Clique aqui e veja as últimas notícias!

CORREIO VEÍCULOS

Nova Sprinter 2020 vem com <br>mais segurança e inovações

Nova Sprinter 2020 vem com <br>mais segurança e inovações
30/09/2019 15:02 - LEANDRO GAMEIRO


A Mercedes-Benz apresentou a nova linha Sprinter, com novas versões e novidades exclusivas no mercado. Os modelos 314, 416 e 516 são as novas nomenclaturas, mas o que significam esses números?

O primeiro número, 3, 4 ou 5 indica o PBT, peso bruto total. Já o segundo e terceiro número são relativos a potência do motor. 143 e 163cv.

Mercedes-Benz Sprinter (Foto: Leandro Gameiro)

O destaque fica por conta da direção elétrica progressiva, que vem de série, dispensando bomba hidráulica e polia do motor, o que acaba gerando menor consumo de combustível. O raio de giro do volante aumentou, o que facilita nas manobras. Outro destaque, Hill Start Assist, o freio fica acionado por 3 segundos, item que está sendo popularizado entre os automóveis, agora também é item de série e exclusivo para a nova linha Sprinter.

O ar condicionado das vans, que carregam passageiros, somam 61.420 BTUS, 9.000 a mais do que na versão anterior. Todas as versões já vêm com ar condicionado de série e nas vans de passageiros, 2 compressores independentes. Mas se a sua van for furgão ou chassis, ultrapassa os 23.500 BTUS. Claro, com essas mudanças, todas as Sprinters tiveram as suspensões recalibradas e melhoradas, aumentando a capacidade de carga.

Mercedes-Benz Sprinter (Foto: Leandro Gameiro)

Motor
Já conhecido, OM651 reformulado, nova eletrônica, para melhor eficiência, com maior potência e menor consumo. Novo câmbio ZF de 6 marchas com trambulação interna, ou seja, varões e cabos, tudo dentro da caixa de câmbio e lubrificado juntando-se as engrenagens, aumentando a vida útil da peça, segundo o fabricante.

Design
Agora o design é mundial, o mesmo Sprinter que é vendido lá fora, agora está no Brasil também, com nova grade, novo conjunto ótico, novo DRL, além dos para-choques redesenhados e três novas cores.

Mercedes-Benz Sprinter (Foto: Leandro Gameiro)

Interior
Mais harmônico, com 3 opções de acabamentos, deixando a van com uma cara mais luxuosa, carregador e suporte de celular para todos os passageiros fazem parte do pacote. Mais um ponto positivo para a Mercedes-Benz, além da iluminação toda em LED e novo painel, mais funcional, ergonômico e elegante. Nova central multimídia de 7” com câmera de ré, espelhamento do telefone e tela touch screen. Chamado de MBUX, ele é interativo e comunica com o carro, podendo definir travamento de portas, ver definições do sistema do carro, como iluminação interna, alerta de manutenção e diversas outras funções.

Segurança
A grande novidade é o ABA - Active Brake Assist, traduzindo, sistema ativo de frenagem, funciona a partir de um radar instalado na frente da Sprinter e ativado sozinho a partir de 7km/h até a velocidade máxima da van. Dividido em 3 estágios, alerta, frenagem parcial e a parada total, e o mais legal, identifica pedestres e ciclistas, até 60km/h, e é de série em todas versões, como em todos veículos que possuem esse sistema, ele tem regulagens, podendo ser antecipado, médio e tardio, podendo ser desligado. Mas toda vez que o sistema é reiniciado, ele volta na configuração original e fica na identificação média. Outro diferencial, que já havia na versão anterior, é o ESP adaptativo que, em resumo, possui todos os itens que o mercado exige e é de série também. Assistente de fadiga e assistente de ventos laterais também fazem parte dos itens de série. A grande vantagem do sistema adaptativo é que independente do peso e da distribuição da carga, o sistema funciona.

Mercedes-Benz Sprinter (Foto: Leandro Gameiro)

Primeiras impressões
Dirigimos o 416, linha carga e furgão. Mas o que é a linha carga? É a Sprinter no chassis, podendo colocar a carroceria que melhor atender. Resumindo, o novo Mercedes-Benz parece muito um carro de passeio, direção muito leve e uma tocada progressiva, bom torque, bastante conforto. Isso porque testamos o modelo mais básico, sem multimídia. Porém, com todos os recursos de segurança. O teste foi curto, cerca de 18 quilômetros, mas o suficiente para saber o por quê o modelo é sonho de muitos.

Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais: @correioestado e @correioveiculos.