Correio Rural

Agricultura

Chuva acima da média atrapalha safra de cana-de-açúcar

Volume acumulado de cana-de-açúcar processada até o momento é de 41,47 milhões de toneladas

DA REDAÇÃO

09/12/2015 - 09h50
Continue lendo...

Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul, apresentou os dados da safra 2015/2016 com moagem até 30 de novembro. O acompanhamento da safra de cana-de-açúcar no MS é informado quinzenalmente, a safra começou em abril/2015 e deve seguir até janeiro/2016.

O volume acumulado de cana-de-açúcar processada até o momento é de 41,47 milhões de toneladas, 7% maior em relação ao mesmo momento na safra anterior.

Na segunda quinzena de novembro foram processadas 1,3 milhão de toneladas de cana, 29,48% menor que no mesmo período na safra passada.

O índice que mede a qualidade da matéria prima, o ATR/TC (Açúcares Totais Recuperáveis por tonelada de cana) atingiu 130,41 kg no acumulado, volume praticamente igual que o da safra passada e na quinzena, atingiu 122,40kg.

Até a segunda quinzena de novembro foram produzidas 1,19 milhão toneladas de açúcar, volume 4% menor que a produção registrada anteriormente, que foi de 1,24 milhão de toneladas.

Dados referentes à produção de etanol registram que o acumulado até 30 de novembro foram produzidos 594,2 milhões de litros de etanol anidro e 1,86 bilhão de litros de etanol hidratado, resultando 2,45 bilhões de litros de biocombustível produzido, volume 11,31% maior que na safra 2014/2015.

Segundo o Presidente da Biosul Roberto Hollanda: “A chuva continua atrapalhando a safra. Em novembro, choveu mais que o dobro da média histórica e isso fez com que as usinas do Estado tivessem baixo aproveitamento, com vários dias paradas, a consequência desse atraso é que muitas unidades continuarão em atividade, quando o normal seria que já estivessem encerrado a safra."