Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MATO GROSSO DO SUL

Bebidas e comidas lideraram corrida aos supermercados do Estado durante Carnaval

Setor está otimista com vendas e aposta em venda presencial e tradicional
22/02/2020 13:15 - Dênis Matos


O feriado do Carnaval traz otimismo ao setor dos supermercados do Estado. Com um crescimento de 3,5% registrado em janeiro (em comparação ao janeiro de 2019), a festa popular também deve ajudar a aumentar este índice, principalmente pela venda de bebidas alcoólicas.

“O setor está mais otimista este ano, as vendas estão mais fáceis. Em janeiro tivemos um aumento em relação ao ano passado e este mês também deve ser maior”, aponta Edmilson Veratti, presidente da AMAS (Associação sul-mato-grossense de supermercados).

Em estudo divulgado pela entidade que representa os supermercados de São Paulo, a APAS, a previsão é que o aumento de vendas chegue a 2,5% em relação ao ano passado, com os destilados liderando as vendas. Em MS, o perfil é que a cerveja continue a ser a queridinha dos foliões. “Temos a cerveja e os perecíveis que se destacam neste período. O setor do Estado costuma acompanhar as vendas de São Paulo, são semelhantes, então também podemos esperar crescimento”, explica Veratti.

Se o folião pretende beber mais para comemorar o feriado, também deve preparar o bolso. A projeção de aumento dos valores cobrados pelos sorvetes no carnaval é de 1,5%. As carnes mais populares são outro grupo sujeito a aumentos, com o acém podendo ficar até 3% mais caro e a picanha 0,5%.

Entre as bebidas alcoólicas, a cerveja deve subir 0,8%, a cachaça 0,6% e a vodka até 1,5%.

 
 

Presença física nos supermercados

As recentes inovações tecnológicas em supermercados, como o caixa automático, onde o cliente passa as próprias compras e paga sozinho, e os meios de delivery por aplicativos, não entraram no gosto do freguês sul-mato-grossense. “Esses instrumentos estão com presença modesta, não é uma aceitação muito grande. O cliente gosta de estar presente na loja, conferir o produto, ver o hortifrúti, o corte da carne. Acho difícil que afetem o comportamento de compra”, avalia Veratti.

Não raro é comum ver os caixas automáticos vazios em redes, com clientes nas filas para passarem suas compras com atendentes.

Os self-checkouts, permitem ao consumidor realizar todas as etapas de compra de mercadorias sozinho, desde o registro e pesagem dos produtos até o pagamento.

O Ifood testa desde o início do mês em Campo Grande o serviço de entregas de compras de supermercado. Outro em atividade na Capital é o James (da rede Pão de Açúcar), além do Rappi. Pelo visto, a profissão de caixa de supermercado em Campo Grande ainda não tem risco de acabar.

 
 

Carnaval

Se o folião pretende gastar mais em bebida, deve saber que a fiscalização será uma constante.

O Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPMRv) inicia a partir desta sexta-feira (21.02), a Operação Carnaval 2020. A previsão é de que o fluxo de veículos aumente em até 40% em relação à média dos dias normais, nos períodos de pico. A fiscalização vai atingir mais de 15 mil quilômetros de rodovias e estradas estaduais em Mato Grosso do Sul.

Em Campo Grande, com a volta do carnaval de rua na Avenida Fernando Corrêa da Costa, a Guarda Municipal e a Polícia Militar preparam operações especiais em diversos pontos da cidade. Se beber, não dirija.

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.