Correio Rural
PRODUTIVIDADE

Falhas na plantadeira podem diminuir potencial produtivo

Milho pode ser ainda mais afetado, sugerem especialistas

Da Redação

22/05/2022 17:30

A falta de manutenção e estratégias quanto às plantadeiras, pode afetar de forma significativa o resultado das safras de soja, e o milho pode ser ainda mais afetado. Se chegar a 1% de falha, entre uma semente e outra, pode acarretar uma redução de potencial produtivo em 0,6%, comentam especialistas.

 A constatação é do grupo de agrônomos que confirmaram, de forma científica, o risco que o mau processo de plantio pode acarretar, durante palestra do 6º Circuito Aprosoja/MS, que ocorreu na sexta-feira (20), na Expoagro.

Segundo os agrônomos há cinco itens necessários para acompanhamento frequente por parte do produtor rural: o espaçamento, a singulação, população, emergência e nutrição. “No caso do espaçamento o agricultor deve cuidar do tubo condutor, da velocidade do plantio, além do chacoalho da linha. Todos esses fatores podem diminuir de forma significativa da produtividade”, explica o agrônomo da PlantiMais Eduardo Rotermel Grando.

Sobre a singulação o agrônomo Giancarlo Rocco, sinaliza que pode acarretar uma redução de potencial produtivo em 0,6%. “Não podemos considerar apenas a capacidade de compensação. E verificamos ainda que a qualidade de espaçamento diminui conforme se aumenta a velocidade da plantadeira”, esclarece Rocco ao apontar que no milho é ainda pior, uma vez que 1% de falha ou de duplas plantas no mesmo espaço, podem acarretar falhas de 0,6% ou 0,7%, respectivamente.