Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

SEM ESCORPIÃO NO BOLSO

Cartão de crédito lidera ranking de dívidas dos campo-grandenses

Número de endividados cresce pelo segundo mês consecutivo em Campo Grande
11/11/2020 17:05 - Brenda Machado


O maior vilão das dívidas dos campo-grandenses é o famoso cartão de crédito. Pelo menos é o que diz dados recentes divulgados pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC).

A pesquisa é realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e aponta que, em outubro, o cartão de crédito representou 61,6% das dívidas da população.

Logo atrás vieram os carnês (26,6%), os financiamentos de casas (12,7%) e financiamentos de carros (12%).

Comparado ao mês anterior, o percentual foi menor, antes o mesmo item era responsável por quase 70% das dívidas, mas, mesmo com a queda, se manteve em primeiro lugar.

Além do ranking, os dados também revelam que o número de endividados, na Capital, cresceu pelo segundo mês consecutivo.

O índice de pessoas em débito voltou a subir a partir do mês de agosto, quando as famílias endividadas representavam 186.470. Na sequência, o montante cresceu ainda mais.

Setembro registrou 191.451 famílias no sinal amarelo, e outubro fechou o placar com um saldo de 5,3 mil devedores a mais.

 
 

Em números absolutos, outubro teve 196.800 famílias endividadas, fosse com cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro ou seguros.

A economista Daniela Dias, ligada a Federação do Comércio do Estado (Fecomércio MS), falou do cenário destacando o equilíbrio dos consumidores.

“Uma boa notícia é a redução do número de famílias muito endividadas, que caiu de 16,9% para 14,8% em outubro, uma queda considerável e que mostra que, apesar do índice de endividamento ter aumentado, há uma melhora do equilíbrio das contas das famílias”, frisa.

Ainda de acordo com a pesquisa, o índice de endividamento foi maior entre aqueles que recebem até 10 salários mínimos, ficando em 67,4%, contra os baixos 38,8% dos que recebem mais.

Do número total de devedores, 35,4% têm contas em atraso e 10,9% não terão condições de pagar as dívidas.

Ajuda

A 15ª edição da campanha de recuperação de crédito Nome Limpo foi lançada nesta segunda-feira (09), para ajudar os mais de 10 mil inadimplentes.

A campanha é promovida pela Associação Comercial de Campo Grande, e pretende recuperar mais de R$ 2 milhões em dívidas.

O atendimento será feito por escalas e os clientes que não foram convidados podem entrar em contato pelos telefones: (67) 3312-5063 ou 9 9846-3135 (whatsapp).

 

Felpuda


Embora tenha manifestação de que não haverá mudanças na administração municipal que se iniciará dia 1º de janeiro, o que se ouve por aí é que a realidade não seria bem assim.

Alguns setores deverão passar por alterações, como forma de se azeitar engrenagens que estariam deixando a desejar. 

O Diário Oficial, a partir daquela data, deverá ser a publicação mais lida a cada manhã.