Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO VEÍCULOS

Utilitários ou esportivos?

A Porsche traz para o Brasil o Cayenne Coupé e o Cayenne Coupé Turbo S E Hybrid, com preços de R$ 459 mil e de R$ 956.500
12/11/2019 05:00 - DANIEL DIAS/Agência AutoMotrix


A Porsche Brasil apresenta ao país de uma só vez duas versões do SUV que rompeu a tradição dos carros esportivos da marca alemã, o Cayenne Coupé e o Cayenne Coupé Turbo S E-Hybrid, com preços de R$ 459 mil e de R$ 956.500, respectivamente. Ou seja, veículos para pouquíssimos felizardos. A rede de concessionárias Porsche no Brasil está presente em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Recife (PE), Campinas (SP), Florianópolis (SC), Brasília (DF) e Ribeirão Preto (SP).  “Ao lado do Macan, o Cayenne é o grande líder de vendas da Porsche. A chegada do Coupé, novo membro da família de SUVs, ajudará a empresa a conquistar ainda mais espaço no mercado brasileiro que já é fã dos nossos utilitários esportivos”, afirma Werner Schaal, diretor de vendas da Porsche Brasil.

As proporções mais dinâmicas combinam com elementos de design exclusivos que dão ao novo Cayenne Coupé um alto nível de elegância. O efeito é reforçado por um defletor aerodinâmico no teto, que marca mais a silhueta diferenciada do Coupé. O para-brisa dianteiro e a coluna A são mais baixos do que no Cayenne “normal”, graças ao rebaixamento da borda do teto em torno de dois centímetros. As portas traseiras e os para-lamas redesenhados alargam os ombros do veículo em 1,9 centímetro, contribuindo para a impressão muscular do conjunto. A placa traseira é integrada ao para-choque, fazendo o veículo parecer mais próximo do chão. “A linha de teto significativamente mais inclinada, que cai para a traseira, faz o Cayenne Coupé parecer ainda mais dinâmico e o posiciona como o modelo com aparência mais esportiva em todo o segmento”, diz Michael Mauer, vice-presidente de Estilo da Porsche.

Com seu defletor adaptativo, o atual Cayenne Turbo foi o primeiro SUV a trazer esse tipo de aerodinâmica ativa. O novo SUV aproveita essa iniciativa e dá continuidade a ela. Em todos os modelos Cayenne Coupé, o defletor de teto é combinado a um novo defletor traseiro adaptativo, como parte da Porsche Active Aerodynamics (PAA - aerodinâmica ativa). O defletor – integrado à silhueta do modelo – se estende 13,5 centímetros em velocidades acima de 90 km/h, aumentando a pressão de contato sobre o eixo traseiro, ao mesmo tempo em que a PAA faz crescer simultaneamente a eficiência. As linhas dinâmicas e os elementos de design exclusivos do novo Cayenne Coupé diferenciam o modelo de forma efetiva. Ao mesmo tempo, ele se beneficia de todos os destaques tecnológicos da terceira geração do Cayenne, que apresenta potentes sistemas de propulsão e de chassi inovadores, display e conceito operacional digitalizados e uma abrangente conectividade.

No lançamento ao mercado brasileiro, serão disponibilizados dois modelos de alto desempenho, o Cayenne Coupé e o topo de linha Cayenne Coupé Turbo S E-Hybrid. O primeiro tem motor 3.0 turbo de seis cilindros, potência de 340 cavalos e 46 kgfm de torque. O pacote Sport Chrono permite fazer a arrancada de zero a 100 km/h em 6 segundos. O tempo pode cair para 5,9 segundos com os pacotes esportivos de peso leve opcionais. A velocidade máxima é de 243 km/h. O “top” Cayenne Turbo S E-Hybrid Coupé obtém sua potência de sistema de 500 kW (680 cavalos) da interação entre um motor 4.0 V8 (404 kW e 550 cavalos) e um elétrico (100 kW e 136 cavalos) integrado à transmissão Tiptronic S de 8 velocidades. O torque máximo do sistema é de 91 kgfm, disponibilizado logo acima da marcha lenta. De zero a 100 km/h, faz em 3,8 segundos e atinge a velocidade de 295 km/h. O desempenho se combina a um alto nível de eficiência: o Cayenne Turbo S E-Hybrid Coupé pode rodar até quarenta quilômetros sem nenhuma emissão.

O novo Cayenne Coupé oferece de série amplo espaço a bordo para até quatro pessoas. Na frente, os novos assentos esportivos com oito regulagens com apoios de cabeça integrados oferecem conforto lateral. Na traseira, o cupê vem equipado com um banco com características típicas individuais. Como alternativa, bancos conforto tipo 2+1 – um equipamento familiar do Cayenne – podem ser especificados sem custo adicional. Os passageiros de trás sentam-se três centímetros mais baixo que no Cayenne “normal”, garantindo amplo espaço para a cabeça, apesar da silhueta esportiva rebaixada do veículo. A capacidade do bagageiro e de 625 litros, podendo ser elevada até 1.540 litros quando os assentos traseiros são rebatidos.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!