Economia

MERCADO DE TRABALHO

De engenheiros a geólogos: Confira os profissionais mais cotados em MS

De engenheiros a geólogos: Confira os profissionais mais cotados em MS

adriana molina

12/06/2011 - 00h00
Continue lendo...

Na entrada da agência de recursos humanos o mural com a palavra “Urgente” em vermelho já indica a dificuldade em encontrar um operador de máquina pá carregadeira. O anúncio está aberto há semanas, sem nenhum candidato. Esse é apenas um dos profissionais hoje considerados “raros” em Mato Grosso do Sul, por conta da alta demanda provocada pelo aquecimento dos setores da construção civil industrial nos últimos dois anos.
“Um mecânico de pá carregadeira hoje chega a ganhar R$ 10 mil por causa da alta disputa no mercado”, conta o analista de desenvolvimento em recursos humanos, Ricardo Augusto de Barros. A escolaridade exigida para o cargo é bem menor do que muitos podem vir a pensar – não é preciso nível superior, nem doutorado para ganhar a cifra na profissão - apenas um curso técnico, que dura cerca de dois anos. Hoje, apenas oito constam no banco de currículos da empresa de RH onde Barros trabalha – todos empregados.


Outra vaga que chega e ficar meses aberta e considerada “missão impossível” para as empresas de recursos humanos e agências de emprego é a de geólogo. A chegada de mineradoras no Estado tornou requisitada a presença do profissional, que já está com o salário na casa dos R$ 8 mil para os recém formados. “Recentemente a Vale estava precisando de um geólogo com urgência – tivemos que buscar candidatos no Mato Grosso, Goiás e até Bahia – não havia nenhum aqui”, lembra Barros.
Mas esse cenário não se aplica somente à profissões que normalmente têm poucos qualificados por aqui, como no caso do geólogo. O ritmo acelerado de crescimento industrial fez com que até mesmo profissionais que antes se encontravam num mercado saturado entrassem na lista de disputados por grandes empresas.
Assistentes administrativos e contadores também estão em vermelho do mural que busca por raridades. A abertura de novas empresas fez com que não só a parte operacional tivesse grande demanda, como vendedores e atendentes, mas também a administrativa, que precisa de gente com maior qualificação. Os assistentes administrativos atualmente encontram salários que chegam a R$ 3 mil, contadores até R$ 6 mil.

Mudança
Até pouco tempo eles encontravam espaço apenas nas salas de aula, como professores. Muitos cursos superiores de química até fecharam as portas por causa da falta de candidatos. Mas com a disparada da abertura de usinas no Estado nos últimos três anos, esse cenário mudou – hoje não tem químico suficiente para quem precisa.
A dificuldade é tanta que chegou ao ponto de se aceitar um similar. Como químico formado disponível por aqui virou uma espécie de “lenda”, as empresas estão contratando o técnico em química, que tem salário inicial de R$ 1,6 mil.

ATÉ SÁBADO

Feirão do imposto tem de cervejas a remédios com descontos

Até o dia 25 de maio, mais de 20 empresas de vários segmentos comercializam produtos com isenção de tributos em Campo Grande

21/05/2024 12h01

De chop a alimentos e remédios, semana tem produtos com desconto de impostos

De chop a alimentos e remédios, semana tem produtos com desconto de impostos Foto: Agência Brasil

Continue Lendo...

Durante esta semana, até o dia 25 de maio, diversos produtos e serviços entre outros, serão comercializados com descontos nos tributos, em Campo Grande, em mais uma edição do Feirão do Imposto.

De acordo com a Associação Comercial de Campo Grande, participam da ação mais de 20 empresas dos segmentos alimentício, cosméticos, vestuário, farmacêutico, acessórios, serviços de beleza, entre outros..

Dentre os destaques, está o preço do chop, que fora da ação custa R$ 16 e será vendido por R$ 5,99, redução de R$ 10.

“Os estabelecimentos vão vender alguns produtos sem a cobrança de impostos e destacarão o valor dos tributos na formação do preço do produto, para demonstrar ao consumidor o quanto é cobrado pelo governo para que o cidadão adquira o item ou serviço que precisa”, explicou o coordenador do Conselho de Jovens Empresários (CJE), Willyan Francescon. 

Apesar de alguns estabelecimentos já estarem vendendo os itens com o desconto, a maioria fará a ação apenas no sábado (25), considerado o Dia D do Feirão do Imposto na Capital.

Até esta terça-feira, os brasileiros já pagaram R$ 1,4 trilhão em impostos aos governos federais, estaduais e municipais. Os sul-mato-grossenses foram responsáveis por arrecadar mais de R$ 15 bilhões desse montante, segundo informações do Impostômetro.

Além de Mato Grosso do Sul, outros 16 estados participam da campanha, criada pela Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje), a fim de chamar a atenção para os altos impostos que afetam o dia a dia dos cidadãos e dos negócios.

Veja locais com descontos:

  • De hoje até sábado, as lojas Zamanda Joias e Duzani Lingerie disponibilizam peças selecionadas sem o valor de impostos. Os estabelecimentos estão situados no mesmo endereço: Avenida Eduardo Elias Zahran,3.032, sala 11. 
  • De terça-feira a sábado (21 a 25/05), o Funky Fresh, situado na Travessa Ana Vani, 51 - sala comercial 01, apresentará a bebida cappuccino cacau, o prato tomato sun-dried risoto (sem proteína) e o drink moscow mule como opções sem impostos aos consumidores. O atendimento ocorrerá das 11h às 23h.
  • O Gairdín Campo Grande disponibilizará o sanduíche Chicago, chá de frutas silvestres e café espresso. O estabelecimento funciona das 14h às 19h30 e está situado na R. Jerônimo Paes Benjamin, 91, Jd. São Bento.
  • O Bifão da Coophasul e o boteco do Bifão oferecerão o bifão acebolado isento de impostos. As unidades funcionam, respectivamente, na Rua Cotagipe, 923, Coophasul e Rua Euclides da Cunha, 1.102, Jardim dos Estados, das 11h às 22h.
  • Os restaurantes Vila Raiano Massas e Pizzas e Terroir Vino e Cucina, localizados respectivamente na Av. Mato Grosso, 2505 - Vila Suissa e Rua Vitório Zeolla, 735, Carandá Bosque, oferecerão pratos selecionados na ação, assim como o Bella Vecchia Parmê e Pizza, que atenderá exclusivamente pelo Ifood. 
  • O mercado natural Green Souk também disponibilizará produtos selecionados sem o valor dos tributos. O estabelecimento funciona das 8h às 19h, na Rua Marquês de Lavradio, 380, Tiradentes. 
  • Já na quinta e sexta (dias 23 e 24), a empresa Ibéria Cosméticos Profissionais, situada na R. Manuel Laburu, 166, no Jardim São Lourenço, oferecerá produtos capilares selecionados com isenção de impostos. O atendimento ao público será das 8h às 18h.

Dia D

Exclusivamente no sábado (25), Dia D do Feirão do Imposto, outros 17 estabelecimentos comerciais participarão da iniciativa vendendo produtos a preços reduzidos.

Veja locais:

  • A Casa Blanca Adega Bistrô comercializará chopp 340 ml por R$ 5,99. Fora da ação, o produto custa R$ 16,00. O restaurante está situado na R. Euclides da Cunha, 89, e o atendimento ocorrerá das 11h30 até as 22h30.
  • O Pátio Central Shopping terá quatro lojas com itens selecionados disponíveis para os consumidores. A Badulaque apresentará brincos, colar e óculos, com reduções que variam de 40% a 66% nos preços. A First Class Home disponibilizará lençóis de solteiro e de casal, além de um tipo de tapete, com isenções de tributos oscilam de 21% a 26% no valor final do produto. A Chilli Beans terá quatro modelos de óculos com 15% de desconto, referente à retirada do imposto. A Anita Shoes também aderiu à ação e vai oferecer alguns produtos sem tributos.
  • A loja de roupas de ginástica Dasfit, na 7 de setembro, 1090, disponibilizará peças selecionadas sem impostos. O funcionamento será das 9h às 13h.
  • A Moniday, loja de aviamentos e artesanato localizada na Rua Maracaju, 388 - Centro, também participa da ação com alguns itens. O atendimento será das 7h30 às 17h. 
  • O Studio Immanuelle Abraão Hair oferecerá unha acrílica com redução de 20% no preço e tratamentos capilares com até 30% de isenção. A empresa fica na Av. Dona Otilia Barcelos,531 no Jardim Jacy. O atendimento ocorrerá das 9h às 18h.
  •  O Studio Milena Ferreira, situado na Travessa Nelson Prudêncio,79, no bairro Vilas Boas, é outro estabelecimento que oferecerá tratamentos capilares sem imposto. O atendimento será das 7h às 18h. 
  • As 8 unidades da Farmácia Ultra Popular terão itens diversos com isenção do imposto. Os estabelecimentos estão localizados na Rua Doutor Arthur Jorge, 1836 – Centro; Rua Raquel de Queiroz, 928 – Aero Rancho; Rua Ministro José Linhares, 1014 – Vila Almeida; Rua Olímpio Klafke, 728 – Mata do Jacinto; Av Manoel da Costa Lima, 1492 – Piratininga; Av Tamandaré, 4682 – Jardim Seminário; Rua Yokohama, 1110 – Santo Amaro e Av Guaicurus, 3920 – Universitário.

MS DAY

Estado prospectou R$ 30 bilhões em investimentos nos EUA

Após semana em Nova York, Riedel volta com R$ 3 bilhões em investimentos e encaminhamento de outros R$ 27 bilhões

21/05/2024 08h30

Governador Eduardo Riedel no evento MS Day, em Nova Iorque (EUA)

Governador Eduardo Riedel no evento MS Day, em Nova Iorque (EUA) Foto: Divulgação

Continue Lendo...

O governador de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel (PSDB), voltou de Nova York, nos Estados Unidos, animado com a receptividade dos projetos estratégicos de Mato Grosso do Sul para investidores não apenas norte-americanos, mas de todo o mundo.

Pelo menos R$ 30 bilhões em novos investimentos estão no radar do governador: R$ 3 bilhões de indústrias que já confirmaram seus novos empreendimentos, e mais R$ 27 bilhões em parcerias estratégicas, que incluem rodovias, o complexo de parques em Campo Grande e a rede hospitalar (leia mais nesta edição).

O setor de logística mereceu um dia especial durante a semana repleta de eventos composta pelo road show de Mato Grosso do Sul no exterior, o MS Day, além de eventos da Lide e promovidos pelo governo brasileiro durante a Semana do Brasil em Nova York.

Somente para o projeto que prevê a concessão conjunta das rodovias BR-262, no trecho entre Campo Grande e Três Lagoas; BR-267, no trecho Bataguassu - Nova Alvorada do Sul; e MS-040/MS-338, de Campo Grande a Bataguassu, o Estado precisa captar pelo menos R$ 5,5 bilhões para investir na estrutura das estradas (Capex) e aproximadamente o mesmo valor para investimentos operacionais (Opex) no período da concessão.

O objetivo do governador Eduardo Riedel é confirmar a delegação das rodovias ao governo do Estado pela União em breve para levar a concessão a leilão na B3, a bolsa de valores brasileira, ainda no segundo semestre deste ano.

“Essas são rodovias em que nós temos de avançar. E é importante estarmos no centro econômico e financeiro do mundo, que é Nova York, porque Mato Grosso do Sul entra no radar dessa turma que está lá. Se a gente não vai, podemos perder a oportunidade de atrair R$ 27 bilhões para um pipeline (fluxo de investimentos, no jargão do mercado) que estão no radar para o próximo ano e meio”, explicou Eduardo Riedel.

Parques

No caso dos parques, a expectativa é que a modelagem seja concluída ainda neste ano, para que o complexo de parques estaduais de Campo Grande vá a leilão no primeiro semestre do próximo ano.

O plano do governo de Mato Grosso do Sul é conceder para a iniciativa privada o Parque das Nações Indígenas, o Parque Estadual do Prosa, e juntamente no pacote, equipamentos importantes como o Aquário do Pantanal.

A somatória dos investimentos necessários para as rodovias, os parques e para a rede hospitalar de Mato Grosso do Sul, que prevê pelo menos 900 leitos, é de pelo menos R$ 27 bilhões.

Captações

O governo de Mato Grosso do Sul também captou R$ 3 bilhões em investimentos. O menor deles é o único já anunciado: uma fábrica de colágeno orgânico em Terenos. Os outros são na área de bioenergia, uma indústria de papel (subproduto da celulose) e de proteína animal.

Malha Oeste

Apesar de ser estratégica para Mato Grosso do Sul, a Malha Oeste deve continuar sob administração do governo federal.

O acordo que está encaminhado é para que a Rumo revitalize o trecho entre Campo Grande e Três Lagoas, conectando-o às malhas Norte/Paulista em Aparecida do Taboado.

A concessão viria em um investimento conjunto da Suzano e da Eldorado. Na outra ponta da Malha Oeste, em Corumbá, a J&F Mineração tem interesse em revitalizar o trecho entre Porto Esperança e Corumbá.

ASSINE O CORREIO DO ESTADO

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).