Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OPORTUNIDADE

Em MS, 519 mil podem sacar FGTS até hoje

Ainda estão disponíveis R$ 149,5 milhões para saques de até R$ 998
31/03/2020 08:11 - Súzan Benites


Termina nesta terça-feira (31) o prazo para realizar o saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com a Caixa Econômica Federal, em Mato Grosso do Sul ainda estão disponíveis R$ 149,5 milhões para saques de até R$ 998 por conta ativa ou inativa do Fundo. Os trabalhadores que ainda não retiraram os recursos somam 519 mil.

A superintendência regional da Caixa informou que até esta segunda-feira (30), foram 891 mil trabalhadores do Estado que realizaram o saque de R$ 428,8 milhões. “A Caixa informa que, em Mato Grosso do Sul, a previsão é de que 1,410 milhão de trabalhadores realizem o saque de R$ 578,3 milhões [somados o saque imediato e saque complementar]”, informou em nota.

Conforme informações do banco, aqueles que não realizarem o saque até esta terça-feira terão o dinheiro devolvido para a conta.

A liberação de parte dos recursos do Fundo originalmente era limitada ao valor máximo de R$ 500 por conta ativa ou inativa. Em dezembro do ano passado, o governo federal anunciou que quem tivesse até R$ 998 na conta, até 24 de julho de 2019, poderia retirar o valor complementar (caso já tivesse retirado os R$ 500). Com o valor complementar, foram liberados mais R$ 41 milhões na economia estadual, conforme dados da Caixa em MS.

No Brasil, foi efetuado o pagamento de mais de R$ 28 bilhões do Saque Imediato do FGTS para cerca de 60 milhões de trabalhadores. O volume pago representa 63% dos 96 milhões de trabalhadores com direito ao saque e 66% dos R$ 42,6 bilhões disponibilizados.

MEDIDA

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou em dezembro de 2018 a medida provisória que fixou novas regras do FGTS. Com a sanção, a medida foi convertida em lei. Em julho de 2019, o governo editou a MP nº 889/2019, que criou as modalidades saque imediato (válido somente desta vez) e saque-aniversário.

Os saques imediatos, conforme data de nascimento, foram liberados a partir de setembro de 2019 aos trabalhadores com contas ativas e inativas do Fundo. A primeira etapa, para quem tinha conta-poupança na instituição financeira, beneficiou 460.662 pessoas em Mato Grosso do Sul. Com o depósito automático de R$ 197,828 milhões.

VALOR COMPLEMENTAR

A partir do dia 20 de dezembro de 2019, os valores complementares dos saques imediatos foram disponibilizados. A Lei nº 13.932/2019, que converteu a MP nº 889/2019, estabeleceu novo limite de valor para trabalhadores que tinham até R$ 998 (valor do salário mínimo na época) na conta vinculada ao Fundo em 24/07/2019. Aqueles que se enquadram nessa condição podem realizar o saque total do saldo da conta. Os trabalhadores que tinham saldo acima de R$ 998 em 24 de julho de 2019 só têm direito aos R$ 500 por conta. A Caixa ressalta que ninguém é obrigado a sacar o dinheiro, pois, caso não seja retirado, ele permanece no FGTS.  

COMO SACAR

Por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Caixa orienta o resgate por meio do aplicativo FGTS, disponível para tablets e smartphones dos sistemas Android e iOS. Nesse caso, o trabalhador pode programar a transferência do dinheiro para qualquer conta em seu nome, independentemente do banco. A operação não tem custo.

Os saques podem ser feitos nas casas lotéricas, caso esses estabelecimentos estejam abertos, e terminais de autoatendimento para quem tem senha do Cartão Cidadão. O atendimento presencial está restrito a quem não puder resolver o problema por canais eletrônicos das 10h às 14h.

SAIBA

Dúvidas sobre valores podem ser consultadas no aplicativo do FGTS, pelo site da Caixa ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800-724-2019.

 

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!