Clique aqui e veja as últimas notícias!

PESQUISA

Clientes esperam grandes descontos para usar black friday para compras de Natal

Diante de um cenário de crise, a data acabou se transformando em um coringa
26/11/2020 06:00 - Ricardo Campos Jr

Brasileiros estão com boas expectativas para a black friday, tradicional data de descontos no comércio importada dos Estados Unidos marcada para a próxima sexta-feira (28). Pesquisa realizada pela empresa de marketing digital Convertion mostra que a maioria dos clientes espera encontrar descontos entre 30% e 50% nos produtos.

Diante de um cenário de crise, a data acabou se transformando em um coringa para não deixar o pé da árvore de Natal vazio, já que 83% dos entrevistados disseram que vão guardar as compras para dar de presente no dia 25 de dezembro. 

E mesmo na recessão, os gastos para 32% das pessoas ouvidas devem passar de R$ 1 mil, ao passo que 47,2% dos consumidores estão dispostos a gastar entre R$ 500,00 e R$ 3 mil. 

Os eletrônicos e eletrodomésticos devem ser os queridinhos da população, já que eles somam 60% das intenções de compra, seguidos por celulares, com 59%. Artigos de moda e acessórios devem ser adquiridos por 47% dos participantes, calçados por 44% e cosméticos por 29%. 

A quantidade de pessoas que declarou estar disposta a gastar dinheiro na Black Friday, conforme o estudo, subiu oito pontos porcentuais e chegou a 90,4% este ano. E essas pessoas pretendem, em sua maioria, usar cartão de crédito para pagar as compras, mais especificamente 54%. Outros 12% afirmaram que têm dinheiro na conta e vão usar cartão de débito.

Mesmo diante de toda essa expectativa, o medo de ser vítima de fraudes na data existe para 84,6% dos entrevistados. 

“Apesar da crise econômica ter tido significativo impacto financeiro sobre grande parte da população, os dados mostram que os consumidores brasileiros estão bastante dispostos a gastarem quantias razoáveis durante a black friday de 2020. A maior adesão à data também demonstra que, apesar do receio de sofrer alguma fraude ainda exista, os consumidores nacionais estão mais à vontade com as compras online”, afirma a empresa organizadora do estudo.

Ainda não acabou... Faça login ou cadastre-se para continuar lendo essa notícia gratuitamente

Receba acesso também a outras notícias exclusivas. É rapidinho e não pediremos seu cartão de crédito :)

Quero Me Cadastrar

Já tem cadastro? Faça login clicando aqui