Clique aqui e veja as últimas notícias!

ANÁLISE

Novo aumento da Selic é insuficiente para conter a inflação

Com a elevação de 1,5 ponto porcentual, a taxa básica de juros foi a 7,75% – o maior valor desde setembro de 2017
28/10/2021 07:30 - Súzan Benites

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) aumentou a taxa básica de juros, a Selic, em 1,5 ponto porcentual, de 6,25% para 7,75%. Para economistas, com o descontrole da inflação, a tática de aumentar os juros não deverá conter o índice e ainda reduzirá a recuperação econômica no País.

A última vez que os juros ficaram acima de 7,5% foi em setembro de 2017, quanto atingiram 8,25%. Enquanto o último reajuste acima de um ponto porcentual foi em dezembro de 2002, quando a taxa passou de 22% para 25%. É também o maior nível registrado no governo Bolsonaro. Quando o presidente chegou ao poder, a taxa Selic estava em 6,50%.

Ainda não acabou... Faça login ou cadastre-se para continuar lendo essa notícia gratuitamente

Receba acesso também a outras notícias exclusivas. É rapidinho e não pediremos seu cartão de crédito :)

Quero Me Cadastrar

Já tem cadastro? Faça login clicando aqui