Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ECONOMIA

Brasil pode emitir moeda se houver desemprego em massa

Ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que medida poderá ser tomada caso crise seja grande
30/04/2020 14:39 - Daiany Albuquerque


 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quarta-feira (30), durante audiência pública no Congresso Nacional que o Brasil pode ter que imprimir moeda para reduzir os impactos de uma crise econômica que combine desemprego em massa, juros altos e inflação perto de zero.

“Se você cair em uma situação de desemprego em massa, de que inflação vai para 0% e juros colapsam existe a armadilha da liquidez tecnicamente. O BC (Banco Central) pode emitir moeda e pode sim comprar a dívida interna. Se a taxa de juros for muito baixa ninguém quer comprar título longo e aí pode monetizar a dívida sem que haja impacto inflacionário”, declarou o ministro.

 
 

Ainda de acordo com Guedes, antes da pandemia chegou ao Brasil, o país estava votando reformas que reestruturariam a economia, que eram vistas como emergenciais para que o país saísse da crise em que já estava.

“Agora, nós sabemos que o mundo espera que as reformas prossigam e que a gente tenha austeridade do ponto de vista de entender que em uma crise não pode faltar dinheiro para a saúde. Mas isso não pode virar uma farra eleitoral”, alertou. Isso não pode virar um oportunismo político”, pontuou o ministro da Economia.

Felpuda


Candidato a vereador caiu em desgraça, pelo menos em um dos bairros de Campo Grande, ao promover comício em ginásio de esporte, com direito a ônibus lotados e espoucar de muitos fogos de artifício.

Aí dito-cujo foi alvo de muitas críticas, tanto pela zoeira causada, como por ter mandado às favas quaisquer cuidados na prevenção da Covid-19, ao promover grande aglomeração. Irresponsabilidade é pouco, hein?!