Empregos e Carreira

emprego

A+ A-

Conheça os sete maiores erros nos currículos

Conheça os sete maiores erros nos currículos

da redação

03/07/2011 - 21h00
Continue lendo...

Ter um emprego "estável" não é garantia de realização profissional, portanto, os insatisfeitos ou inquietos, devem manter sempre o currículo atualizado, levando em conta as novas funções que está exercendo. Afinal, dizem os especialistas em carreira, um bom currículo é uma peça importante para se apresentar a uma vaga de um emprego e também para uma promoção ou nova oportunidade na empresa em que já está trabalhando.

Dessa forma, a preocupação em evitar os principais enganos deve ser constante para todos os profissionais de todas as idades. Para colaborar que os problemas mais comuns aconteçam, segue o resultado da pesquisa da consultoria britânica InterExec, especializada em recrutamento de executivos, sobre os sete principais erros nos currículos que recebe. Saiba ainda como fazer um currículo nota dez e de que forma você pode expandir seu currículo para as redes sociais.

Os sete erros - A pesquisa da consultoria, publicada pelo site Canal RH, mostra que 63% dos currículos que recebe trazem tarefas onde deveria constar as conquistas, 54% eram longos demais e 51% traziam muitas informações sem importância para a vaga. Especialistas contam que para montar um currículo ideal, em qualquer fase da carreira, a estrutura básica é de informações pessoais, a formação, qualificações e experiências, tudo isso listado de forma organizada. Saiba como montar um currículo claro e objetivo.

Veja os sete erros mais comuns apontados na pesquisa da InterExec:
 

- 63% colocam tarefas no lugar de conquistas;
- 54% são muito longos;
- 51% trazem informações irrelevantes;
- 35% abusam de jargões e abreviações;
- 25% não detalham informações importantes;
- 24% são superficiais;
- 10% são arrogantes.

Com informações do IG

oportunidade

UFMS está com inscrições abertas em concurso com salário de até 9,1 mil

São 35 vagas para cargos de nível médio e superior

20/01/2024 14h31

Há vagas para Campo Grande e para o interior Arquivo/Correio do Estado

Continue Lendo...

A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) está com inscrições abertas em concurso público de técnico-administrativo, com 35 vagas para nível e superior.

Os salários variam de R$ 2.667,19 a R$ 9.113,85, de acordo com o cargo. Todos oferecem auxílio-alimentação no valor de R$ 658 e possibilidade de acréscimo dos incentivos previstos no Plano de Carreira dos Cargos Técnico administrativos em Educação.

As inscrições podem ser feitas até o dia 9 de fevereiro pelo site da Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura (Fapec)

O prazo para solicitar a isenção da taxa de inscrição já encerrou e quem deseja se inscrever deve pagar R$ 100.

As vagas são para Campo Grande, Naviraí, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas.

Na Cidade Universitária, em Campo Grande, são 20 vagas para nível médio, sendo cinco para técnico em Contabilidade e 15 para técnico de Tecnologia da Informação.

Já em relação aos cargos de nível superior, são oito vagas para Técnico em Assuntos Educacionais na Cidade Universitária, uma no campus de Naviraí e uma em Ponta Porã.

Também há oportunidades para assistente social e médico veterinário em Paranaíba (CPar), para médico no campus de Três Lagoas e para médicos do trabalho e homeopata na Cidade Universitária.

As provas estão previstas para o dia 17 de março e serão aplicadas em Campo Grande.

A divulgação e homologação do resultado final está prevista para o dia 29 de abril.

O edital completo pode ser conferido no site da Fapec.

ÚLTIMA CHANCE

Com vagas em MS, prazo de inscrição em concurso da Marinha termina nesta terça

Oportunidade é para nível médio de escolaridade, com salário de R$ 2,2 mil

16/01/2024 11h14

Em todo o Brasil, são 1.680 vagas Divulgação

Continue Lendo...

As inscrições em concurso público de admissão ao curso de formação de fuzileiros navais da Marinha do Brasil terminam nesta terça-feira (16). São 1.680 vagas em todo o Brasil, sendo 20 delas para Mato Grosso do Sul, em Ladário.

O concurso é para brasileiros de ambos os sexos e requer o nível médio de escolaridade.

As inscrições podem ser realizadas pelo site da Marinha. A taxa é de R$ 40.

Para se inscrever, é necessário ter 18 anos completos e menos de 22 anos no dia 30 dia junho de 2025. 

Além disso, é preciso ter altura mínima de 1,54 m e máxima de 2 metros; não ser casado ou ter constituído união estável, ter filhos ou dependentes. É preciso permanecer nessas condições durante todo o período de formação.

A prova objetiva, ainda sem data definida, terá 50 questões de múltipla escolha sobre conteúdos de matemática e língua portuguesa.

Depois, os candidatos passarão por inspeção de saúde, teste de aptidão física –que inclui natação, corrida, flexões e abdominais –, avaliação psicológica e verificação de dados biográficos e documentos.

Os candidatos selecionados irão passar pelo curso de formação, com duração de 17 semanas. Nesta etapa, a bolsa-auxílio é de R$ 1.303,90, com adicional de alimentação, uniforme e assistências médico-odontológica, psicológica, social e religiosa.

Depois, já formados como fuzileiros navais, os jovens seguem para estágio em unidades da Marinha distribuídas em todas as regiões do país e passam a receber R$ 2.294,50. 

O edital completo está disponível no Diário Oficial da União.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).