Economia
CONCESSÃO

Agesa vence licitação para continuar comandando maior porto seco do Estado

Unidade fica em Corumbá e Receita Federal vai exigir obras para ampliar atuação da ferrovia

Rodolfo César

12/05/2022 11:43

A empresa Armazéns Gerais Alfandegados de Mato Grosso do Sul (Agesa) venceu a licitação para permanecer no controle do principal porto seco do Estado e um dos mais movimentados do Centro-Oeste, em Corumbá. ,

A concorrência nº 1/2022 foi realizada pela Receita Federal no dia 9 de maio, segunda-feira, e o resultado do julgamento ocorreu nesta quinta-feira (12). 

O prazo da nova concessão é de 25 anos, mas alongamento desse prazo estava sendo discutido.

O presidente da comissão, Fábio José de Souza Monsores, assinou o documento da comissão especial de licitação. A disputa foi realizada para identificar quem oferecia a tarifa proporcional final mais vantajosa. 

O valor proposto pela Agesa para permanecer no comando do porto seco foi no valor de 6,40.

O resultado divulgado no Diário Oficial da União abre espaço para um novo trâmite burocrático e passa a correr prazo de 5 dias para possível recurso do resultado.

O atual porto seco é administrado pela Armazéns Gerais Alfandegados de Mato Grosso do Sul (Agesa) há 30 anos. 

O convênio foi firmado em 1992 com a Receita Federal, quatro anos após a criação da empresa privada.