Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

90 DIAS

Vazio sanitário terá inicio nesta segunda feira em MS

O período de resguardo é crucial para evitar problemas nas lavouras
14/06/2020 08:12 - Da Redação


O vazio sanitário da soja tem início oficialmente em Mato Grosso do Sul no dia 15 de junho com término em 15 de setembro. Neste período de 90 dias fica proibido o cultivo do grão, sob risco de penalidades.

O período de plantio da oleaginosa no Estado acontece entre os dias 16 de setembro a 31 de dezembro e o cadastro de área plantada é obrigatório, pelo site da Iagro. O período de resguardo é crucial para evitar a expansão de focos de ferrugem asiática nas lavouras, sendo a doença de maior expressão da cultura da soja.

A campanha do vazio é realizada pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) e a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), tem a parceria da Associação dos Produtores de Soja de MS (Aprosoja/MS) e Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul).

Secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, lembra que o Estado tem mantido uma parceria muito profunda com o setor produtivo através das instituições que os representem, como a Famasul, Aprosoja e os sindicatos rurais em todo o Mato Grosso do Sul.

Para ele, no momento vivido com a pandemia “é fundamental que essas alianças estejam fortalecidas para que a produção não seja descontinuada em nenhum setor e o alimento chegue à mesa do consumidor”, destacou Verruck.

 

Felpuda


Na troca de alfinetadas entre partidos que não se entenderam até agora sobre eventual aliança, uma outra peça está surgindo: trata-se do levantamento completo sobre investimentos feitos, recursos liberados, parcerias em todas as áreas, além do prazo de quando tudo isso começou. Caso os palanques venham a ficar distanciados, a divulgação será feita à exaustão durante a campanha eleitoral, para mostrar quem é quem na história. Os bombeiros continuam atuando.