin's Creed Syndicate" e "Uncharted 4" chegando às lojas nos próximos meses.

Quanto à venda do consoles, o otimismo é maior, já que o Playstation 4 passou a ser montado no Brasil -os componentes são importados- e agora é vendido por R$ 2.599. Antes, eram cobrados R$ 4.000.

No entanto, Gracias afirma que o preço pode aumentar nos próximos meses caso o dólar não recue e estabilize.

"Gostaria de não precisar aumentar até o fim do ano. E não tem nenhum plano concreto nem previsão. Estamos fazendo o monitoramento do dólar todo dia. Todo dia eu peço uma análise nova do financeiro. Tenho quatro ou cinco cenários projetados."

Questionado sobre se a saída do Playstation do Brasil -assim como a Nintendo fez no começo do ano- é um desses cenários, o executivo respondeu que não.

A Microsoft também espera continuar crescendo no Brasil, apesar de recentemente ter seguido no caminho oposto e aumentado o preço do Xbox One para R$ 2.499.

"Nós temos consciência da pressão que sofremos quanto ao preço", afirma Phil Spencer, chefe da divisão de Xbox da Microsoft. "Acredito que as vendas vão aumentar ano após ano. Com as promoções em que a pessoa compra o videogame e ganha um jogo, eu espero que as vendas sejam maiores em 2015", diz.

Para ele, a expectativa é de o Xbox One ter mais unidades vendidas em 2015, quando o console completa dois anos no mercado, que o mesmo número de Xbox 360 comercializados em 2008, também dois anos de vendas do aparelho. Isso deve ocorrer principalmente devido à linha de jogos, que em breve contará com o famoso jogo de tiro em primeira pessoa "Halo 5", com lançamento marcado para 27 de outubro.

A Warner, empresa que distribui games no Brasil, como "Fifa 16" e a saga "Lego", o crescimento neste ano deve ser de dois dígitos, de acordo com Nelson Sambrano, diretor de marketing da empresa.

A principal dificuldade para atingir esse número é o preço dos games, que também sofreram um reajuste para cima. Lançamentos mais aguardados como "Star Wars: Battlefront" devem custar R$ 300 quando chegarem às lojas. Antes, os títulos não passavam de R$ 250.

Para Spencer, da Microsoft, a alta do preço dos jogos não deve influenciar no avanço das vendas. "No mercado, há games de diversas faixas de preço: de US$ 10 até os lançamentos das grandes empresas", afirma.

Dialogo

Confira a coluna Diálogo na íntegra, desta quarta-feira, 24 de julho de 2024

Por Ester Figueiredo ([email protected])

24/07/2024 00h01

Diálogo

Diálogo Foto: Arquivo / Correio do Estado

Continue Lendo...

Mahatma Gandhi líder pacifista indiano

Um não dito com convicção é melhor e mais importante que um sim dito meramente para agradar, ou, pior ainda, para evitar complicações”.

Felpuda

No centro do furacão de supostos malfeitos, prefeito vai acabar sentado na beira do caminho cantando “Ninguém me ama/ninguém me quer”, antigo sucesso interpretado pela cantora Nora Ney. De consolo e para enxugar as lágrimas, apenas o lencinho do seu “pupilo”, o qual lançou para disputar a melhor cadeira da prefeitura de cidade do interior de Mato Grosso do Sul. É que os políticos que outrora comiam em sua mesa estão saltando de banda para não se comprometerem. E, assim, o sonho de fazer o sucessor está indo por água abaixo.

Diálogo

Firme

Apesar de o PL do ex-presidente Jair Bolsonaro ter se afastado, em Campo Grande, do PP, seu partido, a senadora Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias segue firme na “briga” pela reeleição da prefeita Adriana Lopes.

Mais

Do alto dos seus mais de 800 mil votos – 241.903 só na Capital – nas últimas eleições, Tereza Cristina não desanimou diante da “tapetada” dos tucanos mais emplumados. Vale lembrar que, na sua vida pública, ela adquiriu experiência suficiente para encarar tais situações.

DiálogoO desembargador Sérgio Martins e advogada Ana Medeiros. Ele é presidente do TJMS e ela preside o Instituto Brasileiro de Direito da Família de Mato Grosso do Sul
 
DiálogoVanessa Abbud

Ilusão

Pré-candidatos a vereadores que andam inundando as redes sociais comemorando vitória pelos seus nomes terem aparecido em algumas das pesquisas nesse período de pré-campanha mostram, sobretudo, desconhecimento de como é o desenrolar de uma disputa eleitoral. Quase sempre esse “desempenho das galáxias” não passa de fumaça, que em pouquíssimo tempo desaparece e a euforia desaba diante da realidade.

No chão

Assim como em Campo Grande, o PSDB não tira o olho da prefeitura de Dourados e está fazendo o seu ungido na disputa, o ex-deputado federal e estadual Marçal Filho, correr o trecho. Enfim, ele está gastando as solas dos sapatos em reuniões em bairros e em vilas. Acostumado a “viver no ar”, como radialista que é, agora dizem que ele está no chão e “comendo poeira”.

Retrato

Por falar em Dourados, o Psol está rachado por lá e um grupo apoiará o pré-candidato a prefeito Tiago Botelho, do PT, e não o candidato Beto Teles, da Federação Psol-Rede. Esse é mais um retrato da esquerda em MS, que tenta, a todo custo, impedir que a direita venha a conquistar a prefeitura. A pré-candidata é a advogada Gianni Nogueira e tem o aval do ex-presidente Bolsonaro para a disputa. Diferentemente da Capital, os liberais de Dourados não ficaram, digamos assim, batendo cabeça.

ANIVERSARIANTES

Fernando Mansur Wendling,
Núbia Lima,
Paulo José Araújo Corrêa,
Carmelita (Carmen) Corrêa Coelho Morais,
Mário Márcio Orro Gonçalves,
Adélia Maria Dias Muller Gomes,
Carlos Gomes Rosa,
Décio Yoshihiro Kokubu,
Celso Cassemiro dos Santos,
Ana Lúcia Marques dos Santos do Nascimento,
Elza Maria Chinaglia,
Marli Mitiko Sakai,
Loraine Assis Mendonça,
Viviane Amendola da Motta,
Caroline de Lima Bondan,
Celia Silva dos Santos,
Fabrício Ribeiro Brunet,
Marianita Ferreira Cravo,
Keylla de Carvalho Fontoura,
Cheila Cristina Vendrami,
Ana Carmem Gaia Monteiro,
Dr. Rubens Trombini Garcia,
Ana Cristina da Motta Gessi,
Dr. Celso Rafael Gonçalves Codorniz,
Élvia Antunes Moraes,
Dra. Márcia Santana de Mello Filho,
Dr. Emerson Marim Chaves,
Ermelinda Fátima Ireno Melo,
André Pereira Machado,
Angela Maria Costa,
Antônio de Sousa Borges,
Tânia Terezinha Minetto,
Maria Cristina Almeida Serra,
Darci Zine,
Paulo da Silva Cordeiro,
João Gerônimo do Nascimento,
Adolfo Nis,
João Gonçalves,
Jane Aldenara Dias Rocha,
Marly Vaz Silveira,
Marley Vaz Silveira,
Renê Jacques,
Fábio Henrique Santullo,
Maria Angela Secco Thomé de Souza,
Dra. Cristiane Massunari Sato,
Maria Cristina Resstel Corrêa
Boock, Manoel Correia Sobrinho,
Alamiro Pereira dos Santos,
Hamilton Pires Maia,
Amilton Vieira Nobre,
Durval de Andrade,
Márcio Antonio de Souza Bexiga,
Giovana Toazza Correa,
Inês Costa de Almeida,
Roberta Ferreira Cardoso da Silva,
Dalanna Maria de Oliveira Cerqueira,
Dr. Francisco Gomes Bezerra,
Oséias de Lima,
Coraly Cunha Souza e Silva,
Tadeu Antonio Siviero,
Gláucio Cabreira da Costa,
Ezequiel Alves da Silva,
Arlindo Pereira de Lima,
Wania Silva Costa de Almeida,
Flávia Braga Fragelli,
Chariane Maia Espassa,
Frederico Guilherme Freire,
João Igino Sanches,
Celso da Silva Moreira,
Emerson Alexandre Hirata e Sá,
Flávio Seiji Kawakami,
Damaris Alves Chaves,
Rodrigo Marcondes de Aquino,
Marcos Huelber Centurion de Matos,
Lucienny Roberta Santana,
Giselaine Novaes Vilas da Silva,
Giselda Regina Sobreira de Oliveira Andrade,
Guilherme Cury Guimarães,
Ironir Sampaio,
Edson Massuo Mori,
Oswaldo Badan Junior,
Humberto Romero Flores,
Masue Miyashiro,
Simone Aparecida Leal Buso Maia,
Zélia Dupim Casado Chagas,
Dr. Rudi Pellizzon,
Tiago Patricio Stuqui,
Pedro Carlos Nantes,
Liliane Cardoso de Freitas,
Valderiza da Silva Vicente Arruda,
Caroline Batista Nantes,
Mônica Cristina Moreira Freire,
Carlos Eduardo Matos Leal,
Leonardo da Silva Bezerra,
Rodrigo Alves de Lima,
Bruna Santos Chaves,
Geraldo Monteiro de Oliveira,
Célia Lúcia Sobral,
Sônia Leite Mendes,
Ana Maria Souza Franco,
Maria Francisca Sanches,
Sarita Correia de Lima,
Amanda Cristina Medeiros,
Maria Fernanda Lopes,
Lorena Pereira de Oliveira.

*Colaborou Tatyane Gameiro

Correio B

Influenciadora americana cede aos encantos de Clarice Lispector

Após colocar o escritor Machado de Assis entre os mais lidos nos Estados Unidos, a crítica literária Courtney Henning, se rende a genialidade da escritora

23/07/2024 18h00

A crítica literária iniciou o desafio de ler um autor por país, mas parece que vai passar mais um tempo entre obras literárias do Brasil

A crítica literária iniciou o desafio de ler um autor por país, mas parece que vai passar mais um tempo entre obras literárias do Brasil Reprodução Tik Tok

Continue Lendo...

A crítica literária Courtney Henning, depois de se encantar com Brás Cubas de Machado de Assis, cedeu aos pedidos e leu um livro de Clarice Lispector; o resultado conforme uma expressão em inglês foi de uma verdadeira 'blow mind' (explosão da mente).

Agora Courtney,  lança aos brasileiros o questionamento: "como vocês conseguem viver depois de ler Clarice Lispector.

Henning, iniciou com um desafio de ler uma obra de cada país e durante o processo compartilhou com os seguidores no Tik Tok  a experiência com as obras.

Brás Cubas

Sem poupar adjetivos quando chegou na obra de Machado de Assis, a avaliação foi tão positiva que Brás Cubas entrou para a lista dos mais vendidos na categoria "Literatura Latino-Americana e Caribenha" da Amazon Americana.

Clarice Lispector

Os internautas brasileiros conhecidos pela persistência, começaram a indicar as obras da escritora Clarice Lispector.  Courtney chegou a comentar que duvidou e imaginou inclusive na possibilidade de que se tratasse de um caso superestimado. 

No entanto, o resultado foi totalmente oposto e após vivenciar a leitura de A Hora da Estrela,  não restaram dúvidas acerca da genialidade de Clarice Lispector. 

Por fim, a americana ficou tão extasiada com a intensidade de Lispector que está se perguntando "que água os brasileiros bebem".

A dúvida inicial, que geralmente acontece quando "brota" um monte de pessoas, indicando autores dissipou completamente. 

"Assim, como Machado, fiquei perdidamente apaixonada.  Eu li a Hora da Estrela e não sei nem dizer de qual trecho gostei mais", explicou Courtney. Veja:

 

 

 

 

Em alusão aos elogios, a Editora Rocco que possui os direitos das obras de Clarice Lispector no Brasil, respostou o vídeo no Instagram.

Com isso, é possível que o desafio da leitura de um livro de cada país acabe atrasando um pouco, caso Courtney descubra outros autores brasileiros.

 

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).