Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

PLATAFORMA

BNDES lança site sobre projetos de concessão e privatização de estatais

O site, que terá conteúdo bilíngue, vai trazer análises setoriais, conteúdos em vídeo e áudio
18/11/2020 21:00 - Estadão Conteúdo


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou nesta quarta-feira, 18, o Hub de Projetos, uma plataforma na internet para "facilitar a conexão" entre os investidores de capital de longo prazo nacionais e internacionais e dar acesso direto a informações sobre os projetos de privatização e concessão modelados pela instituição de fomento.

O site, que terá conteúdo bilíngue, vai trazer análises setoriais, conteúdos em vídeo e áudio, como webinars gravados e podcast, e informações sobre as condições de financiamento das linhas que podem atender aos projetos em carteira.

"Além disso, vai permitir o contato entre os potenciais interessados nos projetos para troca de informações e possível formação de consórcios", diz a nota divulgada pelo BNDES.

Segundo o banco, o site começa com 41 projetos: oito de saneamento básico, seis rodovias, quatro de iluminação pública, quatro de energia elétrica, quatro de mobilidade urbana, dois portos, dois de gás natural, dois de tecnologia da informação, dois de abastecimento de alimentos, dois presídios, um de comunicação, um de indústria, um do setor imobiliário, um de saúde e um parque.

"No futuro próximo, o BNDES Hub de Projetos vai funcionar ainda como uma rede de relacionamentos, facilitando o contato dos investidores entre si e com prestadores de serviços cadastrados, além de todos esses com a equipe de especialistas do banco", diz a nota do BNDES.

O site pode ser acessado no seguinte endereço na internet.

 
 

Felpuda


Comentários ouvidos pela “rádio peão”, em ondas curtas, são de que figurinha só ganharia apoio dos colegas caso pessoa agregada fosse “curtir a aposentadoria” de uma vez por todas. Como seu acordo político acabou naufragando nesta campanha, agora dito-cujo estaria querendo recuar e não ceder o lugar. 

Isso até poderia acontecer, se não fosse a sua, digamos, eminência parda. Afe!