Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

AUMENTO

Conta de luz ficará 6,9% mais cara; confira dicas de como economizar

Recurso do conselho de consumidores contra o índice ainda não foi julgado
26/06/2020 15:13 - Súzan Benites


A conta de luz vai ficar mais cara a partir da próxima quarta-feira (1º) em Mato Grosso do Sul. O reajuste de 6,9%, foi aprovado em abril pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O Conselho de Consumidores da Área de Concessão da Energisa MS (Concen)  entrou com recurso na Agência para tentar diminuir o impacto para os consumidores, mas ainda não houve julgamento. Com a certeza do aumento, o Correio do Estado traz algumas dicas para economizar energia.

O aumento foi aprovado em abril, mas foi postergado para julho, em função da pandemia. “É preciso estar atento ao consumo. Como as temperaturas estão mais baixas, com a chegada do inverno, os custos tendem a subir em função do uso do chuveiro elétrico”, disse a presidente do Concen, Rosimeire Costa.

Ainda não dá decisão da Aneel quanto ao recurso ingressado pelo Concen contra o índice de reajuste. Embora só chegue aos consumidores a partir de 01 de julho, a distribuidora não fica sem arrecadar neste período, em que vai fazer o diferimento da parcela da Conta de Desenvolvimento Energético. O montante é de R$ 42 milhões e será recomposto nos seis meses subsequentes com aplicação da taxa Selic. O efeito financeiro será sentido pelo consumidor em 2021.

O conselho questiona alguns componentes da formação do reajuste, mas o principal deles é quanto ao risco hidrológico, que, sozinho, representa 40% do cálculo. Isso porque, conforme admitido pela própria Aneel, tal risco foi sobrecalculado, sem considerar as chuvas abundantes que mantiveram os reservatórios de hidrelétricas cheios neste início de ano e também a queda de demanda em função da pandemia do Coronavíus.

“Solicita-se, portanto, que a Aneel atenha-se ao estabelecido no que está regulado e leve em conta dados atualizados para o cálculo de Risco Hidrológico retificando os cálculos e reduzindo o valor desse efeito nos Componentes Financeiros do processo atual de 3,03% para 0,92%, reduzindo o reajuste tarifário de 6,90% para 4,76%”, consta do recurso do Concen.

DICAS

Para a conta não pesar no fim do mês é importante se atentar a alguns hábitos. Confira as dicas:

1 - Optar por lâmpadas de led ou fluorescentes, além de iluminar mais, estes modelos geram um gasto muito menor;

2- Apagar as luzes quando não estiver utilizando;

3- Deixar a temperatura da geladeira ajustada na posição inverno;

4 - Não secar roupas e tênis atrás da geladeira;

5- Separar roupas para lavar todas de uma só vez;

6- Desligar a televisão sempre que não tiver ninguém assistindo;

7- Assim como na hora de lavar, passar roupas todas de uma vez;

8- Sempre que possível tomar banhos com o chuveiro na posição verão;

9 - Tomar banhos rápidos e eficientes, nunca utilize o chuveiro mais de 15 minutos por dia.

 

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!