Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CPF NA NOTA

Nota Premiada Campo Grande é adiado por 3 meses

O sorteio será adiado por 3 meses, mas a população pode continuar colocando CPF na nota para participar de sorteios futuros
25/03/2020 12:05 - Bruna Aquino


Por conta da pandemia do novo coronavírus e devido ao isolamento social, a prefeitura decidiu suspender por três meses os sorteios da Nota Premiada, premiação em dinheiro para os contribuintes que receberam um cupom a cada R$ 20,00 em notas do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN). 

Conforme a minuta do decreto, a suspensão dos sorteios - o primeiro seria nesta quarta-feira, dia 25-, é o desdobramento imediato da decisão da Caixa Econômica Federal de suspender por 90 dias os sorteios dos números da Loteria Federal, que serviam de base para a premiação dos cupons.

Segundo a prefeitura, o objetivo do programa é incentivar o cidadão a exigir a nota fiscal das compras, incentivando a fiscalização da contribuição dos impostos.

Como participar: 

O contribuinte terá que fazer um cadastro e exigir, todas às vezes que comprar um serviço que incida o ISSQN, o CPF na nota fiscal. Os prêmios são de R$ 50 mil (1º lugar), R$ 15 mil (2º lugar) e R$ 5 mil (3º lugar).

Sorteios: 

Neste ano estavam programados 11 sorteios (sempre pela Loteria Federal) de março a janeiro de 2021. 

Quando os sorteios forem retomados, todos os contribuintes que cadastraram notas concorrerão às premiações. Os contribuintes poderão continuar se cadastrando para participar dos futuros sorteios.

*Com informações da assessoria de imprensa

 

Felpuda


A lista do Tribunal  de Contas de MS,  com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros  de quando exerceram cargos públicos,  está deixando  muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto  pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!