Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MERENDA

Alunos da rede pública receberão alimentos da agricultura familiar

Medida aprovada pelo Governo Federal vale enquanto as aulas seguirem suspensas
12/04/2020 08:36 - Ricardo Campos Jr


 

O governo de Mato Grosso do Sul define nesta segunda-feira (13) a logística da distribuição dos alimentos adquiridos pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) para as famílias dos estudantes da rede pública. A medida vale enquanto as aulas continuarem suspensas por conta da Covid-19.

A ação será realizada pela Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) junto com a gência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) e Secretaria de Educação.

Essa distribuição foi autorizada por Lei Federal. A ministra de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina anunciou na semana passada, que as escolas continuarão a receber recursos para continuar de maneira regular a fazer essas compras e distribuir para os pais de alunos.

Para que não tenha desperdício, o excedente será oferecido aos hospitais, asilos e entidades sociais que precisam dos produtos da agricultura familiar.

DISTRIBUIÇÂO

Na rede municipal de ensino de Campo Grande, os alimentos comprados para a merenda escolar têm sido distribuídos em kits para a população desde o dia 23 de março para famílias que recebem o Bolsa Família ou estão em situação de vulnerabilidade.

 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!