Clique aqui e veja as últimas notícias!

RECUPERAÇÃO

Com a retomada do consumo, comércio aposta em descontos para alavancar vendas

Semana de promoções é promovida em Campo Grande e em todo o País para impulsionar vendas
03/09/2020 10:30 - Súzan Benites


Os comerciantes de Campo Grande estão otimistas com a retomada do consumo. Para impulsionar as vendas, duas campanhas foram lançadas, “Juntos por Campo Grande na Semana do Brasil”, adotada pela Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), e “Promogrande”, lançada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-CG).

 Ambas acompanham a iniciativa do governo federal. A expectativa com as promoções e os descontos é uma efetiva movimentação do comércio da Capital.  

O índice que mede a intenção de consumo das famílias de Campo Grande (ICF) apresentou reação entre julho e agosto e este pode ser um bom momento para que empresários atraiam mais clientes. 

A pesquisa desenvolvida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aponta que em agosto o ICF ficou em ficou em 82,1 pontos, ante 80,6 apresentados no mês anterior.  

“A intenção de consumo das famílias melhorou quase 2% em relação ao mês de julho. Apesar de parecer pequeno esse porcentual, diante desse momento conturbado, é um grande avanço”, explicou a economista Daniela Dias.

A Semana do Brasil começou na terça-feira (1°) em todo o País e se estende até o dia 13 de setembro. 

A campanha une o poder público federal e a iniciativa privada para estimular a economia e gerar oportunidades para quem empreende e para quem consome.  

A ação é realizada no período em que se comemora a Independência do Brasil.

A ACICG lançou o movimento “Juntos por Campo Grande na Semana do Brasil”. 

“Apoiamos esse movimento porque vai ao encontro de nossa missão, que é representar, defender e oferecer serviços que fomentem o desenvolvimento do setor empresarial”, explica o presidente da associação, Renato Paniago.

Já a “Promogrande” começa nesta quinta-feira (3) e vai até o dia 13 de setembro. A meta da entidade é a participação de 500 lojas, com ofertas de até 70%. 

A ação envolve também hotéis, bares e restaurantes, tanto dos bairros como da região central.  

Para o presidente da CDL, Adelaido Vila, a campanha visa contribuir com o varejo em geral, levando bons preços aos consumidores e ampliando o faturamento das empresas. 

“É uma campanha pensada para estimular as compras neste período e aquecer a nossa economia. Uma ação em que todos nós podemos ganhar, nos ajudando”, disse.