CorreioPod

podcast correio rural

A+ A-

Transformando Fazendas em Santuários da Natureza: O Guia Completo para Criar sua RPPN

Descubra como sua propriedade rural pode contribuir para a conservação ambiental e ainda trazer benefícios econômicos e legais.

Continue lendo...

Você sabia que você pode criar uma reserva particular do patrimônio natural, a chamada RPPN?
em sua propriedade rural ?

 

A RPPN é uma unidade de conservação de domínio privado, gravado com perpetuidade na matrícula do imóvel, o objetivo de conservar a diversidade biológica.

A criação dessa unidade não afeta a titularidade do imóvel,  A lei do sistema nacional de unidades de conservação colocou a RPPN humanidade de conservação privada no arcabouço dos 11 tipos de unidades de conservação,  a RPPN é criada pelo proprietário rural sem desapropriação da Terra. Ao criar a RPPN o proprietário assume compromisso com a conservação da natureza.

E no Brasil existem hoje 1863 RPPNS que ocupam uma área de cerca de 836.000 ha, a maior parte na mata Atlântica 72% e no cerrado 16%.

No ranking das RPPNS a liderança de Mato Grosso com 180,7000 ha, seguido de Mato Grosso do Sul que tem bastante 153,8000 ha. A maioria no Pantanal e Minas Gerais, 145,6000 ha.

A gente conversou com laerton Laércio Machado de Souza coordenador da fundação pro natureza, a funatura, que citou os benefícios da RPPN em algumas áreas na propriedade, por exemplo que o produtor não utiliza por ser impossível que plantar soja ou colocar um boi, por exemplo, mas ele paga ITR sobre aquela área, se ele quiser uma RPPN não vai pagar  o ITR dessa área, segundo o Laércio com  a RPPN o proprietário protege as nascentes assim como a polinização, a RPPN torna o fazendeiro um produtor de natureza, diz o Laércio.

Além da isenção do ITR, quem faz uma RPPN tem direito de propriedade preservado.

Prioridade na análise dos projetos pelo fundo nacional do meio ambiente, do Ministério do meio ambiente, e preferência na análise de pedidos de concessão de crédito agrícola nas instituições oficiais de crédito.

O Laercio, por exemplo, tem 2 RPPNS no Pantanal, na região do Rio Miranda, que vocês conhecem bem.

Ele chama de Terra das onças e já está criando uma terceira as maiores reservas particulares do Brasil estão no Pantanal, em Mato Grosso do Sul e em Mato Grosso os 2 estados detêm 333.000 das 835.000 ha de RPPN do Brasil.
 

Ouça na íntegra no Spotify:

 

PODCAST CORREIO RURAL

Produtor francês quer mais protecionismo

Ouça seu Podcast semanal do Correio rural na voz de Bruno Blecher

05/02/2024 05h00

PODCAST CORREIO 1920X1080

Continue Lendo...

Hoje nosso podcast é especial. Nós vamos falar sobre a revolta dos agricultores na França. Vamos tentar entender o que está acontecendo por lá, né? Não sei se devem ter visto na TV e deve ter lido jornais.

Que os produtores franceses estão em pé de guerra contra a política ambiental da união europeia e contra o próprio governo, né? do Macron, vocês viram aí os produtores franceses bloqueando com caminhões, tratores até blocos de fenos, que esses grandes blocos de fenos as estradas próximas a Paris e ameaçando interromper até o abastecimento de alimentos na capital. 

Esse movimento também é está acontecendo na Alemanha, na Itália, na Bélgica, na Polônia, na Romênia e na Lituânia a gente conversou com o professor Marco Janque, que é professor sem o de agronegócio do INSPER para ele, nos explicar o está por de trás desse levante do setor rural, é na Europa.

O primeiro ponto, o que serviu aí de estopim, foi o aumento dos custos dos combustíveis, aumentaram o imposto sobre o diesel, uma medida que visa redução do uso de combustíveis fósseis para cumprir metas ambientais da união europeia, né?

E isso elevou os custos de produção e deixou o produtor sem saída, porque não existe um substituto para o diesel nas propriedades rurais.

Segunda questão, a emissões, redução das emissões na agricultura, isso daí é uma medida que os ambientalistas estão tomando, né? Eles estão mandando na União Europeia e o campo vem perdendo cada vez mais terreno.

As novas leis obriga os produtores a reduzirem o uso de fertilizantes nitrogenados, pesticidas, antibióticos e até de água.

A ordem é cortar as emissões de gases e de efeito estufa, trocando insumos químicos por orgânicos e ou biológicos.

E o resultado disso muitas vezes é a queda da produtividade e o aumento dos custos.

Outra questão que o produtor da França e o europeu tá levantando é a chamada concorrência desleal.

O que é essa concorrência desleal, Hein? Isso mexe exatamente contra quem? Contra o Brasil, né? É o Brasil tá mira dos agricultores franceses, porque é o principal fornecedor de produtos agropecuários para a Europa.

Foram 25 bilhões de dólares em 2022 à frente dos Estados Unidos, que foi 20 bilhões, né? A união europeia, vale dizer, é o terceiro maior importador de produtos do agronegócio do mundo, atrás apenas da China.

Ouça na íntegra no Spotify:

 

 

podcast correio rural

Agronegócio Brasileiro Impulsiona Exportações em 2023

Soja enfrenta desafios climáticos, mas mantém forte contribuição econômica

29/01/2024 05h00

PODCAST CORREIO 1920X1080

Continue Lendo...

A safra de cana 2023 2024 se encerra como a mais produtiva em 15 anos, segundo o levantamento feito pelo CTC centro de tecnologia canavieira de abril a dezembro de 2023 a cana-de-açúcar na região centro-sul, registrou produtividade média de 87,6 t por hectare, 10 t a mais do que a média das últimas 15 safras, que foi de 77 t. por hectare, as altas produtividades são consequências da excelente condição climática nessa safra, com chuvas muito bem distribuídas e acima da média na maioria das regiões produtoras de cana.

No acumulado da safra, a qualidade da cana, chamada ATR se manteve dentro das médias das últimas 15 safras, em 134,5 kg por tonelada.

Os canaviais de Mato Grosso do Sul tiveram nessa safra uma produtividade de 14 t por hectares a mais do que na safra 2002/2023.

Passando de 69,9 t para 84,1 t a qualidade da cana em Mato Grosso do Sul subiu de 131,8 kg por tonelada para 135,1 kg por tonelada, 2,5 por cento a mais.

Ouça na íntegra no Spotify.

 

 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).