Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CULINÁRIA

Saladas podem ser refeições completas; Veja receitas

Aprenda a fazer pratos além do tradicional
25/04/2020 07:00 - Da Redação


 

SALADA DE BIFUM

Ingredientes

1 xícara (chá) de bifum;

1 xícara (chá) de macarrão udon (japonês);

1 xícara (café) de cenoura ralada;

1 xícara (café) de pepino em cubos;

1 xícara (café) de tomate em cubos;

1 xícara (café) de cebola roxa em meia-lua, bem fininha;

1 colher (sopa) de hortelã picada;

1 colher (sopa) de coentro picado;

2 colheres (sopa) de cebolinha bem picadinha;

1 xícara (café) de vagem em lâminas;

1 colher (sopa) de amendoim torrado;

1 colher (chá) de alho frito crocante;

1 colher de (chá) de cebola frita crocante.

Molho

1 colher (sobremesa) de gergelim branco e preto;

1 xícara (café) de geleia de pimenta;

1 colher (sobremesa) de óleo de gergelim;

1 colher (café) de limão;

1 colher de sobremesa de tamarindo;

1 colher (café) de molho nam plá;

1 colher (sobremesa) de gengibre em conserva picado.

Modo de preparo

Em uma panela pequena, ferva ½ litro de água e cozinhe por seis minutos o bifum. Repita o processo com o macarrão udon. Colocar em uma travessa todos os ingredientes do primeiro passo. Em outra travessa, coloque todos os ingredientes do molho e misture bem. Jogue o molho por cima da salada e finalize com o pão crocante (uma fatia de pão sírio assado e quebrado por cima).

 
 

QUINOA E ASPARGOS

Ingredientes  

½ xícara (chá) de quinoa real;

3 xícaras (chá) de água;

1 colher (sopa) de 1 cebola processada com 2 dentes de alho;

Sal a gosto;

1 maço de aspargos verdes (ou vagem);

1 xícara (chá) de damasco picado;

2 colheres (sopa) de hortelã picada;

2 colheres (sopa) de salsa picada;

Suco de limão-taiti espremido a gosto;

1 colher (sopa) de azeite extravirgem;

Sal marinho a gosto;

Pimenta a gosto;

2 burratas;

1 xícara (chá) de tomates-cereja cortados ao meio.

Modo de preparo

Em uma caçarola, coloque para ferver a água com a cebola e o alho processados. Quando abrir fervura, coloque a quinoa, abaixe bem o fogo e deixe cozinhar até secar. Transfira para um refratário, deixe esfriar (pode ser na geladeira).  

Aspargos: se necessário, descasque o fim dos aspargos para retirar as fibras. Corte-os em três partes iguais. Coloque um litro de água para ferver com sal e cozinhe os aspargos por 4 a 5 minutos. Escorra e reserve. Pique miudinho os damascos. Quando a quinoa estiver fria, adicione os damascos, salsinha e hortelã. Tempere com o azeite, limão, acerte o sal e a pimenta moída na hora.  

Montagem: Coloque a quinoa, por cima os aspargos, tomates, hortelã e burrata. Regue com azeite e finalize com pimenta-do-reino.

 
 

PANZANELLA

Ingredientes  

1 fatia de pão italiano ou pão integral;

1/2 cebola roxa (se não tiver, pode ser a branca);

1/2 pepino japonês;

1 tomate ou 8 tomates-cereja cortados ao meio;

2 filés de anchova;

1 colher (chá) de alcaparras ou azeitonas;

1 colher (sopa) de vinagre de vinho tinto;

5 colheres (sopa) de azeite;

2 dentes de alho;

Sal e pimenta-do-reino a gosto;

Folhinhas de manjericão a gosto.

Modo de preparo

Corte a cebola já descascada ao meio e faça fatias finas. Coloque-as em uma tigela com água gelada e deixe por alguns minutos. Tire as sementes do tomate já lavado e corte-o em cubos. Fatie o pepino já higienizado e corte as fatias ao meio. Coloque o tomate e o pepino em uma tigela. Com o pão, faça cubos. Aqueça uma frigideira com uma colher de azeite e coloque os dentes de alho inteiros e deixe refogar. Depois, coloque o pão e deixe até ficar levemente dourado, tendo o cuidado de virar os cubos de pão. O alho deve ser descartado ou usado em alguma outra receita. Em uma tigela, coloque os filés de anchova e amasse com um garfo. Coloque o vinagre, o azeite e misture. Tire a cebola da água e coloque junto com o tomate e o pepino. Coloque as alcaparras, o pão, as folhas de manjericão e sirva com o molho.

Felpuda


Candidato a prefeito em cidade do interior tremeu que só nas bases diante da decisão que tirou a corda do pescoço de adversário, liberando o dito-cujo para disputar a eleição.

Como acreditava que o pleito seria “um passeio”, estava até pensando no modelito que usaria no dia da posse.

Agora, teme nadar, nadar e morrer na beira da praia, deixando o terno pendurado no cabide.