Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MOTONEWS

A Ninja H2 SX SE+, a sport-touring mais avançada já produzida pela Kawasaki, chega ao Brasil por R$

A Ninja H2 SX SE+, a sport-touring mais avançada já produzida pela Kawasaki, chega ao Brasil por R$
02/12/2019 12:00 - Edmundo Dantas Agência AutoMotrix


 

A nova Kawasaki Ninja H2 SX SE+ chega às concessionárias brasileiras em dezembro para complementar a gama sport-touring da marca japonesa no país. O modelo se destaca pelo impressionante motor supercharged de 998 cm3, que alcança potência máxima de 210 cavalos. Segundo a marca, além de uma aceleração progressiva sem precedentes e eficiência energética (que resulta em uma maior autonomia), o novo motor turbo oferece mais conforto para uma experiência touring e uma série de outros itens que a tornam o modelo mais avançado da linha. Estranhamente, ou talvez por razões que só o marketing possa explicar, a Ninja H2 SX SE+ não apareceu no estande da Kawasaki no Salão Duas Rodas 2019, que aconteceu de 19 a 24 de novembro na capital paulista.

            A nova versão da H2 SX é equipada com suspensão eletrônica KECS de última geração, controles de largada, tração e cornering ABS, central inercial (IMU), controles de tração e largada e quatro diferentes modos de pilotagem. Vinculados ao KTRC, ao Modo de Potência e ao KECS, os modos de pilotagem permitem que os pilotos definam com eficiência o controle de tração, o fornecimento de energia e a suspensão para atender a uma determinada situação de pilotagem. O piloto pode selecionar entre três configurações (Sport, Road e Rain) e uma manual (Rider). Nesse último modo, cada um dos sistemas pode ser ajustado de forma independente. O Sport permite que o piloto desfrute de mais esportividade em roteiros mais sinuosos. O Road oferece uma condução confortável em várias situações na cidade e para velocidade de cruzeiro em rodovias. E o Rain oferece ainda mais segurança em pisos molhados. Os modos podem ser alterados mesmo durante a pilotagem. Para isso, basta o piloto acionar um botão na manopla esquerda.

            Os freios Brembo Stylemma têm sistema ABS KIBS. Traz transmissão de engate rápido do tipo dog-ring atuando em conjunto com quick shifter bidirecional, que elimina a necessidade de uso da embreagem, faróis auxiliares de leds direcionais instalados nas laterais da carenagem, painel colorido TFT customizável, de fácil visualização, e itens de conveniência como Electronic Cruise Control e aquecedor de manoplas. O modelo conta, ainda, com a opção de conectividade com o celular por meio do aplicativo Rideology The App (disponível para iOS e Android), possibilitando que o condutor defina todas as configurações da motocicleta direto no smartphone, os modos de condução e a pré-carga da suspensão traseira, dependendo da carga que transportará. Também é possível configurar o freio-motor, as suspensões, os modos de potência e o controle de tração.

            O Rideology The App ainda permite registrar as rotas, com informações muito completas da posição do acelerador, pressão do freio, marcha engatada, rotações do motor e a temperatura do líquido de refrigeração. E para completar, o piloto tem acesso a todas as informações do veículo, incluindo odômetro, tempo total em operação, marcadores parciais de quilometragem, nível de combustível, autonomia disponível, consumo e velocidade médios, ângulos máximos de inclinação, carga da bateria, quilômetros restantes para a próxima revisão e trocas de óleo. A nova Kawasaki Ninja H2 SX SE+ está disponível na rede de concessionárias da marca com preço público sugerido de R$ 139.990 (sem frete) nas cores Metallic Graphite Gray/Metallic Diablo Black/Emerald Blazed Green.

Felpuda


A lista do Tribunal  de Contas de MS,  com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros  de quando exerceram cargos públicos,  está deixando  muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto  pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!